Início Notícias Petrolina: Polícia prende quadrilha que assaltava bancos e carros-fortes

Petrolina: Polícia prende quadrilha que assaltava bancos e carros-fortes

183
Foto: reprodução

Mais de 10 pessoas foram presas na Operação Capitá, ação realizada na Bahia, em São Paulo e em Petrolina (PE) na manhã desta quarta-feira (05).

Policiais Federais e Militares cercaram uma casa na Rua Maurício de Nassau, no bairro Gercino Coelho, em Petrolina. Policiais também estavam espalhados em todo o quarteirão. A porta da residência foi arrombada e um dos presos que estava nesta residência foi localizado nas proximidades da rodoviária quando tentava fugir. A polícia estava a procura de outros dois suspeitos que conseguiram escapar por casas vizinhas.

Os policiais utilizaram drones para monitorar a área e tentar encontrar os suspeitos. Houve muitos gritos e tiros e vizinhos relataram que os homens que estavam nesta casa tinham chegado há menos de um mês. Eles teriam vindo de São Paulo (SP) e se apresentaram como corretores de imóveis.

A investigação

A Operação Capitá, tem o objetivo de desarticular uma quadrilha especializada em assalto a bancos e carros-fortes e que atuava em diversos estados do país. Foram presos em flagrante 11 pessoas por crimes como porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, receptação, associação criminosa e posse de explosivos.

Em São Paulo, um homem, suspeito de ser financiador de um dos principais articuladores também foi preso em cumprimento a dois mandados de prisão em aberto. Um mandado era oriundo da Justiça da Bahia, decorrente de condenação a pena de 24 anos de reclusão por homicídio. Outro, preventivo, por crime de roubo, oriundo da Justiça de Alagoas.

A investigação foi iniciada em março deste ano, após a morte de Varnei Xavier dos Santos, apontando como ex-líder de uma das quadrilhas mais atuantes na região Nordeste. Após a morte dele em confronto com a Polícia Militar de Goiás, a Polícia Federal identificou novas lideranças entre os remanescentes da organização.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here