Início Notícias O descompasso nas medidas restritivas no Sertão do Araripe

O descompasso nas medidas restritivas no Sertão do Araripe

130
Foto: Reprodução

Houldine Nascimento, da equipe do blog do Magno

Por meio do secretário estadual de Saúde, André Longo, o governo de Pernambuco anunciou, ontem, mais restrições à circulação de pessoas em Araripina e Ouricuri, duas cidades do Sertão do Araripe. A medida vai fechar todo comércio considerado não essencial a partir de sexta-feira (7).

Com pouco mais de 84 mil habitantes, Araripina chegou a 806 casos e 19 mortes por Covid-19, enquanto Ouricuri – com uma população de 69 mil – tem 265 pessoas que contraíram a doença e oito óbitos. Os dados são das Secretarias de Saúde dos dois municípios e foram divulgados hoje.

A alegação do governo do Estado para restringir o acesso ao comércio nestas duas cidades é o crescimento da pandemia. De forma contraditória, outros municípios da mesma região, com situação semelhante, não terão isolamento mais rígido.

É o caso de Ipubi, também no Sertão do Araripe, com quase 31 mil habitantes. De acordo com a própria Secretaria Municipal de Saúde, são 287 casos e 16 óbitos provocados pela pandemia até a noite desta quarta-feira (5).

Morador de Ipubi, Daniel Torres cogita motivação política nesta decisão. “Ouricuri, com 69.459 habitantes, vai entrar em isolamento rígido. Segundo o governador, lá a situação é crítica. Já Ipubi, com 30.854 moradores (a metade de Ouricuri), tem mais infectados e o dobro de mortes. Para o governador, Ipubi está sob controle. Como pode isso? Ipubi não é enxergada nem nesta situação. Ou será que, por trás disso, há uma proteção política ao seu gestor [em Ipubi] e o governador não queira expor o seu aliado?”, questiona.

Araripina é administrada por Raimundo Pimentel (PSL), já Ouricuri está sob gestão de Francisco Ramos (PSDB), dois partidos de oposição ao governador Paulo Câmara (PSB). Em contrapartida, Ipubi tem Chico Siqueira – também do PSB – como prefeito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here