Início Site Página 872

Prefeito eleito de Araripina anuncia mais um secretário da sua gestão

alt

altRaimundo Pimentel escolheu Suzilene Alves Amorim Castro para a pasta da Ação Social.

Da assessoria / Foto: divulgação

O prefeito eleito de Araripina, Raimundo Pimentel (PSL), divulgou hoje (16), o nome de mais um secretário que vai compor a equipe de governo a para o próximo ano. Pimentel anunciou o nome da assistente social Suzilene Alves Amorim Castro para a pasta da Ação Social de Araripina.

Suzilene Alves de Amorim Castro é assistente social formada pela Universidade Federal de Pernambuco – UFPE, e tem larga experiência na gestão pública com atuação em diversas políticas como a implantação do Programa de Agentes Comunitários de Saúde e também na direção do Centro de Saúde Dr. José Araújo Lima, além de supervisionar os ACS em Araripina.

Na semana passada, Raimundo Pimentel divulgou o nome do secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia. A pasta será liderada por Hermes Alves que é formado em Marketing pela Universidade Estácio de Sá e tem certificação internacional em Gestão de Projetos Ágeis. Hermes Alves é proprietário da Softagon Inovação, empresa credenciada pela Apple e Google, em desenvolvimento de aplicativos e também é consultor credenciado SEBRAE em Inovação.

alt

Prefeitura de Araripina finaliza obra da ponte do bairro do Zé Martins

alt

altMoradores do bairro agora podem esperar pelo inverno que se aproxima tranqüilos

ACE – PMA / Foto: divulgação

A ponte do bairro Zé Martins em Araripina está 100% concluída. Uma obra muito importante realizada pela prefeitura de Araripina na administração do prefeito Alexandre Arraes, através da Secretaria de Infraestrutura.

Moradores do bairro agora podem esperar pelo inverno que se aproxima tranqüilos. A ponte que foi construída tem capacidade para dar vazão as águas das chuvas e evitar que o bairro alague novamente como aconteceu em março de 2015 deixando 450 famílias desabrigadas.

alt

Pernambuco ainda não tem data para pagar 13º dos servidores. Prazo legal é 20 de dezembro

alt

altSecretário de Administração Milton Coelho diz que valores da repatriação podem ajudar a pagar o benefício.

Rádio Jornal / Foto: reprodução

O governo pernambucano ainda não tem data definida para pagar o 13º salário dos servidores estaduais. Por lei, o valor deve ser pago até o dia 20 de dezembro de cada ano. O secretário estadual de Administração, Milton Coelho (PSB), nesta quarta (16) afirmou que, “no momento em que o governo tiver uma data”, vai fazer um comunicado público. De acordo com o secretário, o governador Paulo Câmara (PSB) assumiu pessoalmente a questão do 13º. Milton Coelho fez as declarações ao ser questionado sobre o assunto pelo titular desta coluna Pinga-Fogo, na Rádio Jornal, durante o programa Passando a Limpo.

Isso quer dizer que os R$ 256,6 milhões já embolsados em recursos da repatriação ainda não fecham as contas do 13º salário – que por lei deve ter a primeira parcela paga no dia 30 de novembro e a segunda, até 20 de dezembro. Pernambuco ainda briga no Supremo Tribunal Federal (STF) por uma outra fatia, igualmente de R$ 256,6 milhões, também do repatriamento. Entenda melhor clicando aqui ou nos links abaixos.

Apesar de estar em uma situação menos crítica do que Estados como Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, por exemplo, o governo pernambucano está se esforçando para manter os salários em dia e os serviços públicos em funcionamento, disse Milton Coelho. 

Tanto no setor privado quanto no serviço público, o normal é que um valor proporcional ao 13º salário seja provisionado (“poupado”) todos os meses. E, segundo o secretário, Pernambuco vinha fazendo isso. Porém, com o agravamento da crise, disse ele, o governo precisou utilizar parte da provisão para manter os contracheques dos servidores em dia. Questionado sobre os recursos da repatriação, Coelho afirmou: “Agora, estamos recompondo a provisão”.

alt

Ex-governador Sérgio Cabral é preso pela PF na Zona Sul do Rio

alt

altAgentes da Polícia Federal chegaram ao prédio do ex-governador por volta das 6h. Cabral é acusado de cobrança de propina em contratos com o poder público.

Do G1 Rio / Foto: Carlos Brito / G1

A Polícia Federal prendeu, na manhã desta quinta (17), o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral. Além dele, outros mandados foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, sob a acusação de cobrança de propina em contratos com o poder público.

A ação é realizada por um núcleo da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro que, até às 6h30, também havia prendido Wagner Jordão Garcia. Ao todo, a polícia visa cumprir 38 mandados de busca e apreensão, oito de prisão preventiva, dois de prisão temporária e 14 conduções coercitivas, dentre eles, um contra a ex-primeira-dama do Estado, Adriana Anselmo.

A polícia chegou à casa de Cabral, no Leblon, Zona Sul do Rio, por volta das 6h. Cabral e os outros acusados são suspeitos de receber propina em troca da concessão de obras públicas como a reforma do Maracanã e a construção do Arco Metropolitano.
A ação surgiu a partir da delação homologada de executivos da Andrade Gutierrez e da Carioca Engenharia. Só a Carioca Engenharia comprovou o pagamento de mais de R$ 176 milhões em propina para o grupo.

Além de Cabral, a polícia também busca cumprir mandados de prisão preventiva contra o ex-secretário de governo de Cabral, Wilson Carlos, e do ex-secretário de obras,
Hudson Braga. Também será conduzida coercitivamente até a sede da Polícia Federal a ex-primeira-dama do Estado, Adriana Anselmo.

A operação foi batizada de “Calicute”, região da Índia onde o descobridor do Brasil, Pedro Álvarez Cabral, teve uma de suas maiores tormentas.

alt

Pregação de golpe militar: grupo depreda e invade plenário, adiando início de sessão na Câmara

alt

altInvasores pedem ‘intervenção militar’ e dão vivas a Sérgio Moro.

Diário do Poder / Foto: reprodução

Aos gritos de “Federal aqui”, quase uma centena de manifestantes sem bandeiras ou identificação partidária vandalizaram e invadiram o plenário da Câmara dos Deputados momentos antes do início da sessão. O grupo entrou no Salão Verde como visitantes.Os invasores gritavam também “aqui é a casa do povo”, eles ocuparam a Mesa Diretora após quebrar a porta de entrada para o plenário.

O vice-presidente da Casa, Waldir Maranhão (PP-MA), estava na cadeira do presidente quando os dezenas de pessoas chegaram à Mesa e iniciaram um coro de “viva Sérgio Moro”. Em seguida, entoaram o Hino Nacional.

O vice-líder do PMDB, deputado Darcísio Perondi (RS) conversou com o grupo e disse que eles se denominam integrantes de um grupo chamado Intervencionistas, e que o ato foi organizado por meio das redes sociais.

A segurança da Casa tentou retirá-los para dar continuidade aos trabalhos quando houve confusão com troca de socos entre os “policiais” legislativos. Os manifestantes se recusam a sair e conversam com o primeiro-secretário da Câmara, Beto Mansur (PRB-SP).

Alguns dos manifestantes usam camisas pedindo “intervenção militar”, e leram um documento com reivindicações tão extensa quanto genética, tipo “fim da corrupção” ou melhoria no valor das aposentadorias. Interpelados por jornalistas, alguns disseram que o primeiro passo era invadir o plenário. Cerca de 10 minutos depois, eles apresentaram suas reivindicações.

A segurança da Câmara retirou todos os jonalistas do Salão Verde (em frente à entrada do Plenário) e tenta retirar os manifestantes, que dizem não ter intenção de sair do plenário invadido.

Os invasores estão sendo retirados pela polícia legislativa e sendo encaminhados para a delegacia legislativa.

alt

Recuperação de estradas no interior de Pernambuco tem proseguimento, mas reclamações dos sertanejos continuam

alt

altNo trecho entre Ipubi e Trindade no Sertão do Araripe, foram contemplados os 19 quilômetros de extensão da via, mas as reclamações continuam.

Por Carlos Britto / Foto: reprodução

A Secretaria de Transportes de Pernambuco continua com as ações de recuperação de rodovias no interior do Estado. Semana passada o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) concluiu uma intervenção uma intervenção na PE-576, no trecho entre Ipubi e Trindade, Sertão do Araripe. O serviço incluiu operação tapa-buracos, roço, capinação e limpeza dos dispositivos de drenagem. Ao todo foram contemplados os 19 quilômetros de extensão da via, considerada uma importante rota para o polo gesseiro da região. Mas as reclamações continuam.

No Sertão do São Francisco, por exemplo, a população de Dormentes e Afrânio esperam há tempos uma iniciativa desse tipo para melhorar a PE-635 – que liga os dois municípios. A rodovia está cheia de buracos e mato no acostamento, e já provocou acidentes com mortes.

Já no Distrito de Umãs, zona rural de Salgueiro, no Sertão Central, a comunidade clama pelo recapeamento de um pequeno trecho de 13 quilômetros da PE-483, ligando Umãs à BR-232, o qual já foi prometido. A bronca é grande.

alt

Três jovens morrem em acidente na Zona Rural de Petrolina

alt

altAcidente ocorreu na estrada que liga os projetos de irrigação N-9 ao C-3. Jovens de 17, 18 e 19 anos morreram na hora. Uma mulher ficou ferida.

Do G1 Petrolina / Foto: reprodução

Três jovens, com idade entre 17 e 19 anos, morreram em um acidente de moto, nesta terça-feira (15) na Zona Rural de Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Uma pessoa ficou ferida.

De acordo com o Instituto de Medicina Legal (IML) de Petrolina, o acidente ocorreu entre duas motos que colidiram de frente, na estrada que liga os projetos de irrigação N-9 e C-3, depois que um dos condutores entrou na contramão.

Os três jovens, de 17, 18 e 19 anos morreram na hora. Uma mulher que estava na garupa de uma das motos, ficou ferida e foi socorrida para o Hospital Universitário (HU). Não há informações sobre o estado de saúde da vítima.

alt

Anthony Garotinho é preso pela polícia federal na Zona Sul do Rio

alt

altO ex-governador do Rio foi preso em seu apartamento no Flamengo.

G1 / Foto: reprodução

O secretário de Governo de Campos e ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, foi preso na manhã desta quarta-feira (16), em seu apartamento no Flamengo, Zona Sul do Rio de Janeiro por agentes da Polícia Federal de Campos dos Goytacazes.

O mandado de prisão foi expedido pelo juiz Glaucenir Silva de Oliveira, da 100º Zona Eleitoral de Campos.

Segundo informações da Polícia Federal o ex-governador do Rio de Janeiro foi preso em seu apartamento na Senador Vergueiro, no bairro do Flamengo.

alt

Arari FM promove debate sobre a PEC 241

alt

altParticiparão do programa Araripina Urgente desta quarta-feira (16), o especialista em Economia Bancária Valdir Alencar, e o Professor Tiago Silva, presidente do SIMA.

Por Dante Arruda / Foto: divulgação

Acontecerá nesta quarta-feira (16), um debate na Arari FM em Araripina, a partir de 12:00 h no programa Araripina Urgente, sobre a PEC 241, com Valdir Alencar e o presidente do SIMA Tiago Silva.

Valdir Alencar é filho de Araripina graduado em Letras,  bancário com 38 anos de experiência, especialista em Economia Bancária pela Fundação Getúlio Vargas, Pós Graduações em Economia Bancária (FGV) e Gestão Empresarial (FTE Salvador Negócios Imobiliários).

altTiago Silva é professor e presidente do Sindicato dos Servidores do Município de Araripina – SIMA.

Aprovada pela Câmara dos Deputados quarta-feira 26 de outubro, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que estabelece um limite para os gastos públicos pelos próximos 20 anos, recebeu nova numeração ao passar a tramitar no Senado, sob a numeração de PEC 55.

Tida como prioridade pelo governo do presidente Michel Temer para reequilibrar as contas públicas, a PEC foi aprovada pela Câmara em segundo turno, por 359 votos a 116 (e 2 abstenções) e, agora, passará a ser analisada pelo Senado.

alt

Escolas Estaduais iniciam matrícula para ano letivo de 2017

alt

altEstudantes vindos das redes municipais estão automaticamente matriculados e não precisarão participar do processo via internet.

JC Online / Foto: reprodução

Começa nesta quarta-feira (16) o processo de matrículas da Rede Estadual de Ensino para o ano de 2017. São 105.022 vagas para estudantes novatos nos ensinos fundamental e médio, disponíveis exclusivamente via cadastro online – através do site www.matricularapida.pe.gov.br – até o dia 30 de dezembro. As matrículas poderão ser feitas a partir das 7h. 

São 19.031 vagas na capital, 21.592 na Região Metropolitana do Recife e 64.399 no interior. Do total, 39.143 são para o ensino fundamental, incluindo anos iniciais e finais, e 65.879 para o ensino médio, incluindo Educação de Jovens e Adultos (EJA). Das vagas oferecidas, 22.974 estão nas escolas em tempo integral da rede. Na Região Metropolitana, são 9.457 e outras 13.517 no interior do Estado. Estudantes vindos das redes municipais estão automaticamente matriculados e não precisarão participar do processo na internet.

As informações do cadastro deverão ser preenchidas até o final pelo pai ou responsável ou mesmo pelo próprio estudante, quando maior de 18 anos. São solicitadas informações como nome completo, data de nascimento, escola de origem, escola que pretende estudar (com série e turno), além dos dados do responsável. O número do protocolo gerado é a confirmação da matrícula e deve ser anotado ou impresso, para ser levado à escola no dia da entrega de documentos. 

Informações

Para auxiliar o acesso ao sistema, um conjunto de escolas que têm laboratórios de informática com internet estará acessível para a comunidade escolar que não tem acesso à internet poder realizar a matrícula. Outras informações podem ser obtidas através do telefone: 0800 286 0086. O atendimento é de segunda a sábado, das 7h às 21h. 

alt

Polícia Federal pede quebra de sigilo de presidente e ministro do TCU

alt

altPedido foi feito na investigação sobre tráfico de influência envolvendo advogado filho de Aroldo Cedraz.

O Globo / Foto: reprodução

BRASÍLIA — A Polícia Federal pediu a quebra dos sigilos bancário e fiscal do presidente do Tribunal de Contas da União, Aroldo Cedraz, e do ministro Raimundo Carreiro, na investigação sobre tráfico de influência no TCU, envolvendo o advogado Tiago Cedraz, filho do presidente da Corte. A informação é da revista “Época”.

Tiago Cedraz é acusado pelo empreiteiro Ricardo Pessôa, da UTC, de ter vendido informações privilegiadas do tribunal presidido pelo pai. Segundo a delação do empresário, o advogado era o intermediário de repasses para o ministro Raimundo Carreiro. Ricardo Pessôa diz que pagou R$ 1 milhão a Cedraz, em parcelas de R$ 50 mil. Thiago nega ligação com a empreiteira.

A revista explica que, a partir da delação de Pessôa, a PF mapeou as relações de Cedraz, realizou buscas e descobriu dezenas de e-mails e ligações consideradas suspeitas, o que levou a Lava-Jato a pedir a quebra dos sigilos do advogado e dos ministros Aroldo Cedraz e Raimundo Carreiro ao Supremo Tribunal Federal.

À revista, o ministro Aroldo Cedraz negou que seja investigado. O ministro Raimundo Carreiro disse que, antecipadamente, já forneceu seu sigilo bancário, fiscal e telefônico. Ele disse ainda que “das investigações tornadas públicas, no que diz respeito a seu gabinete e a sua pessoa, não consta nenhuma ligação telefônica com o referido advogado”.

O advogado de 33 anos, atua em Brasília e teve ascensão meteórica — acumulou clientes, sócios, patrimônio, negócios e prestígio político — desde a chegada do pai ao cargo de ministro, em 2007. Uma fatia importante das causa de seu escritório, o Cedraz Advogados, está atrelada à pauta de processos do TCU.

Em 2013, o advogado comprou por R$ 2,95 milhões um apartamento de 247 metros quadrados na Asa Sul, bairro nobre de Brasília. O imóvel tem varanda, sala de jantar, escritório, três quartos com varandas, um quarto com vestiário e banheiro privativo, quarto com banheiro para empregada, cozinha e área de serviço. O advogado financiou R$ 2,28 milhões em 61 meses — uma prestação de R$ 37,5 mil por mês, sem levar em conta os juros de 8,2% ao ano.

Antes, em 2009, Tiago comprou um lote de 1,3 mil metros quadrados no Lago Sul — também área nobre da capital — por R$ 750 mil, R$ 1,07 milhão em valores atualizados. No lote, ele construiu uma casa de 1,5 mil metros quadrados, avaliada pelo setor imobiliário em pelo menos R$ 3 milhões, que é a sede do Cedraz Advogados.

alt

Céu parcialmente nublado prejudicou ‘show’ da Superlua em Araripina

alt

alt“As nuvens estão travando um duelo com a lua; não querem deixar que ela apareça. Já sei…
Só pode ser ciúme”, escreveu a leitora do blog do Roberto,  Nilsa Ramos de Moura.

Por Roberto Gonçalves / Foto: Nilsa Ramos de Moura – reprodução facebook

O ‘show’ da Superlua não foi aquele esperado pelos araripinenses, na noite desta segunda-feira (14). Desde o início da tarde  o céu já estava encoberto com nuvens escuras, causando inclusive chuviscos, algo que não acontecia a vários meses na cidade, diminuindo um pouco o calor mas prejudicando parcialmente a visibilidade do ‘fenômeno’.

Ainda assim, deu para se encantar em alguns momentos com o ‘espetáculo’, como escreveu em uma rede social, a leitora do nosso blog, Nilsa Ramos de Moura.

“As nuvens estão travando um duelo com a lua; não querem deixar que ela apareça. Já sei…
Só pode ser ciúme, pq sabem que ela vem maior e mais brilhante. Essa ala feminina é um caso de estudo. Somente agora 22:57, já lá nas alturas consegui fotografa-la. Affff”, desabafou a internauta em seu facebook.

Desde 1948, não havia uma Superlua como a de ontem. Isso acontece quando o perigeu da lua (ponto da órbita mais próximo da Terra) coincide com a lua cheia.

A distância do perigeu desta segunda-feira foi de 356.511 km. A próxima ocasião em que a lua cheia estará tão próxima será em 25 de novembro de 2034. Mas os especialistas já avisam que a Superlua do século acontecerá somente em 2052, quando essa distância será de 356.424 km.

alt

Dois prefeitos do PSB e um ex estão cotados para fazer parte da nova equipe de Paulo Câmara

alt

altQuando voltar das fériasl, o governador iniciará contatos visando à reforma do seu secretariado.

Por Roberto Gonçalves / Foto: reprodução

Quando voltar das férias, em Portugal, o governador Paulo Câmara iniciará contatos visando à reforma do seu secretariado. As mudanças serão pontuais.

No Palácio do Campo da Princesa já se ouve que pelo menos dois prefeitos do PSB e um ex estão cotados para fazer parte da equipe, não necessariamente no 1º escalão.

O prefeito de Araripina Alexandre Arraes, que está encerrando o seu mandato agora em dezembro, por fazer parte da executiva do PSB estadual, pode ser um dos indicados.

alt

Temer afirma que eventual prisão de Lula poderá causar instabilidade

alt

altO presidente pediu “naturalidade” na condução do processo contra o petista.

O Globo / Foto: reprodução

SÃO PAULO — O impacto da Operação Lava-Jato sobre o governo foi um dos principais temas da entrevista concedida pelo presidente Michel Temer ao programa “Roda Viva”, da TV Cultura, e exibida na noite desta segunda-feira. Temer disse que uma eventual prisão do ex-presidente Lula poderá causar um clima de instabilidade no país, e pediu “naturalidade” na condução do processo contra o petista.

Ao responder sobre o pacote de projetos em discussão no Congresso e criticados por integrantes da força-tarefa da Lava-Jato, como a lei sobre o abuso de autoridade, Temer assegurou que essas propostas não irão paralisar as investigações. O presidente negou que tenha cometido irregularidades ao receber R$ 11 milhões de duas empreiteiras, na campanha de 2014, e disse que ninguém deve ser “morto politicamente” só por ser investigado, numa referência a ministros e apoiadores de seu governo que tiveram os nomes citados por delatores.

— Não é que eu defenda a Lava-Jato. Defendo a atividade do Judiciário e do Ministério Público — afirmou o presidente Temer, que, em relação ao possível envolvimento de pessoas de seu governo na investigação, comentou: — Vamos deixar o Judiciário trabalhar. E vamos trabalhar no Executivo. Se acontecer alguma coisa, paciência.

CHEQUE DA ANDRADE GUTIERREZ

Temer evitou falar sobre as acusações contra Lula, mas reconheceu que a prisão do petista provocaria instabilidade:

TSE Dilma/Temer

— O que espero, e acho que seria útil ao país, é que, se houver acusações contra o ex-presidente Lula, que elas sejam processadas com naturalidade. Aí você me pergunta: “Se Lula for preso causa problema para o país?” Acho que causa. Haverá movimentos sociais. E toda vez que você tem um movimento de contestação a uma decisão do Judiciário, pode criar uma instabilidade.

Questionado sobre duas citações a seu nome em investigações, Temer afirmou que uma doação de R$ 10 milhões feita pela Odebrecht destinava-se ao Diretório Nacional do PMDB, o que pode ser comprovado pela prestação de contas, segundo ele. E confirmou que o partido também foi o destinatário de um cheque de R$ 1 milhão da Andrade Gutierrez, investigado no processo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que avalia as contas da chapa de Dilma Rousseff, da qual fazia parte, em 2014.

— Esse cheque é de uma conta do PMDB, assinado pelo PMDB, nominal à candidatura do vice-presidente. No TSE, não tenho preocupação quanto a isso. Evidentemente, respeito as instituições, se um dia o TSE disser: “O Temer tem que sair”. Mas, claro, tem recursos e mais recursos.

Nem toda a entrevista, contudo, restringiu-se à Lava-Jato e outras investigações. Em aceno aos governadores que estão com problemas de caixa, Temer afirmou que o governo federal pode destinar a estados endividados, como o Rio de Janeiro, cerca de R$ 20 bilhões provenientes da repatriação de recursos que estavam no exterior sem serem declarados à Receita Federal.

Na sexta-feira, ele já havia afirmado que parte dos cerca de R$ 51 bilhões arrecadados pela União após a Lei da Repatriação deverá ajudar a pagar débitos de municípios. Temer defendeu a proposta de emenda constitucional que limita o teto de gastos por 20 anos e disse que, se um governo futuro viver um período de bonança econômica, pode editar medida provisória revogando a PEC.

OCUPAÇÃO DE ESCOLAS

Ele voltou a criticar a ocupação nas escolas estaduais e universidades, em protesto contra a PEC e a reforma do ensino médio. Os estudantes reclamam que as mudanças foram pautadas pelo governo sem discussão com educadores, pais e alunos. Para Temer, foi necessário fazer a MP para começar a discussão sobre o assunto. Apesar da crítica, ele admitiu que, caso os parlamentares cheguem a um consenso, a MP poderá ser substituída por um projeto de lei de um deputado.

— Admito perfeitamente esses movimentos. Mas lamento por eles. O que vejo, hoje, as pessoas acham que é ironia, mas vejo que há muito protesto físico. Não há protesto argumentativo, oral, intelectual. Sabe há quanto tempo se discute reforma no Ensino Médio? A primeira vez que ouvi foi em 1997. Passaram-se quase 20 anos sem reforma.

Ao longo da conversa, o presidente vangloriou-se várias vezes de ter um apoio maciço do Congresso e defendeu a substituição do presidencialismo pelo parlamentarismo. Para Temer, a proposta de alteração da Constituição deveria ser formatada pelo Congresso e, depois, levada a referendo popular já com todos os detalhes — e não a um plebiscito, como aconteceu em 1993.

Ao falar sobre o que imagina para 2018, Temer disse que sente que o povo não acredita mais em lideranças e caciques, mas quer eficiência na administração pública. Ele negou que será candidato:

— Qual é meu sonho? O povo olhar pra mim e dizer: “Esse sujeito aí colocou o Brasil nos trilhos. Não transformou na segunda economia do mundo, mas colocou nos trilhos”.

Com relação à política internacional, Temer disse que as relações do Brasil com os países não devem ser pautadas por ideologia ou simpatia a políticos, e citou o caso da Venezuela, que, segundo ele, recusou oferta de remédios brasileiros recentemente. Disse que espera que Donald Trump não mude os acordos dos Estados Unidos com o Brasil, e afirmou que o país pode até se beneficiar comercialmente caso o presidente eleito dos EUA construa mesmo o muro na fronteira com o México, o que causaria problema entre as duas nações.

Temer deu a entrevista para o “Roda-Viva” na tarde de sexta-feira, no Palácio da Alvorada, para onde diz que está se mudando aos poucos porque gosta do jeito de casa do Jaburu. Ele revelou que não gosta da ideia de ter sua foto como presidente na parede dos gabinetes:

— Não gosto de olhar para uma foto minha na parede. Parece que já morri.

O presidente ainda teve tempo de falar sobre sua vida pessoal. Contou que quer escrever um romance sobre lembranças de sua infância em uma chácara, e relembrou sua aproximação da primeira-dama, Marcela:

— Quando a vi, fiquei entusiasmado. Em sete meses estávamos casados.

alt

Polícia ainda não conseguiu prender sequestradores do filho do prefeito de Araripina

alt

altA notícia do sequestro caiu como uma “bomba” na região do Araripe porque o jovem sequestrado, além de ser bastante estimado no município, pertence a uma de suas famílias mais tradicionais.

Por Inaldo Sampaio / Foto: reprodução

As Polícias de Pernambuco e do Ceará ainda estão à procura dos sequestradores do acadêmico de Direito Alexandre Bertino Arraes, de 22 anos de idade, o “Xandinho”, sequestrado na última quinta-feira (10), à noite, quando saía da faculdade em que estuda no vizinho município de Juazeiro do Norte (CE).

O estudante, filho do prefeito de Araripina, Alexandre Arraes (PSB) e da futura deputada estadual Roberta Arraes (vai assumir em janeiro próximo), foi sequestrado por dois homens encapuzados e libertado na noite da última sexta-feira (11) no distrito de Lagoa do Barro (a cerca de 30 km da sede).

Segundo familiares, o jovem não foi maltratado pelos sequestradores e não se pagou resgate pela sua libertação. A notícia do sequestro caiu como uma “bomba” na região do Araripe porque o jovem sequestrado, além de ser bastante estimado no município, pertence a uma de suas famílias mais tradicionais.

À TV Grande Rio, de Petrolina, afiliada da Rede Globo, o prefeito, emocionado, declarou o seguinte logo após a libertação do filho: “Primeiro, eu queria agradecer a Deus por meu filho está em casa, voltar desse sequestro onde não foi necessário pagar nenhum resgate. E agradecer também aos amigos, colegas e todo o povo de Araripina, que entraram em corrente de orações. Foram essas orações que trouxeram meu filho de volta à nossa residência. Queria de todo coração agradecer a todos, que, de forma direta ou indiretamente, nos ajudaram a trazer meu filho de volta”.

Pelo menos neste episódio, as Polícias de Pernambuco e do Ceará agiram de forma integrada, rastreando telefones celulares e desenvolvendo ações de inteligência.

Essa integração teria sido decisiva para que os bandidos, encurralados, soltassem o rapaz 24h após tê-lo sequestrado, sem (graças a Deus) maltratá-lo fisicamente, apesar do medo por que passou.

alt

Agricultor comete suicídio dentro do banheiro de casa em Araripina

alt

altO corpo do agricultor foi encontrado já sem vida dentro do banheiro de uma residência na Vila Serrânia, Zona Rural do município.

Por Roberto Gonçalves / Foto: reprodução

Na tarde deste domingo (13), o agricultor Erinaldo João Mendes,  de 28 anos cometeu suicídio por enforcamnto em uma residência localizada na Vila Serrânia, Zona Rural do município de Araripina, Sertão de Pernambuco.

Segundo informações da Polícia Militar, o corpo do agricultor foi encontrado já sem vida dentro do banheiro da residência pelo próprio irmão, que ainda cortou a corda tentando salvar a vítima.

Esse foi o segundo suicídio em apenas uma semana em Araripina. No domingo dia (06), um adolescente de 15 anos cometeu  a mesma ‘loucura’ na localidade no Sítio Jatobá na Serra do Cavaco, também na Zona Rural do município.

alt

Jovem de 21 anos é assassinado no Sítio Souta em Ouricuri

alt

altDe acordo com o Boletim de Ocorrência da Polícia Militar, dois suspeitos em uma moto foram vistos onde a vítima estava.

Da assessoria da PM / Foto: reprodução

O jovem de 21 anos de idade, Aguinaldo Alencar Galvão foi assassinado a tiros, no Sítio Souta, Zona Rural de Ouricuri, na noite do último sábado (12). Com a vítima a polícia encontrou uma pequena quantidade de maconha. A polícia informou que o crime tem características de execução.

De acordo com o Boletim de Ocorrência da Polícia Militar, dois suspeitos em uma moto foram vistos onde a vítima estava. Logo em seguida foram ouvidos disparos. O jovem foi encontrado caído no chão. Os tiros atingiram a cabeça do jovem que morreu na hora.

Com a chegada do Instituto de Criminalística, a polícia encontrou 14 gramas de maconha com o jovem. A polícia ainda não tem pistas de quem cometeu o crime.

Já são seis homicídios do mês de novembro no Sertão do Araripe. Em 2016, já são 104 assassinatos nos dez municípios da região.

alt

No Banner to display

Agricultor é assassinado a tiros em Moreilândia

alt

altOs tiros foram disparados de dentro do veículo. A vítima morreu na hora,

Da assessoria da PM / Foto: reprodução

Cícero Severino de Brito, agricultor de 37 anos foi assassinado a tiros, no início da noite do último sábado (12), em Caririmirim, distrito de Moreilândia.

A Polícia Militar informou que o crime foi cometido em via pública, por homens em um carro de passeio. Os tiros foram disparados de dentro do veículo. A vítima morreu na hora. A polícia não sabe informar quantas pessoas participaram do crime.

Ainda segundo o Boletim de Ocorrência, o agricultor tinha passagem pela polícia. O corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Petrolina.

Com esse crime, são cinco homicídios do mês de novembro no Sertão do Araripe. Em 2016, já são 103 assassinatos nos dez municípios da região.

alt

No Banner to display

Após discussão, irmãos são esfaqueados e mortos na Zona Rural de Araripina

alt

altPolícia Civil abriu um inquérito para investigar as causas do crime. Os jovens estavam ingerindo bebida alcoólica quando foram assassinados.

Por Roberto Gonçalves / Foto: Ilustrativa

A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar a morte de dois irmãos, sendo um de 20 e outro de 17 anos, que foram esfaqueados na tarde deste domingo (13), após uma discussão na localidade da Serra do Minador, Zona Rural de Araripina, Sertão de Pernambuco.

Segundo a polícia, as duas vítimas,Adalberto de Araújo Silva, 17 anos e o seu irmão Edilberto de Araújo Silva, de 20 anos, estavam ingerindo bebida alcoólica com, José Alves Neto, 32 anos e o seu irmão conhecido apenas como “Belino”.

Ainda segundo A PM, Populares informaram que os envolvidos discutiram e entraram em luta corporal e armados com faca. Durante a briga, o jovem Adalberto morreu no local e o seu irmão Edilberto, foi levado ferido para o HRFB em Ouricuri onde faleceu.

O acusado José Alves, também foi ferido e levado para a mesma Unidade Hospitalar e está sob custódia da Polícia. Já o segundo acusado conhecido como Belino, fugiu e ainda não foi localizado pela polícia. No local do crime foram apreendidas 03 facas. O BO foi confeccionado e entregue na DPC para providências.

Já são quatro homicídios do mês de novembro no Sertão do Araripe. Em 2016, já são 102 assassinatos nos dez municípios da região, em Araripina o número chegou a 34. 

alt

No Banner to display

Secretário da Fazenda de Pernambuco garante o pagamento do 13º salário dos servidores públicos

alt

altMarcelo Barros, garantiu que o Governo do Estado vem fazendo regularmente o “provisionamento” dos recursos para pagar o 13º salário dos servidores públicos estaduais agora em dezembro.

Por Inaldo Sampaio / Foto: reprodução

O secretário da Fazenda de Pernambuco, Marcelo Barros, garantiu ao colunista de economia do JC, Fernando Castilho, que o Governo do Estado vem fazendo regularmente o “provisionamento” dos recursos para pagar o 13º salário dos servidores públicos estaduais agora em dezembro.

Semana passada, o secretário de Administração, Milton Coelho, afirmou a uma rádio do Recife que esse pagamento não estava garantido por absoluta falta de recursos.

Essa declaração deixou preocupados milhares de servidores porque muitos contam com o dinheiro desta “gratificação natalina” para saldar dívidas, reformar a casa, trocar um eletrodoméstico, comprar o material escolar dos filhos, etc.

Segundo o secretário da Fazenda, os recursos do 13º serão provenientes da quota-parte de Pernambuco na repatriação, da redução dos gastos de custeio e do aumento da arrecadação.

Enquanto isso, o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), anunciou neste final de semana que vai dividir em até sete parcelas o pagamento dos salários de outubro de uma parte dos servidores públicos estaduais.

As parcelas serão pagas de 16 deste mês a 5 de dezembro. O Rio de Janeiro está quebrado e não tem dinheiro sequer para pagar o salário dos seus servidores.

Na última sexta-feira (11), o governador conseguiu pagar o salário de outubro dos servidores ativos da educação e dos ativos e inativos da segurança pública, totalizando R$ 1,3 bilhão. Mas a folha total é de R$ 2,1 bilhões.

alt

No Banner to display