Início Site Página 1102

Ciretran vai aumentar fiscalização nesse fim de ano para reduzir acidentes de trânsito em Araripina

alt

alt

De acordo com Bruno Oliveira chefe da 23ª Ciretran de Araripina, o aumento no número de acidentes, despertou a atenção das autoridades de trânsito no município.

Por Roberto Gonçalves / Foto: Fredson Paiva

Depois de uma queda no número de acidentes de trânsito com vítimas em Araripina, nos últimos meses  voltou a subir. Esse aumento de acidentes já mobiliza a Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) do município, em busca de soluções para diminuir esses índices, assim como o número de mortes, para isso acontecer, serão realizadas blitzs durante todo o mês de dezembro, pelas principais ruas e avenidas da cidade.

De acordo com Bruno Oliveira chefe da 23ª Ciretran de Araripina, o aumento no número de acidentes, despertou a atenção das autoridades de trânsito no município.

“Esse aumento gerou uma preocupação no pessoal do Detran, no pessoal da Autarquia de Trânsito e Transporte de Araripina (ATTA), nas pessoas de Sebastião Arraes e o Sargento Alonso, também no Capitão Kennedy Guerra comandante da 2ª CPM de Araripina. Então nos reunimos e decidimos que as fiscalizações teriam que aumentar, justamente como medidas protetivas prá reduzir o número de acidentes e consequentemente salvar vidas”, disse Bruno Oliveira.

Segundo os especialistas, são três os problemas que fazem o volume de acidentes não ceder: a negligência, a imperícia e a imprudência. A negligência é deixar de fazer revisões e manutenções periódicas no carro. A imprudência é a falta de educação do trânsito das pessoas e de conscientização dos problemas. Já imperícia são os defeitos na formação, o não desenvolvimento das habilidades necessárias para dirigir nas ruas.

alt

Edital de concurso para professores da rede estadual de PE deverá ser lançado ainda este ano

alt

alt

 Pelo menos a metade dos cargos do certame será para docentes das áreas de exatas (matemática, física, química e biologia). Haverá vaga também para professores de educação especial, como libras e braille.

Do Jornal do Commercio

O edital do concurso público para professores da rede estadual de Pernambuco será divulgado ainda este ano. A previsão foi feita ontem (8) pelo secretário de Educação, Fred Amâncio, que explicou o atraso da publicação pela adição de vagas para docentes de cursos técnicos.

O edital deve sair por esses dias, estamos nos ajustes finais. É a primeira vez que o Estado vai contratar docentes de cursos técnicos através de concurso público. Então, exige-se um trabalho novo específico”, justificou Amâncio. Ele não informou, porém, quantas das 3 mil vagas anunciadas em outubro serão reservadas para a modalidade.

Pelo menos a metade dos cargos do certame será para docentes das áreas de exatas (matemática, física, química e biologia). Haverá vaga também para professores de educação especial, como libras e braille. “Queremos fortalecer o quadro de docentes da área especial, principalmente, para deficientes visuais”, revelou o secretário.

Pernambuco tem um alto número de docentes com contratos temporários – cerca de 17 mil. Segundo destacou Fred Amâncio, as contratações só podem ser feitas quando o Estado ficar abaixo do limite prudencial, ou seja, não há previsão para contratação de professores para o ano letivo de 2016. Do lançamento do edital até a conclusão do processo seletivo, são necessários cerca de quatro meses.

alt

Milhares de fieis acompanharam o cortejo de Nossa Senhora da Conceição em Araripina‏

alt

alt

O bispo da Diocese de Salgueiro Dom Magnus Henrique, disse que a festa religiosa de Araripina é considerada a maior da área de atuação da sua Diocese.

Por Roberto Gonçalves / Foto: Jorge Possetti

A cidade de Araripina celebrou na tarde dessa terça-feira (08), o dia da padroeira Nossa Senhora da Imaculada Conceição. Uma multidão caminhou pelas ruas, numa procissão carregada de fé, alegria e esperança.

A celebração começou às 16h30, conduzida pelo bispo da Diocese de Salgueiro, Dom Magnus Henrique, e pelo Padre Domingos Malan. Em seguida, milhares de pessoas ganharam as principais ruas da cidade. Os moradores enfeitaram as ruas e calçadas para a passagem da procissão.

O evento reuniu toda a comunidade católica de Araripina, que caminhou levando a imagem da padroeira para cada canto da cidade. No encerramento da procissão, o Pe. Domingos agradeceu a todos que se envolveram direta ou indiretamente no evento.

O bispo da Diocese de Salgueiro Dom Magnus Henrique, disse que a festa religiosa de Araripina é considerada a maior da área de atuação da sua Diocese. A programação da festa esse ano teve como tema “Maria Mãe da Igreja, Sacrário vivo do Espirito Santo”.

alt

Paulo Câmara assina carta de governadores em apoio a Mamãe Dilma

alt

alt

Ao lado de governadores de 14 estados e do Distrito Federal, o governador de Pernambuco foi contra o impedimento da presidenta inteligenta.

Por Jamildo Mello

O nome do governador Paulo Câmara, do PSB, foi citado nesta terça-feira como tendo assinado uma carta defendendo a presidente Dilma, ao lado de governadores de 14 estados e do Distrito Federal

O governador já avisou que não terá agenda pública nesta quarta-feira no Recife. Nesta terça-feira, oficialmente o governador do Estado havia ido ao encontro de Dilma para apresentar o combate ao mosquito da Dengue no Estado, mas na prática o encontro havia sido articulado pelo governador do Rio, Pezão, para dar apoio a petista.

Em cima do muro, nesta quinta, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, alterou a data da reunião extraordinária da Comissão Executiva Nacional para a quinta-feira (17). No encontro, será discutida a posição do partido sobre o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. A reunião estava marcada para segunda e foi adiada para quarta. Hoje, sofreu novo adiamento.

No sábado, no mesmo dia que Dilma fotografava ao lado de Paulo Câmara no Recife, no Exército, o advogado Antônio Campos, irmão do ex-governador Eduardo Campos e pré-candidato a prefeito de Olinda, em 2016, aproveitou a passagem dela pela cidade para divulgar uma carta que enviou ao comando nacional do PSB defedendo o Impeachment já!.

Irmão de Eduardo Campos defende impeachment de Dilma junto a direção do PSB

O prefeito do Recife, Geraldo Júlio, sequer apareceu no encontro.

alt

Mamãe Dilma vai ser intimada a se defender no TSE

alt

alt

Presidente terá que se defender no processo de abuso de poder nas eleições. Dono da UTC e “chefe” do cartel, o empreiteiro Ricardo Pessoa contou que a campanha de Dilma recebeu dinheiro roubado da Petrobras.

Por Claudio Humberto / Jornal do Commercio

A repercussão da carta de rompimento de Michel Temer e a derrota do governo na Câmara não foram as únicas más notícias de Dilma, ontem. Ela já sabe que um oficial de Justiça baterá à sua porta, a qualquer momento, para notificá-la a se defender na ação que pode cancelar o registro da candidatura à reeleição, e a do vice Michel Temer, em 2014, e cassar o mandato. A ação tramita no Tribunal Superior Eleitoral.

Na hipótese de Dilma sofrer impeachment antes da conclusão da ação no TSE, o processo continua normalmente com Temer como réu.

Dilma e Temer terão 5 dias para se defender na Ação de Impugnação de Mandato Eletivo por abuso de poder politico e econômico.

Dono da UTC e “chefe” do cartel, o empreiteiro Ricardo Pessoa contou que a campanha de Dilma recebeu dinheiro roubado da Petrobras.

alt

Ministro do STF determina suspensão da comissão de impeachment

alt

alt

Na decisão, Edson Fachin sinalizou que a votação de terça da Câmara deveria ser aberta.

Agência O Globo

BRASÍLIA — O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu suspender a instalação da comissão do impeachment na Câmara dos Deputados até a quarta-feira da próxima semana, dia 16, quando o plenário do tribunal vai julgar qual o rito deve ser adotado para o processo de afastamento da presidente Dilma Rousseff. Fachin manteve, no entanto, a validade da sessão da Câmara que, em votação secreta, elegeu, por 272 votos a 199, a chapa alternativa integrada por deputados de oposição e dissidentes da base governista para integrar a Comissão do Impeachment.

Na decisão, Fachin sinalizou que a votação da Câmara deveria ter sido aberta, já que a Constituição Federal não prevê sessão secreta para a formação da comissão do impeachment. “Verifica-se, na ausência de previsão constitucional ou legal, bem como à luz do disposto no Regimento Interno da Câmara dos Deputados, a plausibilidade jurídica do pedido”. No entanto, ele preferiu deixar a controvérsia para ser resolvida no plenário, com os onze ministros presentes. E acrescentou que eventuais dúvidas sobre o andamento do processo de impeachment serão sanadas também pelo plenário.

Para justificar sua decisão, Fachin afirmou que era preciso “evitar a prática de atos que eventualmente poderão ser invalidados pelo Supremo Tribunal Federal”, caso a comissão do impeachment fosse instalada sem o pronunciamento prévio da corte. Ele acrescentou que, sem a paralisação das atividades da comissão, poderia haver o “aumento de instabilidade jurídica com profusão de medidas judiciais posteriores e pontuais”. Pela decisão, até o pronunciamento final do STF, fica suspensa a formação da Comissão Especial. Ele também suspendeu os prazos para a instalação da comissão até a próxima quarta-feira.

alt

Deputado Federal apoiado por ex-prefeito de Araripina, pode ser preso e perder seus direitos políticos

alt

alt

Se condenado pelo STF, Betinho Gomes pode pegar até cinco anos de reclusão, ele é acusado de omitir cheque em campanha. Em Araripina, o Federal foi apoiado pelo ex-deputado e ex-prefeito Emanoel Bringel.

Do Blog do Magno / Foto: Visão do Araripe

Sem alarde, a Procuradoria Geral da República, através de seu procurador geral, Rodrigo Janot, emitiu parecer, ontem, no inquérito criminal número 4125, que tramita no Supremo Tribunal Federal, contra o deputado federal Betinho Gomes (PSDB).

O tucano, que é membro da Comissão de Ética da Câmara Federal – comissão esta que julgará Eduardo Cunha, presidente da Casa – é acusado de ter passado um cheque sem fundo durante a sua campanha eleitoral de 2010. O cheque, no valor de R$ 365 mil reais, foi repassado numa operação de empréstimo. Segundo o advogado Paulo Farias, o deputado está sendo incriminado por ter omitido a operação com este cheque em suas prestações de contas eleitorais.

De acordo com Paulo, por conta da omissão desta operação com cheque, as contas de campanha de Betinho, daquele ano, foram aprovadas, ludibriando os desembargadores eleitorais de Pernambuco.

Paralelo a esse inquérito no STF, o deputado também responde a ação de cobrança, que tramita na 4a Vara Cível de Jaboatão dos Guararapes, cujo valor atualizado remonta a R$ 600 mil.

Se condenado pelo STF, Betinho pode pegar até cinco anos de reclusão e perder seus direitos políticos.

alt

Atônita, cúpula do PMDB considera ‘infantil’ carta de Temer a Dilma

alt

alt

Na carta, Temer relata uma série de episódios que demonstrariam, nas palavras dele, a “absoluta desconfiança” que Dilma sempre teve em relação a ele e ao PMDB.

Estadão Conteúdo

Pegos de surpresa com a divulgação da carta endereçada pelo vice-presidente, Michel Temer, à presidente Dilma Rousseff, integrantes da cúpula do PMDB consideraram como “infantil” e “primário” o conteúdo do documento.

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, alguns integrantes da cúpula da legenda chegaram a questionar, num primeiro momento, até a autenticidade do texto. O teor da carta começou a circular no final da noite de ontem e chegou ao conhecimento das principais lideranças do PMDB que se reuniam em diferentes jantares, realizados em Brasília.

Num dos encontros, promovido pelo líder do PMDB do Senado, Eunício Oliveira (CE), estavam presentes os ministros do partido com exceção de Henrique Eduardo Alves (Turismo), ligado a Temer. Alves não estava em Brasília. Além dos ministros, também esteve presente o líder do PMDB na Câmara, Leonardo Picciani (PMDB-RJ).

Segundo relatos, o conteúdo da carta deixou a todos “atônitos”. Um dos trechos considerados com “completamente infantil” é o que Temer se queixa de não ter sido chamado pela presidente Dilma para participar da reunião realizada no começo do ano com o vice presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, com quem o peemedebista construiu “boa amizade”.

O tom utilizado por Temer na carta, segundo relatos, levou um dos presentes no jantar dos peemedebistas a colocar em questão a capacidade do vice vir a um dia assumir o comando do País. “Alguém que tiver um mínimo de maturidade, depois de uma carta daquela vai acreditar que o Michel pode presidir o Brasil?”, considerou um peemedebista à reportagem após o jantar.

Segundo integrantes do partido, Temer tomou a iniciativa de forma “solitária”, não consultou as lideranças do Congresso, ministros, governadores, nem integrantes da Executiva.

O mesmo sentimento de surpresa também foi encontrado na reunião promovida na noite de ontem pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), na residência oficial do Senado. No encontro estiveram presentes as principais lideranças do partido do Senado.

A avaliação feita entre parte dos presentes foi a de que, com a iniciativa, Temer assumiu estar ao lado do presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), responsável por dar início ao processo de impeachment, “espatifou o PMDB” e sem querer fortaleceu a Dilma ao “reforçar a imagem de que ele quer tomar a Presidência”.

alt

Alexandre e Roberta Arraes participam do último dia do novenário de Nossa Senhora da Conceição, em Araripina

alt

alt

Padre Domingos Malan, foi quem presidiu a última novena que aconteceu ao ar livre do lado da Igreja Matriz no centro da cidade.

Por Roberto Gonçalves / Foto: Dante Arruda

O prefeito Alexandre Arraes, a assessora especial do governo de Pernambuco Roberta Arraes, acompanhados de vereadores, secretários municipais, lideranças políticas e amigos, participaram, na noite desta segunda-feira (07), do encerramento do novenário da Festa de Nossa Senhora da Conceição, padroeira de Araripina. Em seguida, o chefe do Executivo Municipal prestigiou a programação sociocultural da Quermesse, onde aconteceu o Leilão da Festa e manifestações culturais de artistas da terra.

O pároco de Araripina, Padre Domingos Malan, foi quem presidiu a última novena que aconteceu ao ar livre do lado da Igreja Matriz no centro da cidade. A programação da festa esse ano teve como tema “Maria Mãe da Igreja, Sacrário vivo do Espirito Santo” .

As festividades religiosas começaram dia 28 de novembro com uma carreata conduzindo a bandeira de Nossa Imaculada Conceição e terminará nessa terça-feira (08) de dezembro, feriado municipal, com uma missa solene que aconteceu às 09 h, e foi celebrada pelo bispo da Diocese de Salgueiro Dom Magnus Henrique. A partir das 16 h, acontecerá a tradicional procissão pelas principais ruas de Araripina.

De acordo com Roberto Andrade (Pirralho) que integra a comissão organizadora dos festejos religiosos, esse ano, foram mobilizadas mais de 1.500 pessoas que pertencem aos grupos da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição para trabalhar de forma voluntária durante o novenário.

A festa religiosa de Araripina é considerada a maior da área de atuação da Diocese de Salgueiro.

alt

Gonzaga Patriota poderá não seguir executiva nacional do PSB em relação a impeachment de Dilma

alt

alt

 O deputado sertanejo afirmou que “qualquer ato ilícito” deve ser investigado e, se no caso de Dilma, houver a comprovação disso, terá de ser afastada, a exemplo do que ocorreu com Fernando Collor de Melo em 1992.

(foto: Assessoria/divulgação)

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB-PE) participou, nesta segunda-feira (7), de uma reunião da bancada do PSB que analisa a situação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). A decisão dos parlamentares socialistas será anunciada após a reunião da executiva da legenda, que acontecerá nesta quarta (9).

A decisão tomada na última quinta-feira (3) pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), no sentido de aceitar o processo de impeachment contra a presidente da República, Dilma Rousseff, já produz efeitos no posicionamento das lideranças políticas do país.

“Eduardo Cunha arquivou 19 processos idênticos, dizendo que não caberia impeachment, e agora, por causa das desavenças particulares, aceitou abrir o processo? O fato de usar sua posição de presidente da Câmara para tomar essa decisão, no momento em que membros do PT se manifestaram contra ele na Comissão de Ética da Câmara é usar um cargo público para benefício próprio, e isso é lamentável“, afirmou.

Em relação ao processo de impeachment de Dilma, Gonzaga informou que estudará a situação com cautela e escutará a posição da bancada, do partido e, em particular, das ruas, para declarar seu voto. O deputado sertanejo afirmou que “qualquer ato ilícito” deve ser investigado e, se no caso de Dilma, houver a comprovação disso, terá de ser afastada, a exemplo do que ocorreu com Fernando Collor de Melo em 1992. Ainda ontem o PSB confirmou o deputado Bebeto (BA) como o quarto nome a integrar a comissão que analisará o pedido de impeachment de Dilma.

Críticas a Cunha

Quanto ao afastamento de Eduardo Cunha, Gonzaga foi incisivo: “os parlamentares devem dar exemplo de decoro e de ética. Eduardo Cunha não tem feito isso. A posição atual de Cunha é ‘indefensável’. São sérias as acusações contra ele e acredito que nós, deputados, vamos conseguir tirá-lo da presidência da Casa, face à gravidade dessas acusações”, avaliou.

alt

Homem é assassinado em Trindade, no Sertão do Araripe

alt

alt

A ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia Civil local.

Por Roberto Gonçalves / Foto: Joãozinho Andrade

Francisco Gerarlo Pereira de Souza de 34 anos, residente no Sítio Bezerros em Trindade, sertão pernambucano morreu, na tarde dessa segunda-feira (07), após ser atingido por disparos de arma de fogo. O crime ocorreu na BR-316, próximo ao Trevo de Ipubi em plena via pública.

Testemunhas informaram aos policiais que a vítima estava as margens da rodovia, quando dois homens se aproximaram em uma moto e efetuaram os disparos. Francisco Pereira morreu no local do crime. A polícia encontrou alguns projéteis, que foram recolhidos. Rondas foram realizadas na região, em busca dos homens que cometeram o homicídio, mas ninguém foi preso.

O corpo do agricultor foi enviado Instituto Médico Legal (IML) de Petrolina no Sertão do São Francisco. Com esse crime já são 97 pessoas assassinadas na Região do Araripe de janeiro até agora. Em Trindade já são 27 homicídios em 2015 e o segundo em menos de uma semana.

alt

Trabalho de Assistência Técnica faz ONG do Araripe ganhar prêmio do Ministério do Desenvolvimento Agrário

alt

alt

Além do fortalecimento das atividades produtivas, a ação do Caatinga junto aos APAs pretende reduzir o êxodo da juventude rural.

(foto: Ascom Caatinga/divulgação)

 O trabalho de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) realizado pela ONG Caatinga em comunidades rurais do Araripe pernambucano foi selecionado e reconhecido pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) com o certificado e troféu de Boas Práticas de Ater. A entrega foi feita na última semana, durante um seminário realizado em Brasília (DF).

A proposta premiada foi a “Experiência dos jovens Agentes Promotores de Agroecologia (APAs)”, que além de ser apresentada durante o seminário, será publicada no Caderno de Boas Práticas de Ater.  Ao todo, foram enviadas 176 propostas ao Ministério, das quais 57 foram selecionadas, entre as quais está a do Caatinga.

Além dos representantes do Governo, participaram do evento assentados da reforma agrária, agricultores familiares, jovens agricultores, agentes e instituições prestadoras de assistência técnica. Na ocasião, em nome da Rede Ater Nordeste, o Caatinga  também recebeu das mãos do ministro Patrus Ananias um troféu em reconhecimento pelo importante papel e serviços prestados pela Rede à agricultura familiar e ao desenvolvimento rural sustentável.

O evento foi promovido pelo MDA, em conjunto com Delegacias Federais do Ministério do Desenvolvimento Agrário (DFDA), Condraf e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). A ação dos jovens APAs se baseia na oferta de formação para jovens rurais em diversos temas teóricos e práticos, de modo que estes possam repassar os conhecimentos adquiridos para as pessoas que residem em sua comunidade, bem como aplicar os saberes em suas propriedades a fim de que consigam potencializar a produção em seus quintais e melhorar a renda. Além do fortalecimento das atividades produtivas, a ação do Caatinga junto aos APAs pretende reduzir o êxodo da juventude rural. 

alt

Fernando Filho fará parte de comissão especial que analisará processo de impeachment de Mamãe Dilma

alt

alt

Além dele o PSB confirmou outro pernambucano, Tadeu Alencar, e mais o deputado Danilo Forte (do Ceará) na comissão.

 (fonte: Estadão Conteúdo)

O petrolinense Fernando Filho, líder do PSB na Câmara dos Deputados, foi confirmado como um dos integrantes da comissão especial que dará parecer sobre o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) na Casa.

Os nomes foram escolhidos por meio de votação da bancada. O quarto integrante do partido na comissão será escolhido entre Luiza Erundina (SP), Bebeto (BA) e João Fernando Coutinho (PE), que ficaram empatados em quarto lugar. Os parlamentares do PSB votam neste momento para decidir quem será o escolhido. A ideia é que os dois que sobrarem fiquem na suplência, ao lado dos outros dois suplentes já escolhidos: José Stédile (RS) e Paulo Fuletto (ES).

Voto unitário

O líder da bancada ressaltou que o voto dos quatro integrantes na comissão especial será unitário. “Está todo mundo muito consciente disso. Fizemos questão de ressaltar que as posições pessoais não devem se sobrepor a decisão do partido”, destacou. Apesar de afirmar que hoje a ala pró-governo na bancada é minoritária, ele ponderou que a decisão final só será tomada em reunião da Comissão Executiva Nacional, na quarta-feira (9).

Diante da decisão da bancada de votar unitariamente, há uma preocupação caso Erundina ou Bebeto sejam eleitos. A deputada é uma das fundadoras do PT, partido pelo qual chegou a se eleger prefeita de São Paulo, e já se declarou contra o impeachment em entrevistas recentes. Já Bebeto é ligado ao PT da Bahia e ao ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner.

Um dos escolhidos para a comissão especial, Danilo Forte afirmou que, “pessoalmente“, pelos fatos que já foram divulgados e sem olhar a defesa de Dilma, deve votar “a favor do desejo de mudança“, ou seja, pelo impeachment. Para ele, a discussão sobre a legalidade ou não do processo é uma etapa “vencida“. “É legal, é constitucional, sim“, disse o deputado, que já foi filiado ao PMDB. 

alt

Prova do crime: Mamãe Dilma gastou R$ 18,4 bilhões com decretos ilegais

alt

alt

Essa prática, segundo a denúncia elaborada por três dos mais admirados juristas brasileiros, constitui crime contra a Lei Orçamentária (art. 10 da lei 1.070, de 1950).

Por Claudio Humberto / jornal do commercio

Um dos crimes graves apontados na denúncia do impeachment contra a presidente Dilma revela que ela autorizou gastos superiores a R$ 18,4 bilhões por meio de decretos ilegais, sem numeração, para dificultar a atuação de órgãos fiscalizadores. Essa prática, segundo a denúncia elaborada por três dos mais admirados juristas brasileiros, constitui crime contra a Lei Orçamentária (art. 10 da lei 1.070, de 1950).

Os decretos ilegais de Dilma são uma das provas mais contundentes dos crimes que dão substância ao pedido de impeachment em curso.

Dilma se utilizou dos decretos ilegais em 2014 e, segundo os auditores do Tribunal de Contas da União, reincidiu no crime em 2015.

Os decretos de Dilma criaram “excesso de arrecadação”, artificial, para simular superávit e escapar do rigor da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Os decretos foram publicados quando a Lei Orçamentária de 2015 já havia sido proposta. Segundo a denúncia, isso prova o dolo de Dilma. 

alt

Em carta, Michel Temer deixa claro seu afastamento de Dilma

alt

alt

O vice-presidente se queixou também do tratamento a ex-ministros ligados a ele.

Por Claudio Humberto / Jornal do Commercio

O vice-presidente Michel Temer enviou a presidente Dilma Rousseff uma dura carta-desabafo, em que reclama do papel meramente decorativo que lhe foi imposto no governo, rejeita a cobrança para tornar pública sua lealdade e enumera as desfeitas de que foi vítima. 

A carta de Michel Temer deixa pouco espaço para o entendimento com a presidente e, na prática, representa um rompimento com Dilma. Ou no mínimo um afastamento sem volta. Na hipótese de o impeachment não passar, dificilmente haverá clima de convivência entre eles até o final do mandato.

Eis a íntegra da carta:

“Senhora Presidente,

‘Verba volant, scripta manent’.

Por isso lhe escrevo. Muito a propósito do intenso noticiário destes últimos dias e de tudo que me chega aos ouvidos das conversas no Palácio. Esta é uma carta pessoal. É um desabafo que já deveria ter feito há muito tempo.

Desde logo lhe digo que não é preciso alardear publicamente a necessidade da minha lealdade. Tenho-a revelado ao longo destes cinco anos. Lealdade institucional pautada pelo art. 79 da Constituição Federal. Sei quais são as funções do Vice. À minha natural discrição conectei aquela derivada daquele dispositivo constitucional.

Entretanto, sempre tive ciência da absoluta desconfiança da senhora e do seu entorno em relação a mim e ao PMDB. Desconfiança incompatível com o que fizemos para manter o apoio pessoal e partidário ao seu governo. Basta ressaltar que na última convenção apenas 59,9% votaram pela aliança. E só o fizeram, ouso registrar, por que era eu o candidato à reeleição à Vice.

Tenho mantido a unidade do PMDB apoiando seu governo usando o prestígio político que tenho advindo da credibilidade e do respeito que granjeei no partido.

Isso tudo não gerou confiança em mim, Gera desconfiança e menosprezo do governo. Vamos aos fatos. Exemplifico alguns deles.

1. Passei os quatro primeiros anos de governo como vice decorativo. A Senhora sabe disso. Perdi todo protagonismo político que tivera no passado e que poderia ter sido usado pelo governo. Só era chamado para resolver as votações do PMDB e as crises políticas.

2. Jamais eu ou o PMDB fomos chamados para discutir formulações econômicas ou políticas do país; éramos meros acessórios, secundários, subsidiários.

3. A senhora, no segundo mandato, à última hora, não renovou o Ministério da Aviação Civil onde o Moreira Franco fez belíssimo trabalho elogiado durante a Copa do Mundo. Sabia que ele era uma indicação minha. Quis, portanto, desvalorizar-me. Cheguei a registrar este fato no dia seguinte, ao telefone.

4. No episódio Eliseu Padilha, mais recente, ele deixou o Ministério em razão de muitas “desfeitas”, culminando com o que ogoverno fez a ele, Ministro, retirando sem nenhum aviso prévio, nomecom perfil técnico que ele, Ministro da área, indicara para a ANAC. 

Alardeou-se a) que fora retaliação a mim; b) que ele saiu porque faz parte de uma suposta “conspiração”.

5. Quando a senhora fez um apelo para que eu assumisse a coordenação política, no momento em que o governo estava muito desprestigiado, atendi e fizemos, eu e o Padilha, aprovar o ajuste fiscal. Tema difícil porque dizia respeito aos trabalhadores e aos empresários.

Não titubeamos. Estava em jogo o país. Quando se aprovou o ajuste, nada mais do que fazíamos tinha sequencia no governo. Os acordos assumidos no Parlamento não foram cumpridos. Realizamos mais de 60 reuniões de lideres e bancadas ao longo do tempo solicitando apoio com a nossa credibilidade. Fomos obrigados a deixar aquela coordenação.

6. De qualquer forma, sou Presidente do PMDB e a senhora resolveu ignorar-me chamando o líder Picciani e seu pai para fazer um acordo sem nenhuma comunicação ao seu Vice e Presidente do Partido. Os dois ministros, sabe a senhora, foram nomeados por ele. E a senhora não teve a menor preocupação em eliminar do governo o Deputado Edinho Araújo, deputado de São Paulo e a mim ligado.

7. Democrata que sou, converso, sim, senhora Presidente, com a oposição. Sempre o fiz, pelos 24 anos que passei no Parlamento. Aliás, a primeira medida provisória do ajuste foi aprovada graças aos 8 (oito) votos do DEM, 6 (seis) do PSB e 3 do PV, recordando que foi aprovado por apenas 22 votos. Sou criticado por isso, numa visão equivocada do nosso sistema. E não foi sem razão que em duas oportunidades ressaltei que deveríamos reunificar o país. O Palácio resolveu difundir e criticar.

8. Recordo, ainda, que a senhora, na posse, manteve reunião de duas horas com o Vice Presidente Joe Biden – com quem construí boa amizade – sem convidar-me o que gerou em seus assessores a pergunta: o que é que houve que numa reunião com o Vice Presidente dos Estados Unidos, o do Brasil não se faz presente? Antes, no episódio da “espionagem” americana, quando as conversar começaram a ser retomadas, a senhora mandava o Ministro da Justiça, para conversar com o Vice Presidente dos Estados Unidos. Tudo isso tem significado absoluta falta de confiança;

9. Mais recentemente, conversa nossa (das duas maiores autoridades do país) foi divulgada e de maneira inverídica sem nenhuma conexão com o teor da conversa.

10. Até o programa “Uma Ponte para o Futuro”, aplaudido pela sociedade, cujas propostas poderiam ser utilizadas para recuperar a economia e resgatar a confiança foi tido como manobra desleal.

11. PMDB tem ciência de que o governo busca promover a sua divisão, o que já tentou no passado, sem sucesso. A senhora sabe que, como Presidente do PMDB, devo manter cauteloso silencio com o objetivo de procurar o que sempre fiz: a unidade partidária.

Passados estes momentos críticos, tenho certeza de que o País terá tranquilidade para crescer e consolidar as conquistas sociais. Finalmente, sei que a senhora não tem confiança em mim e no PMDB, hoje, e não terá amanhã.

Lamento, mas esta é a minha convicção.

Respeitosamente, 
Michel Temer

A Sua Excelência a Senhora
Doutora DILMA ROUSSEFF
DO. Presidente da República do Brasil
Palácio do Planalto
Brasília, D.F.”

alt

Adagro divulga balanço da campanha contra a Febre Aftosa em Araripina

alt

alt

Balanço foi considerado positivo pela Adagro. Até o dia 30 de novembro foram vendidas 100 % das vacinas no município.

Por Roberto Gonçalves

A Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) no Sertão do Araripe, divulgou no programa Araripina Urgente pela Rádio Arari FM, o balanço da Campanha Contra a Febre Aftosa em Araripina, no Sertão de Pernambuco. O resultado foi considerado positivo. A meta é vacinar 90% do rebanho em todo o Estado. Na região, 67% já foi vacinado e declarado na Adagro.

De acordo com o coordenador da unidade da Adagro em Araripina, José Ribamar, até o dia 30 de novembro, último dia da campanha, 100 % das foram vendidas. “A compra da vacina foi exelente, os criadores foram às farmácias veterinárias, estão vacinando o gado  e como sempre, os produtores adquirem a vacina e normalmente deixam para declarar nos últimos momentos. E nós temos ainda até o dia 15 para que o produtor que já comprou a vacina realize a declaração”, informou.

Os donos de animais que não compraram a vacina até o dia 30 de novembro, precisam comparecer ao escritório do órgão em Araripina, onde será emitida a via da infração e a autorização para comprar o produto. Todo o processo envolvendo o alto de infração, intimações e a declaração devem ser feitos até o dia 15 de dezembro.

“O produtor tinha que comprar a vacina e vacinar o rebanho ate o dia 30 de novembro. Aquele que comprou a vacina, mas não comparecer até o dia 15 de dezembro para realizar essa declaração, ele também ficará como inadimplente e também receberá o auto de infração e a multa, que varia de R$ 60 a R$ 1.500 dependendo se ele já teve infrações anteriores”, disse José Ribamar.

alt

Cunha adia instalação da comissão do impeachment de Mamãe Dilma

alt

alt

Mudança pode inviabilizar sessão do Conselho de Ética que votará relatório sobre processo de cassação do presidente da Câmara.

Agência O Globo

BRASÍLIA – O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), adiou para o início da tarde desta terça-feira a formação da comissão especial que irá analisar o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff. O adiamento fará com que a instalação da comissão ocorra perto do horário previsto para que a sessão do Conselho de Ética finalmente vote o relatório pela admissibilidade do processo de cassação do mandato de Cunha, marcada para 14h.

Em repudio à decisão anunciada por Cunha, o líder do PT, Siba machado (AC) deixou a reunião de líderes. Segundo ele, o processo começa contaminado. Na semana passada, diz Sibá, a sessão tinha sido marcada para hoje e o combinado foi de que os líderes fariam as indicações.

— Isso arrebenta qualquer relação, não é razoável dentro do campo democrático. Ele está mudando os prazos e permitindo a formação de chapa alternativa, isso pode fomentar a briga interna nas bancadas. Discordo disso e não vou assistir e assinar isso — disse Sibá ao deixar a reunião:

— Isso contamina o processo. Vou discutir e ver o que fazer. Estão fazendo isso para criar problema. Temos que conversar tudo de novo. Temos uma guerra e vamos para ela de qualquer jeito. Mas não vou concordar com isso.

OPOSIÇÃO VAI PROTELAR INDICAÇÃO DOS NOMES

Ainda sem a adesão necessária para levar o impeachment adiante, líderes da oposição vão protelar o máximo possível a escolha dos nomes. A avaliação dos dirigentes é que, se o processo andar muito rápido, “o governo leva”. O melhor cenário para integrantes do PSDB e DEM é que a análise do processo só fique para depois do Carnaval, em fevereiro. O que os daria tempo suficiente para mobilizar as ruas e, assim, pressionar parlamentares.

– Estamos enrolando para embolar essa nomeação. Queremos que todo o processo demore para garantir que a análise fique para depois do Carnaval. Vamos tocando sem pressa alguma. Porque, se for muito rápido, o governo leva essa – disse um dirigente tucano.

O PSDB, que tem direito a seis nomes, ainda não fechou a lista dos integrantes da comissão do impeachment. Há duas correntes no partido: aqueles que acham que é dispensável a participação dos líderes, que já possuem um protagonismo natural na política, dando lugar assim a outros quadros tucanos; e os defensores de que os líderes participem sim da comissão, fazendo uma “simetria” com o PT no campo oposto.

Os petistas colocaram no órgão não só o líder do partido na Câmara, deputado Sibá Machado (AC), como o líder do governo, José Guimarães (CE). Mas a indefinição no campo da oposição é mais para fazer com que o processo se alongue do que propriamente pela dificuldade de nomear os integrantes. Entre os tucanos, a tendência majoritária é que participem os líderes da minoria, Bruno Araújo, e o líder tucano na Câmara, Carlos Sampaio.

CONSELHO DE ÉTICA

Caso a instalação ocorra de fato amanhã, isso pode inviabilizar a votação no Conselho de Ética e adiar, mais uma vez, uma decisão sobre o processo contra Cunha. Há ao menos três semanas aliados do presidente da Câmara conseguem, com manobras, protelar a análise do relatório no colegiado.

Além de ajudar Cunha, defensores do impeachment se posicionaram favoravelmente ao adiamento por outros motivos. Acreditam que conseguirão, até lá, construir um consenso sobre a presidência e a relatoria na comissão especial para que sejam representantes com posicionamento mais “independente”, que não sejam deputados automaticamente alinhados ao Palácio do Planalto.

alt

No Banner to display

Seleção simplificada vai contratar 30 médicos em Petrolina

alt

alt

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) está com inscrições abertas até 14 de dezembro.

Do Jc Online

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) está com inscrições abertas para seleção simplificada de 30 médicos das especialidades de clínica médica (8); anestesiologia (6); cirurgia geral (2); cirurgia vascular (3) e ortopedia e traumatologia (11). Trata-se de uma contratação temporária que visa a manutenção de serviços assistenciais no Hospital Universitário da Universidade Federal do Vale do São Francisco (HU-Univasf), em Petrolina-PE. As inscrições estão abertas até o dia 14 de dezembro. A remuneração chega a mais de R$ 8 mil.

O vencimento básico é de R$ 7.425,31 para uma jornada de 24 horas semanais que poderá ser trabalhada ininterruptamente na forma de plantão, conforme acordo coletivo de trabalho. O salário previsto em Edital é acrescido de percentual de insalubridade (R$ 1.485,06) e auxílio alimentação (R$ 483,00), totalizando uma remuneração de R$ 8.915,20, que ainda pode ter acréscimo correspondente a adicional noturno e auxílio pré-escolar.

As inscrições são gratuitas e os interessados devem se inscrever via internet até às 23h59min do dia 14 de dezembro de 2015 no endereço eletrônico www.ebserh.gov.br – Seção Concursos e Seleções, mediante preenchimento da ficha de inscrição, anexação de currículo, diploma e documentação comprobatória dos títulos e experiência profissional a serem pontuados. A documentação também poderá ser entregue no HU-Univasf, localizado à Avenida José de Sá Maniçoba, s/nº, Centro, Petrolina/PE.

alt

No Banner to display

Lula, o milionário, diz que oposição quer ‘tirar pobre do poder’

alt

alt

Lula movimentou R$53,2 milhões, mas ainda finge não ser elite.

Por Claudio Humberto / Jornal do Commercio

O ex-presidente Lula voltou a afirmou nesta segunda-feira, 7, certamente com base em seus profundos conhecimentos jurídicos, que não há “base política e jurídica” que justifiquem o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, aberto na Câmara dos Deputados na última semana.

Lula participa de evento organizado pela CUT, líderes sindicais, representantes de partidos políticos e de movimentos sociais para discutir estratégia contra o impedimento de Dilma. 

Para o petista, para recolocar o país de volta nos trilhos não se pode permitir que “haja um golpe de Estado via impeachment” no Congresso Nacional. Na visão de Lula, o que está por trás da tentativa de impeachment da presidente da República é o “desejo da oposição de tirar o pobre do poder”. Hoje milionário, Lula movimentou R$ 53,2 milhões em suas contas bancárias, pessoais e da empresa, a Lils (suas iniciais), conforme verificou o Coaf, órgão de inteligência do Ministério da Fazenda que detecta movimentações financeiras “atípicas”. Lula disse que ganhou todo esse dinheiro “fazendo palestras”.

Lula tentou sustentar que, “obviamente”, o impeachment faz parte do “processo democrático”, mas ressaltou que, para isso, é necessário ter uma razão e uma motivação, o que, segundo o ex-presidente, não existe no caso de Dilma. Na opinião de Lula, as razões que motivaram o pedido de afastamento da petista é o “ódio”, o “preconceito” e a tentativa de “desmontar” um projeto político.

“Obviamente que o impeachment faz parte do processo democrático. Todos nós aqui participamos do impeachment do Collor. Mas o impeachment tem que ter uma razão, tem que ter uma motivação. E, no caso da Dilma, não tem nenhuma motivação a não ser ódio, a não ser preconceito, a não ser tentar desmontar um projeto que, com ajuda de milhões de pessoas que vivem no anonimato, que produzem a riqueza deste país, ajudaram a gente a construir”, destacou. 

alt

No Banner to display

Vereador Tião do Gesso promove ação que beneficia moradores do Sítio Flamengo na zona rural de Araripina

alt

alt

O local estava praticamente intransitável e a obra foi uma solicitação da própria comunidade.

Por Martinho Filho

O vereador Tião do Gesso (PR) tem sido um grande e valoroso parceiro do município de Araripina e do povo em geral.  Em várias localidades tem uma ação do vereador, que sempre dentro das possibilidades vem atendendo aos pedidos das comunidades.

Neste domingo, 06, Tião do Gesso promoveu mais uma grande e importante ação, que foi a recuperação de quase um quilômetro de estrada da comunidade do Sítio Flamengo. O local estava praticamente intransitável e a obra foi uma solicitação da própria comunidade. O vereador Francisco Edivaldo também acompanhou o trabalho de recuperação da estrada, que ganhou melhorias de tráfego.

alt

No Banner to display