Início Notícias Araripina: Agricultora morre após ser picada por cobra

Araripina: Agricultora morre após ser picada por cobra

529
Foto: reprodução

Vítima passou por três hospitais. Presidente da Câmara de Vereadores, Evilásio Mateus, chama atenção do Governo de PE para falta do soro antiofídico na região; ouça

Por Roberto Gonçalves / Foto: reprodução

Uma agricultora morreu após ser atacada por uma cobra, na Zona Rural de Araripina, no Sertão de Pernambuco. Dona Francisca de Chicô foi picada pela serpente na última sexta-feira (03), e, desde então, fez uma peregrinação por três hospitais da região do Araripe e São Francisco para conseguir a aplicação do soro antiofídico, porém não conseguiu e morreu.

O presidente da Câmara de Vereadores de Araripina, Evilásio Mateus, chamou a atenção das autoridades para falta do soro na região. Segundo o parlamentar, só na última semana, sete pessoas procuraram socorro médico na Unidade de Pronto Atendimento (UPA-24h) de Araripina, pelo mesmo motivo que levou Dona Francisca de Chicô a óbito.

“Dona Francisca de Chicô era uma mulher muito atuante nos movimentos associativistas. Ela foi picada por uma cobra na sexta-feira e foi socorrida para o HSM que fez a transferência para o Hospital Regional de Ouricuri, que é onde poderia ter o soro antiofídico. Não encontrando o medicamento lá, ela foi transferida mais uma vez, desta feita para o Hospital Universitário em Petrolina, onde também não tinha o soro. Mandaram buscar então o soro no Hospital de Salgueiro. Entre a picada e o atendimento efetivo para Dona Francisca, se passaram 9 horas e essa demora foi fatal. Dona Francisca infelizmente não resistiu. A gente deixa essa cobrança aos representantes do governo do estado aqui na região, principalmente aos que trabalham na área de saúde, que procurem ofertar esse soro aos araripeanos, por que segundo a UPA de Araripina, só na semana passada, 7 pessoas deram entrada na urgência vítimas de picadas de cobra”, relatou o parlamentar. Ouça:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.