Início Notícias Sobe para 32 o número de mortes devido às fortes chuvas no...

Sobe para 32 o número de mortes devido às fortes chuvas no Rio Grande do Sul

63
Foto: reprodução

Subiu para 32 o número de mortos devido às fortes chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul desde a segunda-feira (29). A Defesa Civil registra 29 mortes até esta quinta-feira (2) e as demais foram confirmadas por prefeituras, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e órgãos locais. Há mais de 60 pessoas desaparecidas nos 134 municípios afetados pelas tempestades. Cerca de 67 mil pessoas foram atingidas pelo desastre ambiental no Rio Grande do Sul, o maior da história do Estado de acordo com o governador Eduardo Leite (PSDB). O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou à região e se reuniu com Leite, mas cancelou o sobrevoo que faria na região de Santa Maria. Na noite de quarta-feira (1º), o governo estadual decretou estado de calamidade pública. Além do governo federal, outros Estados mandaram ajuda ao RS. São Paulo, por exemplo, deslocou cerca de 50 agentes de segurança, um helicóptero Águia da PM e embarcações.

O Rio Grande do Sul registra um total de 9.933 pessoas desalojadas e 4,599 em abrigos, com aproximadamente 67 mil moradores impactados pelas chuvas intensas. O governo local emitiu um alerta para os moradores do Vale do Taquari deixarem áreas de risco e buscarem abrigos públicos ou locais seguros. Cidades como Estrela e Lajeado viram o nível do rio Taquari ultrapassar os 30 metros, superando enchentes anteriores. Sinimbu, no Vale do Rio Pardo, ficou isolada por 24 horas e enfrenta relatos de destruição após a passagem da enxurrada. A Defesa Civil Nacional alerta para o alto risco de enxurradas, alagamentos e inundações nas regiões metropolitanas do estado. A previsão de evacuação abrange diversas cidades, com destaque para Santa Tereza, Muçum, Roca Sales, Arroio do Meio, Encantado e Lajeado. O governador Eduardo Leite pediu que a população busque locais seguros e se mantenha em segurança.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here