Início Notícias Paulo Roberto Costa, primeiro delator da Lava Jato, morre aos 68 anos

Paulo Roberto Costa, primeiro delator da Lava Jato, morre aos 68 anos

293
Foto: reprodução

Morreu neste sábado, 13, o ex-diretor da Petrobras e primeiro delator da Operação Lava Jato Paulo Roberto Costa, aos 68 anos. Ele estava no Rio de Janeiro e, segundo familiares, morreu em decorrência de um câncer que ele vinha enfrentando no pâncreas. Por enquanto, a família não divulgou detalhes sobre o sepultamento e o velório, mas espera-se que eles sejam restrito a familiares e amigos. O escândalo envolvendo Costa começou a surgir nos governos de Lula e Dilma.

Ele foi o pivô dos desdobramentos da Operação Lava Jato, com seu nome constando em mais de 70 processos. Ele chegou a ser preso em 2014, mas depois foi levado ao regime semiaberto no ano seguinte, ficando preso até 2017. Diversas irregularidades foram comprovadas, ligando seu nome à Petrobras. Durante o período em que esteve preso, foi possível constatar que familiares, em seus depoimentos, trouxeram contradições. Mais de R$ 23 milhões foram encontrados em contas no exterior e na Suíça. Ele foi solto em 2017, depois de fechar um acordo em que teve que pagar um valor expressivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here