Home Blog página 3

Confira a programação do ‘Festival de Janeiro’ em Ouricuri

0
 Show banda Aviões será uma das atrações do 'Festival de Janeiro' em Ouricuri.  — Foto: Charles Johnson/Divulgação

Show banda Aviões será uma das atrações do ‘Festival de Janeiro’ em Ouricuri

Por G1 Petrolina — Petrolina — Foto: Charles Johnson/Divulgação

A tradicional ‘Festa de Janeiro’ que acontece anualmente em Ouricuri, no Sertão de Pernambuco, este ano recebe o nome de ‘Festival de Janeiro’. O evento, que vai homenagear o artesão Mestre Aprígio e todos os artesãos do município, contará com shows de artistas locais e nacionais entre os dias 23 e 27. A entrada é gratuita.

Nos dias 23 e 24 de janeiro, o festival será realizado no Espaço Cultural Praça Frei Damião, no centro de Ouricuri. Nesses dias, vão se apresentar as bandas Limão do Forró, Gatinha Manhosa, Banda Base e Januário, Forró Pau de Lenha e os artistas Wawa Pinho, Marcelo Lima, Naldo e Ébano Nunes.

Já entre os dias 25 e 27 de janeiro, a festa será realizada no Pátio de Eventos (antigo aeroporto), com shows das bandas Saia Rodada, Barão na Farra e Bob, Aviões, Banda Shock, Toca do Vale, e dos artistas Felipe Araújo e Douglas, Ângela Espíndola, Jonas Esticado, Léo Magalhães, Zé Vaqueiro e Thales Lessa.

Confira a programação:

23.01 – Limão do Forró, Wawa Pinho, Marcelo Lima e Ébano Nunes

24.01 – Gatinha Manhosa, Naldo, Banda Base e Januário e Forró Pau de Lenha

25.01 – Saia Rodada, Felipe Araújo e Douglas & Ângela Espíndola

26.01 – Jonas Esticado, Léo Magalhães, Barão na Farra e Bob e Zé Vaqueiro

27.01 – Aviões Sunset, Banda Shock, Thales Lessa e Toca do Vale

Será que um dia abriremos a caixa-preta de uísque de Lula?

0

Palocci fez nova denúncia envolvendo o ex-presidente Lula. Disse que ele recebia propina no avião, também conhecido como “aerolula”, e em caixas de uísque

  • Por Rodrigo Constantino/Jovem Pan / Roosewelt Pinheiro/ABr

Palocci fez nova denúncia envolvendo o ex-presidente Lula. Disse que ele recebia propina no avião, também conhecido como “aerolula”, e em caixas de uísque, o que, convenhamos, é bem apropriado tratando-se dessa figura. Também relatou que Lula não comprou o triplex com o dinheiro de suas “palestras” porque não cabia em sua biografia ter uma cobertura em frente à praia.

A esquerda se resume a isso mesmo: corrupção e aparências, é tudo pela estética.

Que Lula se mostrou um ladrão safado já é algo óbvio, e só mesmo alguém muito alienado para gritar “Lula livre” por aí. O mais provável, nesse caso, não é bem a alienação, ainda que exista, mas sim o interesse mesmo. Como diria qualquer detetive, “siga o dinheiro”.

Guilherme Fiuza resumiu bem onde foi parar essa grana toda: “Palocci dava dinheiro de empreiteira a Lula em caixas de uísque. Vamos combater a amnésia alcoólica: esses bilhões todos q eles roubaram de você, em conluio até c/picaretas angolanos, não sumiram no éter. Estão por aí financiando a sabotagem, fantasiada de resistência democrática”.

Será que um dia vamos abrir essa caixa-preta de uísque ou não? Lá encontraríamos com toda certeza dutos infindáveis ligando as empreiteiras, os petistas graúdos e os vários “formadores de opinião” que se dedicam com uma fidelidade canina à maior quadrilha que o Brasil já teve, que destruiu nossa economia, rasgou qualquer bandeira ética, flertou com os piores tiranos do mundo, mas ainda segue sendo elogiada por essa turma como baluarte da democracia popular e dos valores progressistas em defesa dos pobres e das minorias. Haja caixa de uísque para explicar tanto amor!

harmonie

Conhecidas mais duas equipes classificadas para próxima fase da Copa Arari FM / Bet’s Bola de Futsal; assista aos os jogos

0

Na noite deste sábado (19) o Garapa Multifrios (atual campeão) goleou o Sport Vila de Trindade. No segundo jogo, a DC R1 Estofados despachou a Cajuina São Geraldo

Por Roberto Gonaçalves  / Foto: reprodução

As equipes do Garapa Multifrios e DC 1 Estoados conseguiram avançar para o triangular final da 5ª Copa Arari FM Bet’s Bola de Futsal. A equipe show de Bola da Arari FM transmite todos os jogos da competição em áudio e vídeo.

Na primeira partida da noite deste sábado (19) na quadra poliesportiva do SESI Araripina, o Garapa goleou o Sport Vila por 7×2. Marcaram para o time petrolinense, Topeira aos 4’ 1T, Alex  5’ 1T, Preá   6’ 1T, Gê 12’ 1T, Tatu 13 1T, Tatu 16 1T e Preá novamente aos 05 2T. Jonathan marcou os dois gols do Sport Vila

No segundo jogo, no clássico do futsal cearence, o DC1 Estofados despachou a Cajuina São Geraldo de virada e venceu a partida por 4×3. Marcaram para O DC1 o jogador Nael (4 vezes, ele é artilheiro da competicão até agora) e Robinho. Para a Cajuina, assinalaram Robinho (2 vezes), Daniel e Alex.

Fux envia ação à Justiça Federal contra a candidatura de Renan Calheiros à presidência do Senado

0
O ministro está comandando o plantão do Supremo até o final deste mês

O ministro Luiz Fux, vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), enviou uma ação popular à Justiça Federal do Distrito Federal contra uma eventual candidatura do senador Renan Calheiros (MDB-AL) à presidência da Casa.

A ação em questão foi movida pelo coordenador nacional do Movimento Brasil Livre (MBL), Rubens Alberto Gatti Nunes, e sustenta que Renan “não possui bons antecedentes na Justiça Brasileira”, já que “responde a inúmeras investigações”.

Na decisão, assinada na última (18), Fux observou que a ação é um “importante mecanismo de democracia participativa”, mas ressaltou que são necessários requisitos para que ela seja apreciada. “Na verdade, a ação popular ora proposta não se enquadra em nenhuma das hipóteses de competência originária desta Corte”, disse. Segundo ele, um dispositivo da Constituição fixa que compete aos juízes federais (e não ao STF) julgar causas de interesse da União, como é o caso desta.

O ministro está comandando o plantão do Supremo até o final deste mês. A eleição para a presidência do Senado está marcada para 1º de fevereiro.

*Com Estadão Conteúdo

neto

Em 2019, a Fiepe do Araripe oferecerá cursos e capacitações sobre temas importantes para a competitividade das indústrias

0

Este ano, a Unidade Regional Sertão do Araripe da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco – Fiepe, instalada em Araripina desde 2015, terá diversos cursos, capacitações e palestras que se tornaram referência para os empresários da região e fazem parte do calendário das empresas que investem em conhecimento e geram mais competitividade.

No primeiro semestre, a Fiepe do Araripe, promove no dia 20 de fevereiro a oficina “Rotinas trabalhistas e rescisão pós eSocial”; nos dias 5 e 6 de abril, o curso “Gestão de almoxarifado” e nos meses de maio e junho, o inédito “Programa de Gestão Estratégica para Micro e Pequenas Empresas”.

O calendário do segundo semestre terá logo no dia 17 de julho a Oficina “Gestão de Pessoas” e o curso “Fluxo de caixa, tributos e formação de preços” nos dias 16 e 17 de julho. No dia 23 de outubro acontece a IV edição do tradicional Seminário de Gestão do Araripe que anualmente traz dois palestrantes de renome nacional e nos dias 22 e 23 de novembro o curso “Programação Neurolinguística aplicada a negócios e vendas”.

De acordo com o Diretor Regional da Fiepe, Francisco Alves, os temas das capacitações foram escolhidos pelos próprios empresários durante as reuniões do Conselho Empresarial. Os encontros mensais dos empresários do Araripe servem para debater assuntos do cotidiano das empresas e de que maneira a Fiepe pode contribuir com os sindicatos e empresários na melhoria dos negócios e no aumento da competitividade industrial.

“A Fiepe é uma instituição consolidada em todo o Estado como referência no desenvolvimento da indústria. Na região do Araripe sua atuação vai desde a capacitação de empresários e funcionários com cursos até a representação em defesa dos interesses da indústria regional. Este ano o calendário de atividades está repleto de temas que foram classificados como prioritários pelos empresários”, afirmou.

A Unidade Regional Sertão do Araripe da Fiepe funciona dentro das dependências da Escola SENAI, na Vila Santa Maria, em Araripina. O telefone de contato é o (87) 38734620 e o horário de atendimento é de segunda a sexta das 8h às 17h. (Vera Cruz Comunicação – Jorge Possetti)

Usando distintivo da Polícia Federal, criminosos roubam caminhão na BR-316 em Marcolândia

0
Usando distintivo da Polícia Federal, criminosos roubam caminhão na BR-316 em Marcolândia

O caminhoneiro foi abordado quando trafegava pela BR-316, na subida da ladeira do ‘S’ próximo a divisa do PI com PE

Cidades na NET / Foto: reprodução

Um caminhoneiro identificado como Jean Carlos de Oliveira, e seu primo, Luís Fernando, foram vítimas de um roubo ocorrido na BR-316, no local conhecido como Serra de Marcolândia. O crime aconteceu por volta das 16h40min deste domingo, 20 de janeiro.

Jean Carlos, que foi até o Grupamento de Polícia Militar de Marcolândia, informou que quando trafegava pela BR-316, na subida da ladeira, foi abordado por um veículo Corsa Classic, de cor prata, com duas pessoas. Os ocupantes do veículo mostraram um distintivo da Polícia Federal, mandaram parar o caminhão e logo em seguida anunciaram o assalto.

Os criminosos, que estavam armados com um revólver, obrigaram as vítimas a descerem do caminhão e entrarem no bagageiro do Corsa. Após manobrarem o veículo, os suspeitos ordenaram que os homens saíssem do porta malas e ajoelhassem, momento em que as vítimas imploraram para não serem mortos. Os suspeitos então fugiram levando o veículo.

A PM de Marcolândia repassou a ocorrência aos GPMs dos municípios vizinhos e à Companhia de Polícia Militar de Jaicós. Foi realizado um levantamento, mas os suspeitos não foram localizados.

Jean Carlos, que conduzia um caminhão WOSKWAGEM COSTELATION, Trucado, 24250, de cor branca e placa DJO-9173/SP, seguia de Minas Gerais, com destino a cidade de Monteiro, na Paraíba.

postotrevo

Flávio Bolsonaro fala de sua conta e deixa a de Queiroz para o ex-assessor

0
Enquanto as investigações não avançam, e o ex-assessor não convence ninguém, a espada continua sob a cabeça de Flávio Bolsonaro
  • Por Felipe Moura Brasil/Jovem Pan

Flávio Bolsonaro disse à TV Record e à Rede TV! no domingo que o dinheiro dos depósitos fracionados feitos entre junho e julho de 2017 em sua conta era proveniente da venda de um apartamento no Rio de Janeiro e também dos lucros de sua franquia carioca da Kopenhagen, loja que vende chocolates, com a qual, segundo o senador eleito, ele ganhava muito mais do que como deputado estadual.

Na sexta-feira, o Jornal Nacional havia revelado que o Coaf identificou a entrada de 96 mil reais na conta de Flávio, divididos em 48 depósitos de 2 mil reais, todos eles feitos em espécie no caixa eletrônico da agência bancária que fica dentro da Alerj (Assembleia Legislativa do Rio). O senador eleito reiterou o que a reportagem já havia apontado: que 2 mil reais é o limite permitido nos caixas eletrônicos da Alerj para depósitos em envelope com dinheiro; e ainda alegou que recorria a eles, como qualquer outro deputado ou funcionário, pela facilidade de acesso em seu local de trabalho.

Flávio afirmou também que o título de pouco mais de 1 milhão de reais pago à Caixa Econômica Federal deve-se ao financiamento deste mesmo imóvel, que ele havia comprado, e mostrou papéis referentes às transações, prometendo exibi-los em detalhes às autoridades competentes, quando o STF decidir quais são elas.

Até a Folha, porém, já reconheceu que uma permuta de imóveis entre Flávio e sua mulher e outro casal, registrada em cartório em agosto de 2017, confirma que o senador eleito havia quitado em junho uma alienação fiduciária com a Caixa, referente a um imóvel na zona sul do Rio, no valor de cerca de 1 milhão e 24 mil reais.

“A escritura da permuta mostra que o casal concordou em pagar R$ 600 mil ao filho do presidente, sendo R$ 50 mil em cheque e R$ 550 mil sem descrição da forma de pagamento, com princípio de quitação em março de 2017.”

Ou seja: a escritura também confirma que Flávio pode ter recebido uma parte significativa do pagamento em espécie, como ele declarou na TV ao defender a legalidade da origem do dinheiro que disse ter depositado na própria conta.

Documentos podem dar mais credibilidade às alegações do senador eleito, antes evasivo, mas não são apenas esses depósitos e o título que pesam contra ele. Há também a suspeita de ter participado de um esquema que teria concentrado recursos na conta de seu ex-assessor Fabrício Queiroz e o desgaste político com o pedido feito ao STF que resultou na suspensão das investigações relativas a Flávio determinada pelo ministro Luiz Fux até a palavra do relator Marco Aurélio Mello na volta do recesso judiciário.

Sobre o pedido, Flávio reiterou o que já havia dito à Record na sexta-feira: que não pediu foro privilegiado no Supremo, que apenas fez um questionamento para que o STF decida qual é o foro competente no qual ele deve prestar os esclarecimentos e que informou à Corte sobre o que chamou de atrocidades, acusando a quebra de seu sigilo bancário sem autorização judicial, o vazamento ilegal das informações correspondentes para atingir o filho do presidente e o MP de ter mentido sobre sua condição que ele descobriu ser a de investigado. Elementos que, segundo ele, fizeram sua defesa orientá-lo a não depor antes da decisão solicitada ao Supremo.

Caberá a Marco Aurélio avaliar o caso específico, mas, por um lado, os dados solicitados pelo MP e entregues pelo Coaf sobre movimentações atípicas não necessariamente configuram quebra de sigilo. Por outro, os órgãos públicos destinatários dos relatórios do Coaf devem preservar seu sigilo, como ocorrem com as informações fiscais enviadas pela Receita Federal.

Não é porque a imprensa pode publicar informações sigilosas que apura que vazamentos não devem ser investigados e os servidores responsáveis punidos. Mas, obviamente, não é porque há vazamentos que a investigação tem de ser jogada no lixo.

Flávio sabe que ela vai continuar, seja onde for, de modo que, além de cobrar atenção equivalente a outros deputados como André Ceciliano, do PT, cujos assessores movimentaram dezenas de milhões de reais a mais que Queiroz, negou que seus funcionários na Alerj devolvessem parte do salário em esquema conhecido como caixinha parlamentar ou rachid; disse que teria denunciado e mandado prender os envolvidos se soubesse disso; afirmou que não está na vida pública por dinheiro; alegou que, em certos períodos, vários cargos de seu gabinete ficaram até vagos, o que não aconteceria se quisesse acumular recursos dessa forma; mas que não tem como saber o que funcionários fazem da porta do gabinete para fora.

O senador eleito relatou ainda que não falou mais com Queiroz para não despertar suspeita de que estivessem combinando versões, mas que a explicação que ouviu do ex-assessor após a divulgação do primeiro relatório do Coaf e que havia dito à imprensa ter considerado “plausível” foi que parte dos 600 mil reais que entraram na conta de Queiroz foi da esposa e das filhas dele empregadas no gabinete, porque ele tomava conta do dinheiro da família, e que, em relação aos depósitos de outros assessores, cada caso era um caso, mas que seriam fáceis de explicar. Flávio não explicou essa parte. Ele já havia dito que não tem culpa de Queiroz estar com câncer e “que quanto mais ele demora, mais me prejudica, porque continua essa espada sob a minha cabeça, como se eu tivesse alguma responsabilidade por ato de terceiros, que eu não tenho”.

Enquanto as investigações não avançam, e o ex-assessor não convence ninguém, a espada continua mesmo lá.

Arquidiocese da Paraíba tem de pagar R$ 12 milhões por abuso sexual

0

Quatro padres da Basílica Nossa Senhora das Neves, em João Pessoa, teriam tido relações sexuais com os adolescentes, segundo a TV / Foto: Divulgação/CNBB

Quatro padres da Basílica Nossa Senhora das Neves, em João Pessoa, teriam tido relações sexuais com os adolescentes, segundo a TV
Estadão Conteúdo / Foto: Divulgação/CNBB

A Justiça do Trabalho condenou Arquidiocese da Paraíba a pagar R$ 12 milhões de indenização por exploração sexual cometida por padres contra crianças e adolescentes, segundo reportagem do programa Fantástico, veiculada na noite deste domingo (20) pela TV Globo. Na Justiça, os envolvidos negaram os crimes.

“Foi apurado que havia um grupo de sacerdotes, de forma habitual, que pagava por sexo a flanelinhas, coroinhas e também a seminaristas”, afirmou o procurador Eduardo Varandas, ao Fantástico. Quatro padres da Basílica Nossa Senhora das Neves, em João Pessoa, teriam tido relações sexuais com os adolescentes, segundo a TV.

O jornal O Estado de S. Paulo procurou neste domingo a Arquidiocese e o Ministério Público da Paraíba, mas não conseguiu contato. À TV, dom Aldo Pagotto, que estava à frente da arquidiocese na época da denúncia, disse que não participaria desse tipo de reportagem e que os padres acusados já haviam sido inocentados na Justiça Criminal. A reportagem afirma que esse inquérito, na realidade, foi arquivado. Dom Aldo deixou a arquidiocese local em 2016.

O pagamento aos jovens explorados seria feito em dinheiro e até em comida, segundo a denúncia. “A característica da exploração sexual é ausência da vontade livre para praticar o ato”, disse Varandas.

Um ex-seminarista afirmou à TV ter sido explorado pelos sacerdotes. “(Havia) abuso sexuais por parte dos padres e de seminaristas. Através de palavras, de atos, pegavam nas minhas partes sexuais”, declarou a vítima ao Fantástico. Na época, ele tinha 17 anos. “A palavra de ordem seria: ‘passando por esse processo você vai conseguir chegar a ser padre’.”

Em depoimento para o Ministério Público do Trabalho, segundo a reportagem, um ex-funcionário da Catedral disse que um dos padres “levava coroinhas e outros meninos, todos menores de idade, para dormir com ele nos quartos que ficavam atrás da Igreja”.

Um dos jovens que guardava carros na frente da Igreja declarou à Justiça ter tido relação sexual com um padre da arquidiocese. O flanelinha foi assassinado em dezembro de 2016 – segundo a Polícia Civil da Paraíba, não haveria indícios de queima de arquivo. Ainda de acordo com o ex-funcionário, que trabalhou por 30 anos na Basílica, outro padre levaria “meninos para casa dele”.

As investigações de abuso começaram após o vazamento de uma carta que denunciava casos na Igreja em 2014. Um inquérito criminal contra os sacerdotes foi arquivado. Ao programa, o Ministério Público disse que havia elementos para a denúncia, mas que os crimes já haviam prescrito. O processo, porém, seguiu na Justiça do Trabalho. Para a sentença, foi fixado o valor de R$ 1 milhão de indenização para cada ano de dom Aldo à frente da Arquidiocese, segundo a reportagem.

O valor será destinado para fundos da infância e da adolescência e instituições que trabalham com jovens explorados.

htnet

Sem Aeroporto e Terminal Rodoviário digno, fica difícil viabilizar turismo no Araripe

0

A ouvinte da Rádio Arari FM Nilsa Ramos de Moura, teçeu comentários sobre o assunto na página do Blog do Roberto no facebook

Por Roberto Gonçalves / Foto: Araripina.com

A ouvinte da Rádio Arari FM e leitora do Blog do Roberto, Nilsa Ramos de Moura, fez um comentário nesse fim de semana em uma rede social, no mínimo desafiador. Dona Nilsa lamentou a falta de interesse dos governantes promover o desenvolvimento turístico do interior, principalmente do Sertão.

A aposentada de 80 anos, chamou a atenção das autoridades competentes com relação ao Aeroporto e o Terminal Rodoviário de Araripina, que segundo ela, sem esses equipamentos, fica difícil viabilizar o turismo no Araripe.

“ É pena que os governantes não demonstram interesse quanto ao desenvolvimento turístico do interior, principalmente do Sertão. Além de, no caso de Araripina, ficar muito distante da capital do Estado, não torna fácil para o turista em trânsito, aproveitar algum tour e estender o roteiro enfrentando 700 km de estrada. A Ampliação do Aeroporto com voos comerciais é lógico que viabilizariam essas visitas. Mas, se o governador não nos dá nem uma Rodoviária digna e nem agiliza a ampliação do Aeroporto, provalvemente jamais teremos um turismo forte na Região”, frisou.

Paulo Câmara: 2019 é o ano para finalizar obras complementares da Transposição

0

O governador Paulo Câmara (PSB) cobrou nesta segunda-feira (21) as obras complementares à transposição do rio São Francisco, que dependem de convênio com o governo federal. O socialista condicionou o pagamento pela água à conclusão desses empreendimentos, entre eles a Adutora do Agreste.

“Tão logo as obras estiverem prontas, vamos discutir os custos com o governo federal. Não vamos deixar de pagar”, afirmou Paulo Câmara.

Consta nos termos de compromisso da transposição que caberão aos estados receptores a cobrança da água e o pagamento dos custos de operação e manutenção do sistema ao operador nacional, que até agora é a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

Em Pernambuco, de acordo com Paulo Câmara, a função será da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). A definição sobre esses recursos, segundo o governador, não deverá acontecer em 2019. “Este ano é de fazermos as obras”, disse.

O socialista ainda voltou a garantir que os custos para os consumidores de baixa renda serão menores.

Está em andamento no Estado, sob responsabilidade da Compesa com recursos federais, a primeira etapa da Adutora do Agreste, que vai até São Caetano. A segunda fase ainda será conveniada.

Vice-presidente do PSB, partido de oposição a Jair Bolsonaro (PSL)Paulo Câmara pediu uma reunião com o presidente para discutir essas obras. (NE 10 / Foto: reprodução)

postomagalhaes

Lava Jato acha que dinheiro do BNDES acabou no bolso de Lula

0

Além de dinheiro em caixas de uísque, havia ‘conta corrente’ de Lula na Odebrecht

Diário do Poder / Foto: reproduão

A lista dos financiamentos do BNDES no exterior, divulgada sexta-feira (18), dá sentido às relações promíscuas do ex-presidente Lula com a Odebrecht, que ele beneficiou com 80% das obras em ditaduras latino-americanas e africanas. Integrantes da Lava Jato acham que dinheiro do BNDES acabou no bolso de Lula. Emílio Odebrecht, controlador da empreiteira, confessou até mesmo que havia uma “conta corrente” de R$300 milhões para o ex-presidente presidiário gastar como quisesse. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A relação entre Lula e a empreiteira baiana foi baseada em corrupção, simples assim. A Odebrecht pagou e levou os melhores contratos.

A construção do Porto de Mariel (Cuba) foi financiada pelo banco público BNDES por R$ 2,7 bilhões. E construído pela Odebrecht.

E o ex-ministro Antonio Palocci revelou à Justiça espontaneamente, sem acordo de delação, o “pacto de sangue” entre Lula e a Odebrecht.

A propina era tão rotineira que Palocci contou fazer entregas de dinheiro vivo a Lula em caixas de celular e, claro, de uísque.

Ouça o programa Araripina Urgente de 21/01/2019

0

Roberto Gonçalves / Foto: Fabiano Alencar

Se você perdeu o Araripina Urgente desta segunda-feira, 21 de janeiro 2019, programa que é apresentado pelo radialista Roberto Gonçalves de segunda a sexta-feira, das 7 às 8:30 h, pela Arari FM 90,3 e quer ouvir agora na íntegra, é só clicar abaixo.

No programa, você poderá conferir as seguintes notícias

01- Entrevista: Ze Pelado o assador de carne de bode mais famoso do Brasil fala sobre a recepção que recebeu no Palácio do Governo por Paulo Câmara

02- Araripina: Homem é acusado de abusar sexualmente sobrinha de 7 anos

03- Essa Gleisi Hoffmann vai acabar com o PT, diz Silvio Costa na Arari FM

04- Beneficiarios do Bolsa Família voltarão a ser atendidos nesta segunda-feira (21), em Araripina

05- Casal é preso com 15,5 quilos de maconha em Salgueiro

06- Conhecido radialista pode ser novidade no cenário político de Ouricuri para 2020

07- Advogado é suspeito de matar tio a tiros em Tabira, no Sertão

08- Pernambuco reduz número de homicídios em todas as regiões

09- Igreja Católica na PB é condenada a pagar indenização de R$ 12 milhões por exploração sexual

10- Jair Bolsonaro embarcou nesse domingo, 20, para sua primeira participação no Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça.

11- Palocci diz que Lula pediu R$ 30 mi para Delfim e Bumlai em obra de Belo Monte

12- Flávio Bolsonaro, à RecordTV: Movimentação se refere a negócio imobiliário

13- As manchetes dos principais jornais do País, do Blog do Fredson Paiva e do Blog do Roberto Gonçalves

14- As broncas policiais com o repórter do Rota 903 Fredson Paiva

15- As informações da oferta de emprego na Agência do Trabalho de Araripina com Eldo Brito

16- As notícias esportivas com Roberto Rivelino

17- Os números da PRF nas rodovias que cortam o estado de Pernambuco, com Jota Campos

18- Previsão do tempo para todos os estados da Região Nordeste com Paula Soares do Site Climatempo

19- Participação do ouvinte pelo WhatsApp (87) 9 9161-0116 e facebook

taboril

‘A gente está muito apertado’, diz Paulo Câmara sobre contas de Pernambuco

0

Câmara afirmou ainda que a crise econômica exigiu que o governo se adequasse a uma receita menor / Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem

De acordo com o governador, a situação foi motivada pela crise vivida pelo País nos últimos anos (Governos petista)
JC Online / Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem

Em entrevista à Rádio Jornal, nesta segunda-feira (21), o governador Paulo Câmara (PSB) admitiu que a situação financeira de Pernambuco não é boa em virtude da crise vivida pelo País. “A gente está muito apertado. Isso é uma realidade, porque os últimos anos foram anos de crise”, disse Paulo.

Câmara afirmou ainda que a crise econômica exigiu que o governo se adequasse a uma receita menor e que, com os sinais de melhora da economia, é possível que Pernambuco atenda rapidamente as demandas da população. “A economia está melhorando um pouquinho. Temos que aproveitar isso e fazer com que as coisas em Pernambuco andem mais rápido”, falou o governador.

Paulo afirmou também que o governo irá analisar despesas que podem ser cortadas e, também, buscar melhorias no serviço público sem aumentar os gastos.”Isso é um exercício permanente que todo gestor público vai precisar fazer”, disse ele. “Eu posso garantir que todo nosso planejamento é para que Pernambuco continue com o equilíbrio das contas. É algo muito importante garantir o salário do funcionalismo público, os serviços continuarem funcionando. Pernambuco não pode perder isso”, continuou.

Transposição do São Francisco

À Rádio Jornal, o governador falou que, embora o canal da transposição do Rio São Francisco esteja pronto, em Pernambuco, as obras complementares ainda faltam ser concluídas. Segundo Paulo, após o término das obras, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) irá buscar um acordo com a União para pactuação da conta do Estado em relação à água do Rio. “Tão logo elas [as obras] estejam prontas nós vamos pactuar com o Governo Federal essa conta, nós não vamos deixar de pagar”, afirmou Paulo Câmara.

zepelado

Salgueiro goleia e termina a primeira rodada como líder do Campeonato Pernambucano

0

Depois de estrear com vitória na Copa do Nordeste, o Salgueiro iniciou o Campeonato Pernambucano goleando o Vitória por 6×1, no Estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro. Resultado que lhe coloca na liderança do Estadual. Com os mesmos três pontos de Santa Cruz, Central e Afogados, o Carcará lidera pelos critérios de desempate. Na frente dos rivais pelo saldo de gols.

Consequentemente, o time de Vitória de Santo Antão inicia na lanterna. Semifinalista em 2018, o Salgueiro definiu o duelo ainda no primeiro tempo, com três gols. Anotados por Escuro, Guilherme e um contra. Na segunda etapa, ampliou com Willian Ancicete, Renato e mais um contra. O Vitória descontou com Daniel.

O Salgueiro volta a campo pela segunda rodada do Estadual na quarta-feira, contra o Central, em Caruaru, às 20h. Já o Tricolor das Tabocas tem uma difícil missão. Também na quarta-feira, recebe o Sport, na Arena de Pernambuco, às 20h30.

AFOGADOS

O Afogados iniciou o Campeonato Pernambucano de 2019 com o pé direito. Depois de ter chegado as quartas de finais na edição passada, o time venceu o Petrolina por 1×0, no estádio Vianão, na estreia da competição. O confronto marcou o reencontro do treinador Pedro Manta, hoje no Afogados, com o Petrolina. O técnico esteve a frente do comando da Fera Sertaneja na temporada passada, durante a campanha do acesso à Série A1 do Campeonato Pernambucano.

O único gol da partida foi marcado aos 21 minutos do primeiro tempo, depois de boa jogada do camisa 10 Candinho, que cruzou e o atacante Diego Ceará completou para o gol. Com a vitória, o Afogados ocupa a quarta posição com três pontos, enquanto o Petrolina é o vice-lanterna do campeonato.

Na próxima rodada, o Afogados enfrenta o América, no estádio Ademir Cunha. O jogo acontece na quinta-feira, às 20h. Já o Petrolina encara o Náutico nos Aflitos. A partida é no dia 30 de janeiro, às 20h30. (Radio Jornal)

unipedra

Sete PMs de Pernambuco são presos suspeitos de extorsão em falsas blitzes da Lei Seca

0

No momento da operação, a falsa blitz da Lei Seca estava montada em Porto de Galinhas / Foto Ilustrativa: Miva Filho/SES

Nas abordagens, os policiais cobravam entre R$1.000 e R$ 1.500 para liberar os motoristas com supostas irregularidades
JC Online / Foto Ilustrativa: Miva Filho/SES

Sete policiais militares foram presos, no sábado (19), suspeitos de concusssão, quando servidores públicos praticam extorsão, contra motoristas abordados em blitzes no Litoral Sul de Pernambuco. Os PMs paravam entre 10 e 15 carros, em média, por noite, e simulavam a Operação Lei Seca.

Nas abordagens, os policiais cobravam entre R$1.000 e R$ 1.500 para liberar os motoristas com supostas irregularidades. No momento da operação, a falsa blitz da Lei Seca estava montada em Porto de Galinhas, Ipojuca, na Região Metropolitana do Recife (RMR).

Crime militar

Os PMs acusados estão lotados no 18º Batalhão da Polícia Militar, no Cabo de Santo Agostinho, também na RMR. Os policiais foram autuados por crime militar na Delegacia de Polícia Judiciária Militar da PM (DPJM), no Comando Geral da corporação, no Derby, área central do Recife, e estão detidos no Batalhão de Choque.

Nesta segunda-feira (21), os PMs serão apresentados à Justiça. Foram enquadrados no 305 do Código Penal Militar e responderão não apenas na Justiça Penal, como também em Procedimento Administrativo Disciplinar.

lafer

Flávio Bolsonaro, à RecordTV: Movimentação se refere a negócio imobiliário

0

Os depósitos bancários, realizados entre junho e julho de 2017, foram considerados suspeitos pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) / Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Os depósitos bancários, realizados entre junho e julho de 2017, foram considerados suspeitos pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf)
Estadão Conteúdo / Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) disse que as movimentações suspeitas em sua conta corrente se referem à compra e venda de um apartamento. O filho do presidente Jair Bolsonaro deu entrevista à RecordTV, que vai ao ar neste domingo (20). O portal R7, no entanto, antecipou trechos da defesa de Flávio.

O pagamento de um título bancário emitido pela Caixa Econômica Federal no valor de R$ 1 milhão representou a quitação da compra do imóvel, disse Flávio à reportagem da RecordTV.

Entrevista

O mesmo apartamento, ainda de acordo com o senador eleito, foi vendido posteriormente, e parte do valor foi pago em dinheiro. Por causa disso, Flávio diz ter feito 48 depósitos no valor de R$ 2 mil em sua conta – o limite máximo imposto pelo banco para transações em caixa eletrônico. Os depósitos, realizados entre junho e julho de 2017 em uma agência bancária na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, foram considerados suspeitos pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

Flávio ainda cobrou que seu ex-assessor Fabrício Queiroz dê explicações sobre as movimentações atípicas em sua conta corrente, que somam R$ 7 milhões em três anos.

Confira as vagas de emprego desta segunda-feira (21) na Agência do Trabalho de Araripina

0

Atendimento ao público: 07h às 13h. Rua Joaquim Alexandre Arraes, 84, centro

Por Roberto Gonçalves / Foto: reprodução

Foram divulgadas nesta segunda-feira (21) as vagas de emprego disponíveis para a cidade de Araripina. As oportunidades são disponibilizadas pela Agência do Trabalho de Pernambuco.

Vagas FUNÇÃO ESCOLARIDADE SALÁRIO EXPERIÊNCIA OBSERVAÇÕES
4 vendedor de serviços Ensino fundamental completo não informado Disponibilidade diaria para visitar clientes para oferta de serviços no ramo de Ótica
3 Plaqueiro Ensino fundamental completo não informado 6 meses Vaga para o Distrito de Morais
1 Agente de microcredito Ensino medio completo não informado Possuir CNH “A ou AB” e disponibilidade para viagens
1 Vendedor de material de construção Ensino medio completo não informado 6 meses A empresa solicita candidatos com CNH AC e que saiba conduzir veiculo
1 Técnico de O&M ( PCD) Ensino medio completo 3.172,54 + Vaga para PCD ( Deficiente), curso tecnico em eletromecanica, mecanica ou correlatos

OUTROS SERVIÇOS DA AGÊNCIA:

Habilitação de Seguro Desemprego

Emissão de Documentos: RG; e RESERVISTA

Emissão de Carteira de Trabalho Digital (CTPS)

Atendimento ao público: 07h às 13h. Rua Joaquim Alexandre Arraes, 84, centro.
Contato: (87) 3873.8381.

Moro dirá em Davos que corrupção prejudica negócios e tira recursos de serviços essenciais

0
O ministro da Justiça, Sérgio Moro — Foto: Valter Campanato / Agência Brasil

Por Valdo Cruz — Foto: Valter Campanato / Agência Brasil

Integrante da comitiva brasileira no Fórum Econômico Mundial, o ministro da Justiça, Sérgio Moro, dirá no evento que a corrupção “prejudica negócios legítimos, aumenta os gastos públicos sem proveito coletivo e diminui recursos para serviços essenciais como educação e saúde”.

Moro será apresentado pelo presidente Jair Bolsonaro como o ministro responsável por desenvolver um plano nacional de combate à corrupção.

No discurso, na sessão inaugural do encontro, o presidente vai destacar que o Brasil entrou numa nova era de intolerância com a corrupção, o que irá garantir condições iguais para as empresas que desejam investir no Brasil.

O ministro da Justiça vai seguir na mesma linha do chefe e transmitirá também a mensagem de que o “combate firme à corrupção e à impunidade” é um compromisso do governo brasileiro, em sintonia com os compromissos assumidos nos foros internacionais.

Sergio Moro também vai dizer que a corrupção acaba “fraudando concorrência” e “vicia os gestores públicos”. Para o ministro, o combate à corrupção no país trará segurança jurídica aos investidores, criando uma “economia saudável e competitiva”, focada na eficiência econômica.

Para o ministro, o movimento global de enfrentamento à corrupção, do qual o Brasil está participando nos últimos anos, levou o setor empresarial a implantar procedimentos internos de integridade e programas de compliance, com criação de códigos de ética e de conduta nos negócios no país.

Além de Sergio Moro, também integram a comitiva presidencial os ministros Paulo Guedes (Economia) e Ernesto Araújo (Relações Exteriores). O chefe da equipe econômica será o encarregado de detalhar as medidas para enfrentar a crise fiscal brasileira, cuja prioridade será a aprovar a reforma da Previdência Social.

varejao

Palocci diz que Lula pediu R$ 30 mi para Delfim e Bumlai em obra de Belo Monte

0

O ex-ministro da Fazenda e da Casa Civil Antonio Palocci afirmou, em delação premiada que Delfim Netto recebeu R$ 4 milhões de um acerto de R$ 15 milhões de propinas ao PT supostamente repassados pela Andrade Gutierrez. Delfim foi o todo poderoso ministro da Fazenda do regime militar, nos anos 1970. Ele ficou famoso como o ministro do ‘milagre econômico’.

Em nove de março de 2018, o Delfim foi alvo de buscas e apreensões no âmbito da Operação Buona Fortuna, 49ª fase da Lava Jato. Segundo os investigadores, já foram rastreados pagamentos em valores superiores a R$ 4 milhões de um total estimado em R$ 15 milhões.

Primeiro delator do núcleo político de comando do esquema de corrupção sistêmica nos governos do PT revelado pela Lava Jato, Palocci detalhou sua atuação no acerto de R$ 135 milhões em propinas em Belo Monte – equivalente a 1% do contrato de R$ 13,5 bilhões. O valor dividido de forma igualitária, 50% cada, entre o PT e o MDB. E incriminou Lula e Dilma no esquema.

Palocci afirma que Lula “se envolveu diretamente” na corrupção em Belo Monte. Segundo o delator, o ex-presidente exigiu que o amigo José Carlos Bumlai, pecuarista com livre acesso ao Planalto em seu governo, e Delfim Netto recebessem “milhões” no negócio, por terem formulado o consórcio vencedor do contrato.

O ex-ministro disse que ‘Lula insistia que deveriam ser pagos em virtude da atuação de Delfim Neto e Bumlai na formação do consórcio vencedor e ‘que Lula informou que Bumlai e Delfim Neto deveriam receber R$ 30 milhões pela formação do consórcio alternativo e que ainda não tinham sido pagos’.

Segundo Palocci, Lula estava ‘irritado’ porque Dilma Rousseff não havia autorizado o pagamento de propinas ao PT pela construção de Belo Monte, já que haveria um outro acerto com o PMDB.

O ex-ministro afirma que recebeu um pedido de Lula para que ajudasse o então tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, a remunerar Delfim e Bumlai pela ajuda que teriam dado ao consórcio vencedor de Belo Monte.

Para Palocci, a ‘presença de Bumlai significava que havia interesses também de Lula no recebimento dos valores’. O ex-ministro diz que ‘recebeu um visita de do executivo da Andrade Gutierrez Otávio Marques de Azevedo, ‘o qual se fazia
acompanhado de Jose Carlos Bumlai, na sede’ de sua empresa Projeto.

Na reunião, segundo Palocci, Otávio indagou se havia necessidade de se pagar cerca de R$ 30.000.000,00 (trinta milhões) a Antonio Delfim Netto e ainda disse que ‘iria abater os pagamentos dos valores que eram devidos pelas empresas do consórcio construtor ao PT e ao PMDB, ou seja, seriam abatidos quinze milhões dos valores de cada agremiação’.

De acordo com Palocci, ‘pela presença de Bumlai na reunião, confirmava-se o que posteriormente Lula confidenciou, de que também Bumlai  pretendia receber parte dos 30 milhões’ e que ‘os trabalhos de Bumlai eram feitos, muitas das vezes, para a sustentação da família de Lula’.

Palocci relata que R$ 15 milhões, metade do total, foram quitados a Delfim e ao PT. Delfim teria ficado com R$ 4 milhões.

COM A PALAVRA,  OS ADVOGADOS RICARDO TOSTO E JORGE NEMR, QUE DEFENDEM DELFIM

“Caros, todos os esclarecimentos e as informações sobre esse tema já foram prestados às autoridades.

A defesa do professor Antonio Delfim Netto, representada pelos advogados Ricardo Tosto e Jorge Nemr, esclarece que “o professor Delfim Netto não ocupa cargo público desde 2006 e não cometeu nenhum ato ilícito em qualquer tempo. Os valores que recebeu foram honorários por consultoria prestada”.

COM A PALAVRA, DILMA ROUSSEFF

As novas mentiras de Palocci
Dilma rebate as novas declarações fantasiosas do ex-ministro

A propósito das supostas novas declarações do senhor Antônio Palocci, a Assessoria de Imprensa de Dilma Rousseff registra:

Mais uma vez, o senhor Antônio Palocci mente em delação premiada, tentando criar uma cortina de fumaça porque não tem provas que comprometam a idoneidade e a honra da presidenta Dilma.

É fantasiosa a versão de que ela teria “dado corda” para a Lava Jato “implicar” Lula. Isso não passa de uma tentativa vazia de intrigá-la com o presidente Lula.

Na verdade, a delação implorada de Palocci se constitui num dos momentos mais vexaminosos da política brasileira, porque revela o seu verdadeiro caráter.

Assessoria de Imprensa
Dilma Rousseff

COM A PALAVRA, LULA

SOBRE HISTÓRIAS DE PALOCCI E MOTORISTAS PLANTADAS HOJE CONTRA LULA

A Lava Jato tem quase 200 delatores beneficiados por reduções de pena. Para todos perguntaram do ex-presidente Lula. Nenhum apresentou prova nenhuma contra o ex-presidente ou disse ter entregue dinheiro para ele. Antônio Palocci, preso, tentou fechar um acordo com o Ministério Público inventando histórias sobre Lula. Até o Ministério Público da Lava Jato rejeitou o acordo por falta de provas e chamou de “fim da picada”.
Mas o TRF-4 decidiu validar as falas sem provas de Palocci, que saiu da prisão e foi para a casa, com boa parte de seu patrimônio mantido em troca de mentiras sem provas contra o ex-presidente. O que sobra são historinhas para gerar manchetes caluniosas.
Todos os sigilos fiscais de Lula e sua família foram quebrados sem terem sido encontrados valores irregulares.
Há outros motoristas e outros sigilos que deveriam ser analisados pelo Ministério Público, que após anos, segue sem conseguir prova nenhuma contra Lula, condenado por “atos indeterminados”. Curiosa a divulgação dessa delação sem provas justo hoje quando outro motorista ocupa o noticiário.
Assessoria de Imprensa do ex-presidente Lula

ararifm

Casal é preso com 15,5 quilos de maconha em Salgueiro

0
Foto: 8º BPM/divulgação

Um casal foi preso com 15,5 quilos de maconha e uma pistola calibre 32, municiada, na cidade de Salgueiro, no Sertão de Pernambuco. A prisão, feita por policiais militares do 8º Batalhão da Polícia Militar, aconteceu na última sexta-feira (18), no bairro de Primavera.

De acordo com a PM, as equipes receberam informações de que  uma mulher estaria carregando uma bolsa com tabletes de maconha. Os policiais realizaram rondas e localizaram a suspeita, que informou que havia entregado a droga na residência do suspeito.

Ao realizar a revista na casa do homem, a polícia encontrou o entorpecente e encaminhou a ocorrência para a delegacia do município. Os dois foram autuados em flagrante delito e foi constatado que o homem era foragido da Justiça. (Fonte: Rádio Jornal)

armazem