Início Notícias Neto de Luiz Gonzaga protesta contra mudança do nome da Missa do...

Neto de Luiz Gonzaga protesta contra mudança do nome da Missa do Vaqueiro

51
Foto: reprodução

O cantor e compositor Daniel Gonzaga, neto de Luiz Gonzaga, manifestou-se nas redes sociais contra o que ele chamou de “apagamento cultural” do legado de sua família. Em um vídeo, Daniel criticou o lançamento de uma música gravada pela ex-BBB Juliette sem a autorização da família do compositor Luiz Gonzaga e condenou uma proposta de mudança do nome da Missa do Vaqueiro, tradicional evento religioso católico realizado ao ar livre na Zona Rural de Serrita (PE), Sertão Central.

“Querem mudar o nome da Missa do Vaqueiro para Festa de Jacó, apagando mais de 50 anos de história. Uma história criada por padre João Câncio, Luiz Gonzaga e o poeta Luiz Bandeira. Uma votação está para acontecer na próxima terça-feira para colocar, por iniciativa da prefeitura, do governo, uma festa que é reconhecidamente do povo. Esse apagamento é muito grave”, criticou Daniel Gonzaga.

Ele enfatizou que a música de Luiz Gonzaga e a Missa do Vaqueiro são patrimônios culturais que precisam ser preservados. “Atenção: não misturar o nome da Família GONZAGA com lançamentos que nada têm a ver com a história dele. Há uma distorção grave acontecendo no mercado da música. Os dois assuntos, Gonzaga e Missa do Vaqueiro, são patrimônio imaterial e devem ser protegidos”, desabafou o compositor em seu perfil no Instagram.

Missa do Vaqueiro

A Missa do Vaqueiro foi criada por Luiz Gonzaga e o padre João Câncio em homenagem a Raimundo Jacó, vaqueiro e primo de Luiz Gonzaga, assassinado em 1954 e encontrado morto em uma estrada no meio da caatinga. O evento, que inspirou a música “A Morte do Vaqueiro”, de Luiz Gonzaga, teve sua primeira edição em 18 de julho de 1970 e, desde então, é realizado anualmente no quarto domingo do mês. (Fonte: Folha/PE)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here