Início Notícias Ministro reconhece momento ‘delicadíssimo’ na campanha de Dilma

Ministro reconhece momento ‘delicadíssimo’ na campanha de Dilma

896
alt

alt

Gilberto Carvalho diz que ‘estava muito difícil andar com o broche ou a bandeira da Dilma’

RECIFE — Em visita a Pernambuco, para uma ofensiva contra a candidatura de Aécio Neves (PSDB) à Presidência da República, o ministro-chefe da Secretaria da Presidência da República, Gilberto Carvalho, reconheceu que a campanha eleitoral da presidente Dilma Rousseff vive um momento “delicadíssimo”, e conclamou a militância a ir às ruas para reverter o resultado do primeiro turno.

— Atravessamos um momento delicadíssimo da nossa campanha. Plantou-se um ódio enorme em relação a nós. Eu não sei o que foi aquilo. Em São Paulo, estava muito difícil andar com o broche ou a bandeira da Dilma. Em Brasília, a cidade estava amarela, sem vermelho. O ódio tem sido construído com a gente sendo chamado de ladrão. Com frequência, a gente vem sendo chamado com desprezo. Estamos sendo chamados de um grupo de petralhas que assaltaram o governo – disse o ministro, se referindo ao neologismo que funde “petista” com “irmão metralha”.

Gilberto Carvalho reconheceu que a classe média está refratária ao PT, e que há dificuldades de diálogo. O ministro fez as considerações em plenária, onde foi lançado um manifesto a favor de Dilma. No fim da reunião, o documento tinha 104 assinaturas. No encontro, o ministro disse que é muito mais importante ter uma militância do que ganhar aliados de ocasião.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here