Início Notícias Lula fracassa em São Paulo

Lula fracassa em São Paulo

598
alt

alt

Candidato a governador por São Paulo, o ex-ministro Alexandre Padilha (PT), mais uma invenção do ex-presidente Lula depois de criar o factoide Fernando Haddad, o pior prefeito da capital paulista, patina nas pesquisas de intenção de voto dentro da margem de erro, entre 3% a 5%.

São Paulo vai se configurando, mais uma vez, como provável cenário em que o PT perderá a eleição para o PSDB. Pela pesquisa do Ibope de ontem, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) alcança 50% contra 11% de Paulo Skaf, do PMDB, enquanto Padilha alcança apenas 5%.

Lula já prestou um grande desserviço a São Paulo impondo goela abaixo, há dois anos, Fernando Haddad para prefeito. Se desse certo, seria um dos nomes que o ex-presidente projetaria para sucedê-lo no plano nacional.

Mas como o rapaz é muito ruim de serviço, liderando, para baixo, o ranking de avaliação dos prefeitos de capitais, não há mais salvação. Lula já perdeu a esperança de uma possível recuperação da sua gestão assim como as principais lideranças do PT.

Uma prova de que inventar em política é uma jogada de alto risco. Alckmin, apesar de todos os percalços, lidera para governador em cima do desastre administrativo do PT na capital.

A candidata natural do PT seria a ex-prefeita e hoje ministra Marta Suplicy, mas Lula não gosta dela como também não tolera Mercadante, o principal auxiliar de Dilma.

Prefere, como todo coronel que se preza, tirar um nome do bolso do colete, repetindo a trapalhada agora com Padilha, que pode até ser um bom nome, mas o fator Haddad é uma péssima referência, que só puxa o PT para baixo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here