Início Notícias Executiva Estadual do PT tira direito de jovem disputar Prefeitura de Itambé

Executiva Estadual do PT tira direito de jovem disputar Prefeitura de Itambé

276
Foto: reprodução

Lideranças petistas como a senadora Teresa Leitão e o ex-deputado federal Fernando Ferro assinam uma nota em solidariedade à pré-candidata a prefeita de Itambé, Manuela Mattos, que pode acabar não disputando a prefeitura do município por decisão da Executiva Estadual da legenda. Confira abaixo a nota na íntegra.

Expressamos, através desta nota, nossa solidariedade ao PT de Itambé e a pré-candidata a prefeita na cidade, Manuela Mattos, após a absurda decisão da maioria da Executiva Estadual que tenta tirar do partido o direito de disputar a eleição municipal este ano. 

O PT de Itambé simboliza a luta de décadas pela dignidade do povo do campo e da cidade, oprimidos pela falta de direitos e pela violência. Ao longo da última década, após a trágica morte de Manoel Mattos, assassinado por ser um militante do PT em defesa dos trabalhadores do campo, o  diretório da cidade conseguiu renovar-se e manter-se organizado, contrariando o que desejavam seus algozes. Essa renovação se deu sob a liderança de uma jovem militante qualificada, respeitada no partido e com muita disposição de luta: Manuela Mattos. 

O fato de ser Manuella, filha daquele que os poderosos tentaram calar, a liderança que levantou, reorganizou e conduziu o PT de Itambé a uma corajosa candidatura municipal carrega uma força que somente uma enorme pobreza política pode ignorar. 

A decisão da Executiva Estadual, conduzida pelos que possuem maioria no PT de Pernambuco, ocorreu sob forte protesto e voto contrário de várias lideranças e correntes internas. Suas consequências vão além da candidatura de Manuela, já que tal ato prejudica a chapa proporcional e destrói o Diretório da cidade, um dos mais mobilizados e aguerridos do estado. 

Trata-se de uma decisão de grupo, fruto de retaliação pessoal a Manuela Mattos e que sobrepôs ao cuidado com o PT a tentativa de prejudicar uma liderança jovem, que mesmo ameaçada pelo trágico assassinato de seu pai, segue fazendo política com extrema coragem e determinação. Aos que decidiram por isso, faltou zelo pelo partido, faltou grandeza política, faltou respeito à história de uma das militâncias mais históricas e lutadoras do PT. 

Repudiamos veementemente a decisão da Executiva Estadual e nos solidarizamos com a militância do PT de Itambé, composta por gente lutadora e simples, que se mantém de pé frente aos poderosos da região com muita coragem e não merece ser perseguida, atropelada e deixada de mãos vazias por parte da direção estadual. Nos solidarizamos também com Manuella Mattos, uma das principais lideranças jovens do PT em Pernambuco, que sofre absurda e inexplicável perseguição política de membros da direção estadual do PT. 

A luta de Manoel Mattos vive! A luta de uma alternativa petista, compromissada com o presidente Lula e com a trajetória histórica da classe trabalhadora da região resiste e seguirá viva, queiram ou não queiram os juízes. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here