Início Notícias Conselho Empresarial da FIEPE do Araripe debate sobre matriz energética e o...

Conselho Empresarial da FIEPE do Araripe debate sobre matriz energética e o novo Centro Avançado de Tecnologia

69
Foto: divulgação

O Conselho Empresarial da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco – FIEPE, reuniu-se, ontem, 21, para a primeira reunião com os empresários do Araripe e entidades parceiras, para deliberar assuntos da indústria regional.

Dois temas de grande importância foram trazidos para o debate com os conselheiros, empresários e representantes das entidades: o anúncio da chegada do Gás Natural Liquefeito (GNL) como matriz energética para as indústrias do polo gesseiro e as novas diretrizes de atuação do Centro Avançado de Tecnologia do Araripe (CAT).

Os conselheiros deliberaram sobre a importância de a FIEPE solicitar, ao Governo do Estado e à Copergás, o cronograma da construção da usina de regaseificação, bem como das ações de financiamento para conversão dos fornos das indústrias de calcinação. Ambas as ações foram anunciadas recentemente pela governadora Raquel Lyra em passagem pela região e fazem parte dos pleitos constantes na Política Industrial defendida pela FIEPE.

Presente à reunião do Conselho Empresarial, a diretora da Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), Teresa Maciel, apresentou as recentes atividades da Diretoria de Avanço Tecnológico em todo o Estado e quais são as ações previstas para o Centro Avançado de Tecnologia do Araripe (CAT), localizado em Araripina. O espaço está passando por uma série de estudos para sua reativação através da parceria entre a SECTI com outras instituições, a exemplo do SENAI, do SEBRAE, do Porto Digital e do Governo de Pernambuco.

De acordo com a diretora regional da FIEPE no Araripe, Daniela Batista, o primeiro encontro do ano dos empresários foi marcado por notícias animadoras para a indústria. “A FIEPE está sempre atenta para dialogar com todas as instituições e governos no sentido de trazer benefícios para as indústrias da região. Estão em curso grandes projetos que vão trazer novas alternativas de matriz energética, ações de fomento à inovação, tecnologia além de capacitações e treinamentos. Este cenário nos deixa otimista que será um ano de muito crescimento para todos que fazem a indústria do Araripe”, afirmou.

Sistema FIEPE – Mantido pelo setor industrial, atua no desenvolvimento de soluções para trazer ainda mais competitividade ao segmento. Além da FIEPE – que realiza a defesa de interesse do setor produtivo – conta ainda com o SESI, o SENAI e o IEL. Pelo SESI-PE, são oferecidos serviços de saúde e educação básica para os industriários, familiares e comunidade geral. O SENAI-PE, além de formação profissional, atua em metrologia e ensaios, consultorias e inovação. O IEL-PE foca na carreira profissional dos trabalhadores, desde a seleção de estagiários e profissionais, até a capacitação deles realizada pela sua Escola de Negócios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here