Início Notícias Bolsonaro é investigado por “importunação” de baleia jubarte; MPF acompanhará caso

Bolsonaro é investigado por “importunação” de baleia jubarte; MPF acompanhará caso

274
Foto: reprodução

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou um processo administrativo para acompanhar um inquérito da Polícia Federal que investiga se o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) “importunou” uma baleia jubarte durante um passeio de jet ski no litoral de São Sebastião, em São Paulo, em junho deste ano. A informação foi publicada no diário oficial do MPF nesta sexta-feira (17).

De acordo com o documento, assinado pela procuradora da República, Marília Soares Ferreira, Bolsonaro é suspeito de um “possível crime de importunação intencional de espécies de cetáceos”, previsto em uma lei de 1987 que proíbe a pesca de animais como baleias e golfinhos nas águas jurisdicionais brasileiras. O MPF destaca ainda que o fato foi constatado a partir de vídeos postados em redes sociais, que mostram uma pessoa conduzindo um jet ski a cerca de 15 metros da baleia jubarte. Bolsonaro seria o condutor da moto náutica.

Em agosto, Wagner Teixeira (Avante), vereador de São Sebastião, foi multado pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) em R$ 2,5 mil pelo mesmo motivo: “molestar de forma intencional uma baleia”.

Nas redes sociais, aliados do ex-presidente ironizaram e criticaram a investigação. “Eu queria que fosse piada ou pegadinha… mas não… é verdade… vão investigar mesmo. A Dama do Tráfico, isso deixa quieto… foi engano… mas molestar a baleia, esse Bolsonaro foi longe demais. Esse é o nível de acefalia de dirigentes de nossas instituições. E o pior: esses caras são ‘autoridades’. Tem poder na caneta”, tuitou o senador catarinense Jorge Seif (PL).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here