Início Notícias Araripina: Populares se revoltam com vendas de lugares na fila da Caixa...

Araripina: Populares se revoltam com vendas de lugares na fila da Caixa Econômica

535
Foto: Blog do Roberto Araripina

Por Blog do Martinho Filho

Uma prática que vem revoltando alguns usuários da Caixa Econômica Federal, sobretudo os que buscam receber o auxílio emergencial do governo, é a venda de lugares nas filas. Comumente todos os dias se formam longas filas de pessoas das mais diversas regiões de Araripina e também de outros municípios. Pessoas madrugam nas filas para “garantir” o atendimento.

Contudo, alguns espertinhos passam a noite na fila ocupando os primeiros lugares para vender no dia seguinte. Muitos não se dão ao trabalho de ficar na fila e colocam cadeiras, pedaços de madeira, pedras e outros objetos para “guardar” o lugar e garantir a venda.

A nossa reportagem esteve no local e sentiu de perto a revolta dos usuários da Caixa Econômica com essa prática. Inclusive, eles pedem que as autoridades tomem providências, a fim de coibir este tipo de ação.

“Muitas pessoas chegam de madrugada e simplesmente tem que ficar atrás das pedras, cadeiras, pedaços de pau, porque os lugares estão reservados para serem vendidos. O que mais revolta é que ainda tem gente que paga por este serviço. Por isso, eles estão lá todos os dias, porque têm os bestas que pagam”, disse revoltada uma moradora do Sítio Aperto, que pediu reserva no seu nome.

Morador do Sítio Marinheiro, outro usuário da Caixa Econômica, que não quer seu nome revelado, desabafou com indignação a situação que ocorre nas filas da agência. “É um absurdo o que acontece aqui. Cheguei 3h30 da madrugada e os lugares da frente “ocupados” com pedras, cadeiras e capacetes para serem vendidos. Aqui virou um comércio, guardar lugar na fila e depois vender. Que sejam tomadas providências para esse absurdo”.

Vale ressaltar que na manhã desta quinta-feira aconteceu uma briga envolvendo “guardadores” de lugares nas filas da Caixa. As vias de fato aconteceu na Praça Frei Ibiapina, que fica em frente à agência. A Polícia Militar foi acionada para conduzir os brigões até a delegacia local.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here