Início Site

Araripina: Cremepe promove palestra de sobre Ética e Responsabilidade médica

Foto: divulgaçãoO Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) promoverá encontro sobre “Ética e Responsabilidade Médica” no próximo dia 19 de outubro, às 19h, no auditório da Faculdade de Medicina de Araripina. A aula será ministrada pelo conselheiro Francisco Atanásio. O evento será destinado aos médicos e estudantes de medicina, tendo o apoio do Instituto Social das Medianeiras da Paz, como fazendo parte das comemorações da semana do médico.

A palestra abordará os princípios éticos que regem a profissão médica, chamando atenção para o fato de que a medicina é uma profissão a serviço da saúde do ser humano e da coletividade, devendo ser exercida sem discriminação de qualquer natureza. Assim, o evento servirá para que sejam trocadas ideias para a elevação do exercício da profissão.

Considerando que os avanços biotecnológicos colocam o médico, no seu cotidiano, diante de novas fronteiras éticas e legais, sendo necessária constante atualização, tanto técnica como em relação às normas e resoluções que regulamentam o exercício profissional.

O presidente do Cremepe, Maurício Matos, explica que a ideia de realizar a palestra em Araripina é para além de comemorar o Dia do Médico – 18 de outubro, levar para a região atualizações do código de ética médica e tirar dúvidas sobre as normas que regem o exercício profissional. Está entre os objetivos do evento, o de consolidar a aproximação cada vez maior entre o Cremepe e todos os médicos e médicas do Estado.

Pernambuco quita todas as parcelas do Garantia-Safra 2020-2021

Foto: reprodução

Mais de 100 mil famílias em 98 municípios pernambucanos são beneficiadas

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Agrário, aportou o montante de R $10.278.438,00 ao Fundo Garantia-Safra. Com o investimento, foram quitadas todas as parcelas para a Safra 2020-2021, assegurando a produção de 100.769 famílias em 98 municípios do semiárido pernambucano. “Desde 2015 não acontecia o pagamento integral do GS dentro do prazo. É fruto do nosso empenho junto ao governador Paulo Câmara para o crescimento da nossa agricultura”, afirmou o secretário Claudiano Martins Filho.

O Programa Garantia-Safra é uma ação pública de extrema relevância que busca mitigar os efeitos da seca sobre a produção de algumas culturas de subsistência, como milho e feijão. Além disso, sua atuação como política de transferência direta de renda permite amenizar a desigualdade econômica do semiárido para as mais de 694 mil famílias em 1.096 municípios do semiárido nordestino. Com isso, busca garantir as condições mínimas de permanência no campo, movimentando a economia dos pequenos e médios municípios de base produtiva rural.

O Fundo é responsável pela captação de recursos que irão beneficiar os agricultores familiares em situação de risco nutricional e alimentar que tiverem perda de suas lavouras comprovada, conforme normas do Programa Garantia-Safra. Para estas famílias, será pago o benefício de R$850,00 em parcela única, o que deverá ocorrer no mês de novembro deste ano. A liberação vai depender da avaliação feita pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), por meio de sua Coordenação Geral do Programa Garantia-Safra.

Em Pernambuco, o Programa é coordenado pela Secretaria Executiva da Agricultura Familiar, sob a responsabilidade do Secretário Executivo, Humberto Arraes.  O coordenador estadual, Tarcísio Pontes, alerta que alguns municípios ainda não quitaram seus aportes e que para que estes tenham sua perda avaliada e possam aderir a nova Safra é preciso estar atento ao calendário de execução.

ANA aponta ações e investimentos para garantir abastecimento de água em Pernambuco até 2035

Foto: reprodução

Indicar os investimentos necessários para o abastecimento urbano de água em todas as 5.570 sedes municipais do Brasil – do manancial até as torneiras – de modo que elas possam se planejar para atingir uma maior segurança hídrica. Com esse objetivo, a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico lança o Atlas Águas – Segurança Hídrica do Abastecimento Urbano nesta segunda-feira, 18 de outubro, às 12h30, em Curitiba (PR), durante o 31º Congresso da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES). Os dados por município podem ser consultados em: http://atlas.ana.gov.br.

Para Pernambuco, o Atlas Águas indica que são necessários R$ 8,05 bilhões em investimentos até 2035 para universalizar o abastecimento de água no estado. Tal montante representa 19,7% de todo o investimento necessário para o Nordeste, sendo R$ 6,69 bilhões em produção de água (83,09%) e R$ 1,36 bilhão em distribuição de água (16,91%). Acesse a lista de ações e investimentos detalhados na publicação.

Além disso, o levantamento da ANA traça um diagnóstico do abastecimento em Pernambuco, considerando o tipo de empresa que realiza o serviço, tipos de mananciais utilizados, tipos de sistemas e a população coberta pelo abastecimento urbano de água.

O Atlas Águas indica que é necessário um investimento total de R$ 110 bilhões até o horizonte de 2035 em infraestrutura de produção e distribuição de água, reposição de ativos dessas infraestruturas, controle de perdas do recurso e medidas voltadas à gestão para melhorar a segurança hídrica das cidades brasileiras. Desse montante, o Sudeste e o Nordeste demandam 76% dos investimentos por terem os maiores contingentes populacionais e, portanto, as maiores demandas pelo recurso.

Em sua segunda edição, o Atlas Águas apresenta um novo índice de segurança hídrica para todos os municípios do Brasil, levando em consideração tanto o Plano Nacional de Segurança Hídrica (PNSH) quanto as recentes crises hídricas ocorridas em diferentes regiões do País. Nesse sentido, o levantamento aponta que 77,3 milhões de brasileiros (36% da população urbana) vivem em 1.975 cidades com abastecimento de água classificado com segurança hídrica média; 50,8 milhões em 785 cidades com segurança hídrica baixa ou mínima; 50,2 milhões em 2.143 sedes urbanas com alta segurança hídrica; e 7 milhões em 667 cidades com segurança hídrica máxima.

Para o Atlas chegar a esses números, foi necessária a análise de 4.063 pontos de captações de águas superficiais e 14.189 captações subterrâneas. Essa avaliação da segurança hídrica das sedes municipais também considerou a vulnerabilidade dos mananciais, a capacidade dos sistemas produtores de água, o desempenho dos sistemas de distribuição com base na cobertura da rede e no gerenciamento de perdas de água. Além disso, a base de dados do levantamento envolveu o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), prestadores de serviços de saneamento e instituições públicas e privadas de todo o País.

Já em termos de vulnerabilidade dos mananciais, 56% das cidades possuem mananciais não vulneráveis no aspecto de segurança hídrica, eventos críticos (como secas e enchentes), mudanças climáticas e resiliência – totalizando uma população de 105,6 milhões de pessoas. Nas demais 44% das cidades, há mananciais com vulnerabilidade, sendo que as fontes d’água com alta vulnerabilidade atendem a 5,8 milhões de habitantes. Em 39% das cidades, há sistemas produtores de água satisfatórios, em 42% são necessárias ampliações das unidades e em 19% há necessidade de adequações nos sistemas.

Com relação às perdas de água no abastecimento, o Atlas indica que 22% das cidades brasileiras utilizam os recursos hídricos de modo ineficiente (Classe D), 13% necessitam reduzir vazamentos (Classe C), 19% têm potencial para melhorias significativas no tema (Classe B) e 46% precisam realizar avaliações para confirmar a efetividade das melhorias nos índices de perdas (Classe A2). Nenhum município brasileiro está na Classe A1, a mais eficiente segundo a classificação internacional. Sobre os índices de cobertura do abastecimento, 3.574 cidades têm índices superiores a 97%; 725 possuem cobertura entre 90% e 97%; 732 sedes urbanas registram um patamar de 70% a 90%; enquanto 539 apresentam índice inferior a 70%.

 

Os dados da publicação poderão ser acessados via hotsite do Atlas Águas e por meio de aplicativo de celular Água e Esgotos, que é gratuito e está disponível na Google Play Store (para dispositivos Android) e na App Store (iOS). Com isso, órgãos governamentais, prestadores de serviços de abastecimento e a sociedade em geral poderão acessar as informações nacionais, regionais, estaduais ou municipais sobre o tema.

·        Acesse aqui os dados do Distrito Federal e dos estados do Centro-Oeste;

·        Acesse aqui os dados dos estados do Nordeste;

·        Acesse aqui os dados dos estados do Norte;

·        Acesse aqui os dados dos estados do Sudeste;

·        Acesse aqui os dados dos estados do Sul.

‘Um dos maiores roubos’, diz deputado sobre Consórcio Nordeste

Foto: reprodução

Presidente da CPI da Covid no Rio Grande do Norte, Kelps Lima concedeu entrevista ao programa Os Pingos nos Is

Revista Oeste

O deputado estadual Kelps Lima (Solidariedade-RN), presidente da CPI da Covid no Rio Grande do Norte, disse nesta sexta-feira, 15, durante entrevista ao programa Os Pingos nos Is, da rádio Jovem Pan, que houve desvio de dinheiro nas operações encabeçadas pelo Consórcio Nordeste.

“Foi um dos maiores roubos durante a pandemia do novo coronavírus, não tenho dúvida nenhuma disso”, afirmou o parlamentar. “Há confissão, delação premiada. Os documentos são estarrecedores.” Conforme noticiou Oeste, possíveis irregularidades estão sendo investigadas no Rio Grande do Norte.

Lima explica que, agora, a apuração segue por dois caminhos distintos: o primeiro, a tentativa de recuperação do dinheiro, é considerado mais difícil; o segundo, mais fácil, visa a responsabilizar os agentes públicos que são suspeitos de participar do esquema de corrupção.

De acordo com o deputado, mais de 50% do valor pago às empresas na aquisição de respiradores serviu como propina. “Essa operação deu errado porque foi inteiramente desastrosa, nenhum respirador foi entregue. Os Estados perderam 100% do dinheiro investido, R$ 48 milhões.”

Lima chamou a atenção para o fato de o Senado não investigar as irregularidades existentes nas operações do Consórcio Nordeste. “Nos causa estranheza”, revelou. “Sei que há um grupo de senadores tentando levar a investigação adiante, mas é estranho que não consigam.”

Segundo o parlamentar, a investigação sobre o caso é objetiva, de maneira que os membros da CPI da Covid têm elementos suficientes para apurar os desvios de conduta ocorridos durante a pandemia. “Os documentos à disposição mostram que o dinheiro foi literalmente roubado”, afirmou.

Lima ainda criticou o não afastamento de Carlos Eduardo Gabas, ex-secretário-executivo do Consórcio Nordeste. “Os documentos revelam de forma clara que houve favorecimento à cidade de Araraquara, em São Paulo, com dinheiro do povo nordestino. Há, pelo menos, tentativa de favorecimento.”

Conforme diz o deputado, há articulação política para blindar Gabas. “Existe, sim, uma movimentação nesse sentido”, alertou. “Não apenas Gabas, mas também outras figuras do Consórcio Nordeste. Já recebemos pedidos de dispensa de depoentes, mas não vamos liberar ninguém.”

Lima, que também é advogado, disse não haver “quase nenhum” ato com validade jurídica na CPI da Covid. “É frequente a humilhação de testemunhas, a violação da Lei de Abuso de Autoridade”, argumentou. “Aqui no Rio Grande do Norte tomamos todos os cuidados em relação a isso.”

Ipubi: Polícia cumpre mandado de prisão preventiva contra homem acusado de furto qualificado

Foto: ilustração

Policiais Civis da 204ª Circunscrição Policial em Ipubi, juntamente com Policiais Militares da 9ª CIPM, em operação conjunta realizada no final da manhã dessa segunda-feira (18), deram cumprimento ao Mandado de Prisão Preventiva, expedido em desfavor da pessoa de iniciais F.A.D.M, vulgo Bituca, pela prática do crime de furto qualificado.

Após o cumprimento do mandado judicial, o mesmo foi apresentado a autoridade policial responsável, e após as comunicações legais, será apresentado em sede de audiência de custódia.

Esta foi mais ação em conjunto da PCPE e PMPE, com o fito de repelir os crimes de violência e grave ameaça (CVLIs), nas cidades que compõem a região do Araripe.

Irmã Fátima Alencar presta homenagem aos médicos do Araripe

Foto: reprodução

Uma das diretoras do Instituto das Medianeiras da Paz, entidade que administra o Hospital Santa Maria em Araripina e o Regional Fernando Bezerra em Ouricuri, Irmã Fátima Alencar, fez uma singela homenagem aqueles que receberam a importante missão de cuidar das pessoas. Os médicos.

“Nossos parabéns! Hoje para todos os médicos que nos ajudam nessa importante Missão de cuidar das pessoas, nesse pedaços de chão sertanejo. Que Deus abençoe e conduza sempre os vossos passados.”

Central da Construção distribui brindes em homenagem ao Dia do Pintor; ouça

Foto: Élvio Arruda

Por Cidinha Medrado

O Pintor, seja ele da construção civil, decoração, das pinturas rupestres, automotivo, da arte plástica e afins, é o profissional responsável pela proteção e decoração de um ambiente, por isso, é comemorado em 18 de outubro o dia do ‘Pintor’, escolhido em homenagem a São Lucas, o Evangelista, Padroeiro dos Artistas. De acordo com os relatos bíblicos, o chamado “Médico Amado” se destacou também por suas habilidades com a pintura.

O programa Araripina Urgente antecipou para quinta-feira (14), todas as homenagens, de forma especial e contou com a presença do mais popular artista de paredes de Araripina, Reginaldo Pintor, também com a presença de Elvio Arruda, Consultor Sebrae e Josembergue Laurentino (Senai Cursos). Durante essas participações foram realizados sorteios com os ouvintes em parcerias com a Central da Construção (Cader) e Nilsão do Depósito da Central, prêmio em tintas e dinheiro durante uma participação do Reginaldo Pintor.

Élvio Arruda representando o Sebrae relacionou a profissional como uma promessa para os próximos programas de empreendedorismo uma função que cresce constantemente. “O Sebrae atua com os pequenos empresários, nós trabalhamos para isso e o pintor faz parte do nosso público, muito importante”, disse ele.

Josembergue Laurentino que representa o Senai Cursos elogiou o trabalho dos pintores. “Eles transmitem sentimentos e emoções através da pintura, é u profissional que realmente a agente tem que aplaudir”, disse. Ouça:

O uso correto do T, ou benjamin, pode evitar a perca de aparelhos

Foto: divulgação

Veja as dicas do especialista do SENAI-PE

Se você precisa utilizar vários equipamentos em sua casa ao mesmo tempo, mas só conta com uma tomada disponível, o que você faz? Embora a solução ideal seja contratar um eletricista para instalar tomadas novas na residência, a saída mais prática e adotada em grande parte dos lares brasileiros é o uso do benjamin – apetrecho também conhecido como T, devido ao seu formato. Apesar de sua utilização ser autorizada pela legislação brasileira, o especialista técnico em Elétrica do SENAI Pernambuco, Frederico Cezar, alerta que o uso incorreto desses adaptadores pode acarretar em problemas, como a perda de equipamentos e, em casos extremos, provocar incêndios.

Segundo o especialista, as tomadas residenciais são projetadas para suportar uma corrente determinada – normalmente, 10 amperes ou, em casos específicos, 20 amperes. “Quando colocamos um benjamin na tomada e conectamos mais equipamentos em um único ponto, é possível que, eventualmente, o limite de utilização que aquela tomada suporta seja ultrapassado”, pontua o engenheiro elétrico. Para evitar o risco de aquecimentos e curtos-circuitos, é importante observar e somar as informações que estão escritas nos equipamentos acerca da corrente elétrica por ele utilizada.

Vale ressaltar que o excesso de equipamentos também pode provocar o aquecimento dos cabos elétricos. “E isso não atinge apenas a tomada, mas toda a fiação, chegando até o quadro de distribuição”, comenta o especialista. Para evitar esse superaquecimento – que além de ser perigoso, também pode aumentar o consumo de energia – o especialista ainda orienta que não haja sobreposição no uso dos Ts.

Todas essas orientações são válidas, também, para o uso de extensões. Para ter ainda mais segurança, o consumidor pode optar pela aquisição de um filtro de linha, que conta com um sistema de proteção interno capaz de evitar danos aos equipamentos e curtos-circuitos. “Com o filtro de linha, você nunca irá ultrapassar o total de 10 ou 20 amperes, porque o dispositivo de proteção atua desativando o sistema. Essa é sua vantagem”, detalha. Por fim, o especialista lembra que, seja qual for o equipamento, é preciso que o consumidor observe se ele atende a todos os requisitos exigidos pelas normas brasileiras.

Bolsonaro diz que extensão do auxílio e preço do diesel serão definidos nesta semana

Foto: reprodução

Prorrogação do benefício emergencial encontra resistência dentro do governo; aumento dos combustíveis pressiona nova greve de caminhoneiros

Por Jovem Pan

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta segunda-feira, 18, que a extensão do auxílio emergencial e medidas para baratear o preço do diesel devem ser resolvidas nesta semana. Os dois temas são caros ao governo por impactarem diretamente bases de apoio do chefe do Executivo. “Se Deus quiser, nós resolveremos nessa semana a extensão do auxílio emergencial. Devemos resolver também essa semana a questão do diesel. As soluções não são fáceis, mas temos a obrigação de mostrar a origem do problema e como resolvê-lo”, disse o presidente durante evento na cidade de São Roque de Minas, em Minas Gerais. A prorrogação do benefício pago aos mais vulneráveis divide alas do governo pela falta de recursos definidos. O programa encerra no fim deste mês e deveria ser sucedido pelo Auxílio Brasil, uma versão mais turbinada do Bolsa Família. A indefinição da origem do dinheiro para custeio, no entanto, travou o lançamento do projeto. Em setembro, o governo federal aumentou a alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para custear o Auxílio Brasil em novembro e dezembro. Para bancar em 2022, a União conta com a aprovação da reforma do Imposto de Renda, no Senado, e a definição dos precatórios pela Câmara para carimbar a origem dos recursos e abrir espaço no teto e gastos, respectivamente. O ministro da Cidadania, João Roma, afirmou neste domingo, 17, que o benefício deve contemplar 17 milhões de pessoas — ante 14 milhões do Bolsa Família —, com parcelas de R$ 300, contra os atuais pagamentos de R$ 190.

Em um aceno aos caminhoneiros, Bolsonaro também disse que o governo vai buscar soluções ao aumento do diesel nos próximos dias. Grupos de motoristas declararam estado de greve no sábado pedindo que o governo aprove a criação e cumprimento de uma tabela com valor mínimo para o frete e medidas para baratear o diesel em 15 dias, caso contrário a categoria irá iniciar paralisação no dia 1º de novembro. A decisão aconteceu durante o 2º Encontro Nacional dos Caminhoneiros Autônomos e Celetistas, no Rio de Janeiro, e que foi organizado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística (CNTTL), pelo Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC) e pela Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores (Abrava). Os caminhoneiros exigem posicionamento mais enfático do governo para resolver a alta do combustível. No início do mês, a Petrobras elevou 8,9% o preço do diesel aos distribuidores em meio ao aumento da cotação do petróleo e o encarecimento do dólar. A Câmara dos Deputados aprovou, na semana passada, a revisão do ICMS, imposto de origem estadual, para baratear o preço dos combustíveis. Segundo o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), a medida deve gerar redução de 3,7% do diesel nas bombas.

Caminhoneiro de Salgueiro está desaparecido depois de sofrer assalto na Bahia

Foto: reprodução

O caminhoneiro Maciel Bruno Santos Cruz, residente no sítio Quixaba II, zona rural de Salgueiro, está desaparecido desde a noite desse domingo, 17, após sofrer um assalto na região de Tucano-BA.

Segundo o Blog do Alvinho Patriota, a última vez que os familiares tiveram contato com ele foi por volta das 21h de ontem. Policiais encontraram o caminhão, mas o jovem profissional das estradas continua desaparecido.

Quem tiver qualquer informação sobre o paradeiro de Bruno, pode entrar em contato com a família pelo número (87) 9 8867-4633.

Floresta: Acidente de motocicleta deixa duas jovens mortas

Foto: reprodução

Um acidente de trânsito deixou duas jovens mortas na madrugada do domingo (17) em Floresta (PE).

As vítimas, identificadas como Kaiana dos Santos Carvalho, 29 anos e Brenda Cauane Lopes Sá Santos, 16 anos estavam numa motocicleta quando o veículo colidiu contra um carro.

As duas chegaram a ser socorridas, mas não resistiram aos ferimentos e faleceram. A Polícia Civil investiga as motivações do sinistro.

Araripina: Homem é assassinado com pauladas e golpes de faca

Foto: reprodução

Um homem foi encontrado morto no Conjunto Asa Branca, em Araripina, nessa segunda-feira (18), dentro de uma rede e com marcas de violência. De acordo com a Polícia Civil, à vítima estava com o crânio achatado e com várias perfurações, provalvelmente provinientes de arma branca (faca paixeira).

Ainda segundo informações da polícia, no local do crime havia sangue pelas paredes e muitas latas de cerveja. Existe a possibilidade da vítima ter sida morta pelos próprios companheiros de bebedeira.

Esse foi o segundo homicídio do mês de outubro em Araripina. De janeiro até agora 16 pessoas já foram assassinadas na maior cidade do Araripe.

Carro forte sofre tentativa de assalto entre Araripina e Trindade

Foto: reprodução

O veículo de transporte de valores está nesse momento na Delegacia de Polícia Civil de Trindade

Um carro forte de uma empresa de transporte de valores sofreu uma tentaiva de assalto no início da tarde dessa segunda-feira (18), na BR-316, entre os municípios de Araripina e Trindade, no Sertão do Araripe pernambucano.

De acordo com informações do reporter policial Fredson Paiva, da Rádio Arari FM, após a ação, os bandidos fugiram por uma estrada vicinal passando próximo ao sítio Oliveira.

Ainda não temos a confirmação se os bandidos conseguiram levar algum valor, haja visto, que depoimentos de moradores da localidade afirmam que houve troca de tiros.

O carro forte está nesse momento na Delegacia de Polícia Civil de Trindade. Mais notícias a qualquer momento.

Homem acusado de homicídio é preso em Bodocó

Foto: divulgação PC

Policiais Civis da 24ª Desec em operação conjunta na cidade de Bodocó, no Sertão do Araripe, realizada na manhã dessa segunda-feira (18), deram cumprimento aos Mandados de Prisão Preventivas das Comarcas de Bodocó e Petrolina, em desfavor de “F.A.R. vulgo “D” pela prática do crime de homicídio.

A ação foi executada após a Polícia Civil receber informações de policiais militares e tomarem conhecimento da existência do mandado.

Foram feitas diligencias e os agentes encontraram o endereço do mesmo, na cidade de Bodocó, e logo após a realização de uma campana no local, foi efetuada a prisão. A ocorrência foi apresentada na Delegacia da Polícia Civil local, onde estão sendo tomadas as providências cabíveis.

As ações continuam com o fito de repelir os crimes de violência e grave ameaça (CVLIs), nas cidades que compõe a região do Araripe.

Petrolina: Miguel Coelho e ministro do Desenvolvimento Regional anunciam investimentos para irrigação

Foto: divulgação

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, desembarca em Petrolina, nesta terça-feira (19), para anunciar uma nova etapa do projeto de irrigação Pontal. Junto com o prefeito Miguel Coelho, o ministro assinará a ordem de serviço das obras da área norte do empreendimento.

Também será feita a entrega simbólica de lotes do Pontal Sul que já estão prontos. Todo o complexo de irrigação, quando estiver pronto, deve gerar mais de 12 mil empregos para a região.

A agenda está marcada para iniciar às 15h, na comunidade do Icozeiro. Após a assinatura da ordem de serviço do Pontal Norte, o ministro participará de uma exposição de produtos locais, na área central de Petrolina.

Briga de Ciro com Lula divide a cúpula do PDT

Foto: reprodução

Por Veja

Interlocutores da cúpula pedetistas dizem que Carlos Lupi e Ciro Gomes voltaram a se estranhar no partido. O cacique tenta de todo jeito convencer Ciro a deixar de bater em Lula — e agora em Dilma Rousseff.

A leitura é de que o inimigo da esquerda agora é Jair Bolsonaro. Na campanha, o momento de atacar o petismo chegará. Nos sonhos pedetistas, no segundo turno entre Lula e Ciro.

Por causa dessa postura contra Lula, o PDT deixou de filiar Roberto Requião no Paraná. Ciro, claro, foi cobrado.

Araripina: Indivíduo quebra para-brisas de viatura da Polícia Militar

Foto: ilustração

O envolvido tentou se evadir em uma moto Shineray, sem placa, mas foi capturado

Um indivíduo quebrou o para-brisas de uma viatura da Polícia Militar nesse domingo (17), em Araripina, no Sertão de Pernambuco. O ato de vandalismo ocorreu no sítio Santana, zona rural do município.

De acordo com a 9ª CIPM, por volta de 01h, uma guarnição foi acionada para verificar uma ocorrência de perturbação de sossego. Chegando ao local informado, o suspeito arremessou um capacete contra o para-brisas da viatura, vindo a estourar o mesmo.

Ainda segundo a PM, o envolvido tentou se evadir em uma moto Shineray, sem placa, mas foi capturado após acompanhamento e foi constatado, também, que ele havia quebrado o para-brisa do veículo de outra pessoa. Diante dos fatos as partes foram conduzidas a DPC local.

Vem aí o I Simpósio de Saúde da Mulher do Araripe

Foto: divulgação

Com o intuito de dar início às atividades do Centro Acadêmico Dom Antônio Campelo de Aragão, CAMED FAP, e sob a motivação da campanha do Outubro Rosa, o CAMED FAP vem oficialmente anunciar o I SIMPÓSIO DE SAÚDE DA MULHER DO ARARIPE.

Este simpósio é um verdadeiro divisor de águas na história da saúde do Araripe  e na disseminação de conhecimentos!

O I SIMPÓSIO DE SAÚDE DA MULHER DO ARARIPE contará com a presença de renomadas profissionais da região, no qual serão abordados temas como a prevenção ao câncer de mama, doenças cardiovasculares em mulheres e prevenção ao câncer de colo do útero, entre outros.

O CAMED FAP deseja, por meio deste evento, fomentar impacto acadêmico e social, além de inserir à FAP como centro promotor de conhecimento e troca de experiências.

•8:00h Abertura e Apresentação do Hospital do câncer do Araripe

•8:15h Vídeo de uma sobrevivente do câncer de mama

•8:30h Palestra Dra. Cinthia Christina – Prevenção ao Câncer de Colo do Útero

•9:10h Palestra Dra. Haline – Prevenção ao Câncer de Mama

•9:50h Intervalo de 30 minutos

•10:20h Palestra Dra. Suela – Doenças Cardiovasculares em Mulheres

•11:00h Palestra Enf. Camilla Sampaio – Gravidez e Amamentação

•11:40h Agradecimentos e Encerramento do Simpósio

Candidato ao governo do estado pelo PSB será Geraldo Júlio

Foto: reprodução

Nas mais reiteradas notas em que se manifestou sobre a sucessão estadual em 22, o ex-prefeito do Recife Geraldo Julio (PSB) mentiu. Para não ser tão agressivo na sintaxe, escondeu o jogo. É candidatíssimo ao Palácio do Campo das Princesas! Com quem conversei nos últimos dias, gente, inclusive, da cozinha de Paulo Câmara, a quem caberá a coordenação do processo da alternativa governista, apurei que, na hora certa, o nome de Geraldo será anunciado.

Desgastado, o ex-prefeito adotou a estratégica eduardista: só trata de eleição a partir de janeiro, ano do pleito. Há vários fatores que levam ao silêncio sepulcral: o noticiário negativo das consequências das sete operações da Polícia Federal em sua gestão, envolvendo investigação de desvios de recursos federais enviados para o combate à pandemia é o principal.

Vários nomes próximos a ele, como o ex-secretário de Saúde Jailson Correia e Felipe Bittencourt, seu braço direito, estão na marca do pênalti no andamento dos processos na Justiça. O que Geraldo mais teme é que os estragos nessa área sejam mais amplos do que possa imaginar. E tem razão.

Na sexta-feira passada, por exemplo, o todo-poderoso Renato Thièbaut, que seria um dos operadores do Governo Paulo Câmara, rastreado sua influência desde a era Eduardo, foi alvo de operação da Federal. Denominada Payback, a operação resultou de desdobramento das investigações deflagradas em junho deste ano que apuram esquema milionário de direcionamento de licitações na compra emergencial de materiais médicos para utilização no combate à pandemia do novo coronavírus.

Além desse aspecto escandaloso, que foge da alçada de controle dele, Geraldo enfrenta o fogo amigo no Governo do Estado. Desde que disse não ser candidato a governador, em três momentos distintos, ninguém de peso do staff palaciano ou do PSB saiu em defesa do seu nome, com exceção do presidente estadual da legenda, o tarefeiro Sileno Guedes.

De quem de fato gostaria de receber manifestações mais contundentes, como Paulo Câmara e o prefeito do Recife, João Campos, Geraldo não contou. Mas raros são os deputados federais e estaduais do PSB que tem dúvida de que o candidato, apesar de todos os pesares, será Geraldo. O que se diz é que o ex-prefeito ainda goza da confiança da viúva Renata Campos, que dá a palavra final, e que seu nome, além de ser natural, é o mais competitivo.

Geraldo, entretanto, vai continuar dizendo que não é candidato, para que possa, mais na frente, receber uma “convocação” das forças do Governo e dos mais diversos partidos que integram a Frente Popular. Com isso, terá a justificativa do discurso de que não queria ser, mas que foi forçado a ser. É por aí.

Terrorismo “Agro é morte”: a insistência da esquerda em atacar quem alimenta o mundo

É uma relação de pura perversidade ilógica, a da esquerda com a agricultura e, por extensão, a fome.| Foto: Reprodução

Por Paulo Polzonoff Jr. / Gazeta do Povo

Enquanto escrevo este texto, circulam pelas redes sociais vídeos de supostos trabalhadores sem-terra vandalizando a sede da Aprosoja (Associação dos Produtores de Soja) em Brasília. Além de invadirem a propriedade privada (sem que Alexandre de Moraes se escandalizasse com isso, como lhe convém), os terroristas picharam o lugar com slogans contra o presidente Jair Bolsonaro e contra o agronegócio.

“Agro é morte”, lê-se numa das pichações. O slogan macabro é uma tentativa de se contrapor a uma bem-sucedida campanha de marketing que mostra a pujança do agronegócio no Brasil. Por consequência, é também uma tentativa de se contrapor à realidade, reforçando a imagem cheia de teias de aranha de um agricultor malvadão e dominado pela ganância que nos condenaria todos à fome. Nada mais distante da verdade.

Me causa espanto, aliás, que essa imagem feudal perdure no imaginário da esquerda oportunista. Quem me lê com frequência sabe que procuro sempre encontrar uma explicação outra que não a má-fé para esse tipo de equívoco. Mas, neste caso, não há outra explicação que não a má-fé teimosa em ver no grande produtor um bicho-papão do capitalismo, quando não um inimigo da vida.

Se há comida em abundância do mundo hoje é por causa do agronegócio. E, sim, os preços dos alimentos estão altos, mas estariam muito mais altos se não fosse a produção em escala de grãos e carne. Bill Bryson, citando o historiador Christian Petersen em seu ótimo “Em Casa”, diz que na Inglaterra do século XIX as famílias comprometiam até 80% da renda com alimentos. “Até mesmo a classe média gastava até 2/3 da sua renda em comida (enquanto hoje uma família gasta 1/4 da renda em comida)”.

Isso sem falar na disponibilidade e variedade de alimentos propiciada por um capitalismo mundialmente conectado. Vá a qualquer supermercado em bairro de classe média e, se tiver dinheiro, você poderá comprar facilmente alimentos do mundo inteiro. A fome por falta de renda ainda é um problema, lógico. Mas a fome por falta de comida (como a que ocorreu na Irlanda do século XIX, depois que uma praga atingiu todas as plantações de batata do país) é impensável hoje em dia.

Graças, vale enfatizar, ao agronegócio – atualmente o vilão preferido da esquerda, até porque os industriais hoje em dia parecem aderir de bom grado às pautas progressistas. Adicione-se ao mito do agricultor malvadão (que, do alto de sua colheitadeira milionária, quer plantar mais e mais para, de alguma forma, disseminar a fome pelo mundo) a histeria malthusiana do ambientalismo e pronto. A esquerda tem, de novo, um inimigo para chamar de seu.

“Soja não enche o prato”
Outro slogan pichado na Aprosoja pregava desonestamente que “soja não enche o prato”. Mais do que a falta de talento publicitário dos terroristas do MST, a frase mostra como a esquerda se utiliza da ignorância dos miseráveis para torná-los ainda mais miseráveis. Tudo em nome da causa maior, do bem comum, do triunfo dos destituídos. Ou qualquer outra abstração do gênero.

Soja obviamente enche o prato. E não só de shoyu ou tofu, como podem pensar os apressadinhos. Soja enche o prato ao forrar o estômago dos deliciosos porcos e frangos. Soja enche o prato ao gerar renda direta no campo. Soja pode encher o prato até mesmo de quem jamais viu um grãozinho disso, mas que está envolvido na cadeia de produção de, digamos, tintas ou colchões.

Soja enche o prato inclusive do publicitário trans de cabelo azul que promove pautas ultraprogressistas para um banco no qual o sojicultor tem conta. Será que ele não se dá conta disso ou faz questão de não ver mesmo?

Por fim, permeia o discurso estúpido da esquerda a luta de classes entre o grande e o pequeno produtor. Como se todos os pequenos produtores plantassem hoje a mandioca que consumirão amanhã e fossem donos de uns três ou quatros pés de milho para dar de comer às galinhas no fundo da casa de taipa. Porque lhe convém, a esquerda ignora a prosperidade do agronegócio como um todo, que inclui não só os produtores em escala industrial, mas também os pequenos produtores dos cinturões verdes das metrópoles.

Antinatural
É uma relação de pura perversidade ilógica, a da esquerda com a agricultura e, por extensão, a fome. Não à toa, as grandes fomes do século XX assolaram sobretudo países comunistas. E justamente porque os comunistas viam nos produtores de alimentos os grandes inimigos de suas revoluções. A visão de mundo do MST, essa que a esquerda antirruralista adora promover, matou 10 milhões de pessoas na Ucrânia da década de 1930. Dez milhões. Isso num dos países que tem um dos solos mais férteis da Europa.

Acredito que uma explicação para o ódio que a esquerda nutre por tudo o que esteja ligado à agricultura possa estar no fato de o comunismo ser essencialmente antinatural. As ideias coletivistas são fruto de um intelectualismo urbano que se apoia na arrogância antropocêntrica de ver o homem como um ente capaz de controlar todos os aspectos da atividade humana. Ao passo que a própria atividade agrícola, por mais tecnologia que ela absorva, não tem como fugir de certos aspectos inerentemente naturais.

Não há nada mais natural do que depositar uma semente no solo para, dali a alguns meses, colhê-la. E poucas coisas são mais nobres do que saciar a fome alheia. O fato de haver lucro envolvido nessa atividade não a torna menos nobre. Isso é algo que os terroristas e ideólogos da esquerda são incapazes de perceber.