Início Notícias Vice rompe com prefeito de Lagoa Grande

Vice rompe com prefeito de Lagoa Grande

122
Foto: reprodução

Por Tribuna

A semana política com o fim do prazo da ‘janela partidária’ mexeu com o cenário político no vale do São Francisco. Uma das notícias que chamou a atenção, foi o rompimento do vice-prefeito, ítalo Ferreira, PSD, com o prefeito de Lagoa Grande (Sertão do São Francisco), Vilmar Cappellaro, MDB.

Ítalo, além de vice, ocupava a Secretaria de Governo do município, cargo para o qual foi nomeado para melhorar o diálogo entre a gestão e demais segmentos da sociedade lagoagrandense, ponto que aparece como negativo na gestão de Vilmar que equilibra a opinião pública por ser considerado um bom administrador.

Em conversa com o PORTALTRIBUNNA, Vilmar disse que recebeu a notícia do rompimento com “surpresa”. “Pegou de surpresa sim, pois além de vice, ele era Secretário de Governo”, afirmou o prefeito.

Questionado sobre como ficariam agora os encaminhamentos da campanha para a reeleição, pois o caminho seria manter a chapa de 2016 com ítalo como vice-prefeito, Vilmar disse que a vaga está aberta e que a decisão virá junto com os eleitores que lhe apoiam.

“A vice está aberta e o povo irá dar o direcionamento”, registrou o prefeito Vilmar Cappellaro.

ARRUMAÇÃO

Já o vice-prefeito ítalo Ferreira não teve ainda como dar destalhes do rompimento com Vilmar com a nossa reportagem, porque, segundo explicou, está concluindo a arrumação do partido para as eleições.

“Vou conversar com vocês assim que concluir as coisas aqui do partido. Na segunda a gente se fala”, declarou.

Mas o que pode ocorrer, conforme informações da ‘capital da uva e do vinho no Nordeste’, é o lançamento da pré-candidatura de Ítalo pela oposição, numa construção que deve deixar a disputa em Lagoa Grande ainda mais movimentada.

A oposição conta com outros pré-candidatos, a exemplo do economista Henrique Diniz, DEM, filho da ex-secretária Aparecida Diniz (educação, Governo Rose Garziera e saúde, Governo Vilmar). Henrique construiu seu nome e ganhou força no campo oposicionista que tem junto o ex-prefeito Robsom Amorim e alguns vereadores e lideranças políticas, todas ligadas ao senador Fernando Bezerra Coelho, MDB.

Henrique se movimenta e essa semana, esteve com o prefeito Miguel Coelho MDB (Petrolina), discutindo ações de interesse aos dois municípios no combate à pandemia do Coronavírus e rechaçou comentários que política esteve na pauta da conversa com o gestor petrolinense.

“Miguel é um amigo e abriu as portas para conversarmos sobre o Coronavirus. Ele entendeu minha angustia, meu receio para que nossa comunidade esteja melhor preparada com a evolução desse problema. Politica a gente fala na hora da politica. Eu e Miguel estamos preocupados com as vidas, com as pessoas”, disse Henrique Diniz.

DHONI

E em Lagoa Grande ainda existe outro ex-prefeito em encaminhamentos para uma possível pré-candidatura a prefeito. É Dhoni Amorim que até bateu boca com o pai, Robson, pois não aceitou uma pesquisa que segundo Robson Amorim, o nome de Henrique era o melhor posicionado no campo do grupo que faz parte.

Dhoni não aceitou a escolha nem os números apresentados na pesquisa. Ele questionou bastante, e frisou que pelo levantamento que tem, seu nome é forte e continua posto para a disputa.

GARZIERA

Enquanto isso tudo ocorre, a cidade aguarda uma posição oficial do canal Jorge e Rose Garzeira, peso importante para a definição eleitoral em Lagoa Grande. Atualmente, parte dde pessoas ligada a Jorge e Rose é situação e outra ala, oposição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.