Início Notícias Transexual de Araripina é assassinada a tiros no Espírito Santo

Transexual de Araripina é assassinada a tiros no Espírito Santo

475
Foto: Arquivo pessoal

Uma execução clara contra a transexual Anna Souza, assim conhecida em Piúma. O assassinato ocorreu por volta das 2h30 da madrugada desta segunda-feira, 02, no bairro Maraguá, em Itapemirim, divisa com Piúma, no Espirito Santo.

Segundo informações levantadas com a Polícia Civil de Itapemirim, um homem em uma camioneta branca passou e atirou contra Anna três vezes, atingindo-a com um tiro no pescoço e dois no peito e ela morreu na hora.

Anne era o nome social, mas segundo uma pessoa que a conheceu, fora registrada no cartório como Gabriel, e a família dela é de Araripina, no Sertão de Pernambuco. Embora a transexual vivesse em Piúma e sempre estava viajando para o Rio de Janeiro com bastante frequência.

De acordo com informações apuradas pela reportagem, tudo indica que Anna foi executada porque fora testemunha chave de um assassinato ocorrido na Ilha do Gambá, em Piúma, há algum tempo. E, o homem que teria cometido o homicídio na Ilha, teria feito porque a transexual levou a vítima para o local.

Tudo ainda são conjecturas, como também Anna pode ter sido vítima de homofobia, ou um machão pode ter saído com ela e se arrependido. O caso será investigado pela Delegacia de Itapemirim, sob o comando do delegado chefe dr. Djalma Pereira Lemos.

Anna amava cantar e tinha uma voz linda, estava feliz, porque há pouco mais de um mês conseguiu realizar o sonho do registro com o nome social. Ela sofria com depressão e segundo um amigo que não quer se identificar um ex-namorado estava ameaçando-a, porque tinha muitos ciúmas dela.

A Polícia Militar – PM esteve no local do crime, isolou a área e acionou a Perícia da Polícia Civil – PC que esteve no Maraguá, periciou o cadáver, o recolheu e conduziu ao Serviço Médico Legal – SML de Cachoeiro de Itapemirim para a realização da necropsia. (Espírito Santo Notícias)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here