Início Notícias Tomate resistente a vírus e altas temperaturas é criado no Sertão

Tomate resistente a vírus e altas temperaturas é criado no Sertão

378
alt

alt

Nova variedade foi divulgada em Belém do São Francisco.
 (Foto: Cristina Lemos / arquivo pessoal)
 

Um fruto desenvolvido para resistir às altas temperaturas e a doenças causadas por vírus. Essas são as características da nova variedade de tomate lançada na estação experimental do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) em Belém do São Francisco, no Sertão de pernambuco.

Segundo a coordenadora do programa de pesquisa de hortaliças do IPA, Cristina Lemos, a variedade é resultado de 12 anos  de estudos no instituto. “Um trabalho iniciado na década de 90, quando o estado de Pernambuco era o segundo produtor de tomate do Brasil, e caiu por conta do aparecimento de doenças causadas por vírus. Desde então, direcionamos um programa de melhoramento até chegar ao “Ferraz IPA 8”, destaca.

O engenheiro agrônomo e melhorista do programa, Edinardo Ferraz, que trabalhou na pesquisa e deu seu sobrenome à variedade, garante que a diferença é que esse tomate consegue se adaptar as condições do Nordeste. “O estudo foi realizado com foco em temperaturas elevadas e para desenvolver uma tolerância aos vírus predominantes no nordeste ‘geminivírus’, transmitido pela mosca branca e outro vulgarmente chamado de ‘vira-cabeça’, que queima o olho da planta”, conta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here