Início Notícias Programas voltados para o clima e o meio ambiente podem virar lei...

Programas voltados para o clima e o meio ambiente podem virar lei em Pernambuco

191
Foto: Felipe Soares divulgação

Proposições são do deputado Gilmar Júnior, do Partido Verde

Tempestades, alagamentos, aquecimento global, derretimento de geleiras. Essas e tantas outras consequências climáticas e de alteração no meio ambiente vêm sendo vistas e sentidas em todo o mundo. O que era uma projeção, um receio, tornou-se realidade. Uma triste situação que vem matando pessoas, animais, levando cidades à destruição, gerando prejuízo financeiro local e para a economia como um todo. Por esse motivo, o deputado estadual Gilmar Júnior (PV) vem desenvolvendo políticas públicas voltadas para a educação e para a cobrança de ações, por parte do governo e da sociedade.

O Projeto de Lei 1762/2024 cria o Programa de Enfrentamento à Crise e Emergência Climática nas escolas da rede pública estadual e, dentre as ações, busca as devidas adequações nos prédios, como aparelhos de ar-condicionado, arborização, quadras esportivas cobertas. Mas, muito além, objetiva a inclusão do tema ambiental nas ações escolares e da Secretaria Estadual de Educação, com foco no enfrentamento à crise climática. Outro exemplo é o PL 1739/2024, que traz a Política Emergencial de Combate e Enfrentamento ao Descarte Ilegal de Lixo, para educar, conscientizar e também punir o descarte ilegal em nascentes, cursos e margens de rios, mananciais e outros habitats hídricos naturais.

“Uma vez que o clima e o meio ambiente têm apresentado mudanças severas, muitas causadas por nossos próprios atos, a gente precisa criar políticas que tratem sobre essa nova realidade, de forma preventiva e repressiva, a fim de levar conhecimento à população sobre a nossa responsabilidade para com o Planeta, sobre os danos ambientais e como podemos nos preparar melhor para as catástrofes que vêm acontecendo. Não dá para continuar agindo somente quando há alagamentos, mortes ou desabamento de barreiras. Precisamos trabalhar para evitar tudo isso!”, ponderou Gilmar Júnior.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here