Início Notícias Programa Votorantim pela Infância e Adolescência (VIA) mantém atuação na região do...

Programa Votorantim pela Infância e Adolescência (VIA) mantém atuação na região do Araripe

110

Em seu terceiro ano de apoio aos municípios de Curral Novo do Piauí e Santa Filomena, o VIA fortalece a orientação junto às secretarias de Assistência Social dos Municípios

Foto: divulgação

O programa Votorantim pela Infância e Adolescência (VIA), idealizado pelo Instituto Votorantim, que conta com o apoio da Votorantim Energia, continua o trabalho remoto para contribuir com a melhoria da qualidade de vida de crianças e adolescentes e fortalecer as políticas e os programas geridos por Conselhos Municipais de Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), nas cidades de Curral Novo do Piauí (PI) e Santa Filomena (PE).

Mesmo com o isolamento social, cerca de 30 profissionais de educação, saúde, assistência social, Conselho Tutelar, CMDCA e Polícia Civil continuam envolvidos em capacitações e reuniões remotas para debater ações educativas e preventivas, bem como mobilizar esse público contra a violência sexual e a violação dos direitos de crianças e adolescentes.

As iniciativas contam com apoio do Instituto Aliança, parceiro técnico do Programa. Na semana de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil (de 18 a 22 de maio), o Programa apoiou ações de conscientização nos municípios. O objetivo dos trabalhos apoiados pelo VIA é de sensibilizar a sociedade em geral no combate ao abuso e exploração de crianças e adolescentes, conscientizando a todos sobre a importância de protegê-los. O mote da campanha deste ano é “Quem não denuncia, também violenta”.

Em Curral Novo do Piauí, as ações aconteceram de forma planejada e seguiram as normas propostas pelo Ministério da Saúde, OMS – Organização Mundial da Saúde, Secretaria de Saúde do Estado do Piauí e Secretaria Municipal de Saúde do Município. “O carro de som passou pela cidade com vinheta de conscientização; adesivamos carros e motos na entrada e saída da cidade, onde ficam as barreiras sanitárias; realizamos a panfletagem,  pelos Agentes de Saúde nas residências da cidade; adesivamos as residências da sede e zona rural, em Caititú e Vila Nova; fizemos divulgação nas redes sociais e enviamos a campanha também via aplicativos para grupos das secretarias de Assistência Social, Saúde e Educação”, conta a secretária municipal de Assistência Social Nalva de Jesus Macedo.

Nalva comenta ainda que tem recebido suporte constante do Instituto Aliança. “Temos feito reuniões com alguns grupos dos Conselhos Tutelar, do Direito da Criança e do Adolescente e Regional de Assistência Social para acompanhamento das crianças e adolescentes mais vulneráveis”, afirma.

Faz parte do programa, o projeto Príncipes com Capas e Princesas com Asas, que beneficia 269 crianças e adolescentes de 6 e 18 anos, em situação de vulnerabilidade. Neste momento de isolamento social, o acompanhamento será feito a distância e está sendo planejado pelas equipes de assistência do programa.

O gerente do Complexo Eólico Ventos do Piauí, Pedro Júnior, reforça que o principal objetivo proposto pelo projeto é mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos de crianças e adolescentes. “Sentimos orgulho em fazer parte de ações que podem mudar a história de vida desses jovens”, afirma.

Em caso de denúncia:

Disque 100

Conselho Tutelar (89) 99429-9308

Polícia Militar (89)99441-6246

Aplicativo Projeta Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.