Início Notícias Prefeito de Petrolina reconhece que decisão do STF não dá liberdade aos...

Prefeito de Petrolina reconhece que decisão do STF não dá liberdade aos municípios para reabrirem comércio

179
Prefeito de Petrolina Miguel Coelho prometeu intensificar o combate ao coronavírus / Foto: divulgação

O prefeito Miguel Coelho explicou que a  decisão do Supremo Tribunal Federal (STF),  que  reconhece competência  dos municípios no combate à Covid-19 se refere  à  tomada de providências normativas e administrativas para medidas restritivas no enfrentamento ao coronavírus e não se trata da autonomia para abrir comércio, por exemplo, como tem repercutido na cidade.

“O STF deu liberdade para medidas restritivas. Se o Governador não tivesse fechado o comércio, as prefeituras poderiam adotar medidas mais restritivas. Você não pode fazer o oposto, como o Governo do Estado que é um ente hierárquico acima das prefeituras, quando ele determina fechar, as prefeituras mandam abrir. Isso não pode! O próprio STF reconhece isso. O que pode é que a prefeitura e o Governo estado possam trabalhar no sentido restritivo, no sentido de liberação, não”, destacou.

O gestor exemplificou que uma cidade pernambucana na Zona da Mata Norte   tentou  adotou  essa prática e sofreu uma ação de intervenção e está respondendo por  improbidade. “Eu sei que pode ser difícil a compreensão popular, mas nós vivemos dentro de um ambiente federativo aonde você tem presidente, governador e prefeito. E cada um tem suas esferas de autonomias e esferas de poder que são limitadas e compartilhadas entre eles”, finalizou durante recente entrevista no Programa Edenevealdo Alves na Petrolina FM.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.