Início Notícias Por falta de maca no SAMU homem morre em Petrolina

Por falta de maca no SAMU homem morre em Petrolina

758
alt

alt

O atendente do SAMU Petrolina, alegou não ter maca “e por isso o chamado não seria atendido”.

Sebastião Macedo 50 anos, morreu no inicio da noite desta terça feira 23, no bairro Areia Branca. Desde a manhã de segunda feira 22, o homem sentia extrema dificuldade para respirar.

O SAMU foi acionado pelos comerciantes do local, Elieser Lopes – presidente da Associação dos Feirantes, e Sinval Damas. Segundo os comerciantes o atendente alegou não ter maca “e por isso o chamado não seria atendido”. A reportagem da Voz do São Francisco, no programa Canal Aberto, foi até o local e conversou com os comerciantes e com seu Sebastião que falava com dificuldades.

A produção do programa entrou em contato com a assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Saúde do município o SAMU mais uma vez, mas o atendimento nunca foi feito pelo serviço médico. No inicio da noite seu Sebastião foi levado em um carrinho de mão ate a AMME do bairro, mas nem chegou a ser atendido, pois veio a óbito.
O programa Canal Aberto, desta quarta feira 24, vai abordar a situação da saúde em Petrolina. Até quando a falta de insumos na saúde pública ou a falta de uma simples maca no SAMU vai ser motivo de morte em Petrolina. Quanto custa uma maca? Fica a pergunta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here