Início Site Página 870

“Já dei a minha palavra e vou votar em Tico de Roberto para presidente da Câmara de Vereadores de Araripina”, diz Divona da Rancharia

alt

alt“Já conversei com Tico várias vezes e ele nunca gaguejou e se ele representase a futura situação eu não votaria nele”, completou o vereador.

Por Roberto Gonçalves / Foto: reprodução

Em entrevista na manhã desta quinta-feira (24) no programa Canal Aberto, apresentado pelo radialista Martinho Filho na Arari FM, o vereador reeleito Claudivan Carlos Oliveira ‘Divona da Rancharia’(PPL), aproveitou para cobrar algumas demandas para a sua comunidade, como água do Rio São Francisco e telefonia móvel, mas também falou sobre a eleição da mesa diretora da Casa Joaquim Pereira Lima.

Provocado por Martinho Filho, Divona foi bem claro ao afirmar, que o seu voto já está decidido e será do candidato a presidência da Câmara, Tico de Roberto (PRB). “Já conversei com Tico várias vezes e ele nunca gaguejou e se ele representase a futura situação eu não votaria nele”.

No final da entrevista, Divona voltou atrás e disse que só após uma reunião que irá acontecer no início de dezembro com a participação do prefeito Alexandre Arraes e o ex-prefeito Valdeir Batista, é que irá definir realmente em quem vai votar. “Eu quero ouvir o prefeito Alexandre, Valdeir Batista marcou uma reunião para o dia 06 de dezembro, a gente vai ouvir eles e pode ter certeza que juntos tomaremos uma decisão”.

O voto do vereador Divona passou a ser disputado por todos os candidatos, mesmo porque, o representante da Rancharia pode ser o ‘fiel da Balança’ nessas eleições. Votando em Tico de Roberto, Divona praticamente define a eleição a favor do vereador do PRB, já que, somando-se aos seis votos do grupo do prefeito eleito, (Evilásio Mateus afirmou que se não conseguisse mais dois votos, o seu grupo votaria em Tico), alcançaria assim a maioria absoluta da Câmara.

alt

Roberta Arraes apresenta demandas em audiência com presidente da Compesa

alt

altFoi solicitado a Roberto Tavares, a recolocação da tubulação que levará água do São Francisco para o distrito de Bom Jardim do Araripe.

Por Martinho Filho / Foto: reprodução

Mesmo ainda não tomando posse como deputada estadual – que vai acontecer no dia 01 de janeiro, Roberta Arraes tem feito um verdadeiro périplo em algumas secretarias e órgãos do Governo do Estado em busca de melhorias e na defesa de ações para as diversas áreas a serem desenvolvidas na região do Araripe. Na capital pernambucana a sua agenda é intensa.

Nesta quarta-feira, 23, ela teve uma audiência com o presidente da Compesa, Roberto Tavares, onde apresentou algumas solicitações cobrando mais investimentos da companhia no que se refere ao abastecimento de água em Araripina e região. Roberta estava acompanhada do prefeito Alexandre Arraes.

Na ocasião, Roberta ainda solicitou do presidente da Compesa a recolocação da tubulação que levará água do São Francisco para o distrito de Bom Jardim do Araripe, carinhosamente chamado de Rancharia. Quando foi feita a pavimentação asfáltica da PE-610 ao distrito, a empresa responsável retirou toda a tubulação do povoado do Jatobá até Rancharia. A solicitação de Roberta é que a empresa recoloque a tubulação e com isso chegue água nas torneiras dos moradores. “Minha missão é ouvir a população e trabalhar para trazer melhorias reais para o nosso povo”, destacou Roberta.

alt

Atrasado: prefeito de Exu-PE assegura que Garantia Safra começará a ser pago ainda este ano

alt

altO gestor lembrou que alguns agricultores que não se enquadram nas exigências do programa estão sendo excluídos.

Exu Notícias / Foto: reprodução

Em entrevista esta semana na Rádio Acauã FM, o prefeito de Exu-PE, Léo Saraiva, garantiu a todos os agricultores e agricultoras, cadastrados no programa Garantia Safra, que as parcelas estarão disponíveis na Caixa Econômica Federal a partir do dia 12 de dezembro deste ano.

Segundo informações do blog Exu Notícias, o prefeito disse que todas as pessoas que tiverem dúvidas podem procurar a Secretaria de Agricultura para receberem as informações necessárias.

alt

MPPE recomenda reprovação de contas da campanha do prefeito eleito de Petrolina Miguel Coelho

alt

altO parecer ressalta o somatório de aproximadamente R$ 400 mil não esclarecidos, suscitando a suspeita de abuso de poder econômico e ‘caixa 2’ por parte do socialista.

Por Carlos Britto / Foto: reprodução

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) reprovou as contas da campanha eleitoral do prefeito eleito Miguel Coelho (PSB). Ele disputou e venceu as eleições municipais deste ano contra Edinaldo Lima (PMDB), candidato do prefeito Julio Lossio (PMDB).

O parecer ressalta o somatório de aproximadamente R$ 400 mil não esclarecidos, suscitando a suspeita de abuso de poder econômico e ‘caixa 2’ por parte do socialista.

Diante de tais suspeitas o promotor de Justiça Gustavo Lins Tourinho Costa indicou a desaprovação das contas do candidato. O documento menciona também doações suspeitas nos valores de R$ 10 mil e R$ 12 mil, que supostamente foram feitas por pessoas que não tinham capacidade financeira para a contribuição.

alt

“Se tiver errado tem que pagar”, diz Gonzaga Patriota sobre investigação de superfaturamento na Arena PE

alt

alt“Mas tanto o governador, como o prefeito, o senador e o deputado, eles vão ter a oportunidade que não cometeram”, ponderou o deputado sertanejo.

Por Roberto Gonçalves / Foto: reprodução

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB), concedeu uma entrevista nesta quarta-feira (23), na rádio Arari FM. O parlamentar pernambucano ao ser questionado sobre a abertura de inquérito para investigar o superfaturamento na construção da Arena de Pernambuco, contra o senador FBC, o governador Paulo Câmara, o prefeito do Recife, Geraldo Julio, e o deputado federal Tadeu Alencar, todos do PSB, disse que quem cometer algo errado tem que pagar, mas ponderou ao lembrar que no Brasil, as vezes você não faz nada de errado e é indiciado.

“Eu vi uma nota do governador Paulo Câmara dizendo que tudo foi dentro da lei, dentro da legalidade. Eu acho muito importante quando alguém olha para um  administrador , para um procurador, para um empresário e vê que alguma coisa não está dentro dos limites e manda abrir uma investigação, e obviamente tanto o governador, como o prefeito, o senador e o deputado, eles vão ter a oportunidade de provarem que fizeram tudo certo, mas se tiver errado tem que pagar”, disse o deputado sertanejo.

Na mesma entrevista, Gonzaga Patriota lembrou que apesar de não ter apoiado o prefeito eleito Raimundo Pimentel nas eleições deste ano, continuará trabalhando para conseguir verbas para beneficiar Araripina, através de emendas na Câmara dos Deputados.

alt

Airton Laje e Mário Reis debatem sobre a crise econômica nos estados e municípios na Arari FM

alt

altA situação financeira dos municípios se complica, quer por problemas de gestão, quer pela baixa arrecadação combinada à elevada folha de pagamento.

Por Roberto Gonçalves / Foto: reprodução

Nesta quinta-feira (23), o crise econômica que assola os estados e municípios, foi tema de um debate na rádio Arari FM. O consultor político Aiton Lage e o secretário de Desenvolvimento Econômico de Araripina, Mários Reis, falaram sobre o assunto no programa Araripina Urgente que é apresentado pelo radilalista Roberto Gonçalves.

À medida que a crise política engole a economia, a situação financeira dos municípios se complica, quer por problemas de gestão, quer pela baixa arrecadação combinada à elevada folha de pagamento. Em Pernambuco não é diferente. Dos 184 municípios, 126 estão com mais de 54% das receitas comprometidas com a folha de pagamentos.

altEstudo do Tribunal de Contas do Estado (TCE), referente ao segundo semestre do ano passado, aponta que 68% das cidades extrapolaram o limite máximo de gastos com pessoal.

Presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), José Patriota, que também é prefeito de Afogados da Ingazeira, criticou a legislação conflitante e comentou a dificuldade que as cidades vêm enfrentando para equilibrar as finanças. Ele se queixa da Lei de Responsabilidade Fiscal, que teria sido criada em tempos de “prosperidade”.

Com relação aos estados, 14 governadores do Norte e Nordeste avisaram ao ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que entrarão em estado de calamidade pública em até duas semanas caso o governo não apresente uma solução em separado para a crise financeira desses locais. Eles deixaram claro ainda que possuem uma bancada grande no Congresso Nacional e que estão dispostos a pressionar pela causa em votações importantes.

Nessa quarta-feira (22), governadores e representantes de 24 estados, mais o Distrito Federal, se reuniram com Temer no Palácio do Planalto para discutir o acordo e demais propostas para solucionar a crise financeira das unidades da federação.

O montante, segundo os governadores, é de cerca de R$ 5,2 bilhões, dos R$ 46,8 bilhões obtidos com a repatriação. De acordo com Colombo, o acordo fechado prevê que os estados retirem as ações reivindicando o repasse que tramitam no STF.

alt

Jovem é morto a tiros na frente da mulher em Ouricuri

alt

altHomem foi morto dentro do carro onde estava com a mulher.

Por Roberto Gonçalves / Foto: reprodução

O jovem Cledson Bezerra da Silva de 27 anos foi assassinado a tiros, na noite desta terça-feira (22), em Ouricuri, no Sertão de Pernambuco. O crime aconteceu na PE-625, na frente da mulher da vítima. Até o momento ninguém foi preso.

Segundo a Polícia Militar (PM), a companheira do jovem dirigia um carro na PE-625, quando outro veículo encostou e um dos ocupantes efetuou os disparos. O homem morreu no local e os suspeitos fugiram.

A polícia ainda não tem informações sobre os autores do crime. Em novembro já são sete homicídios  no Sertão do Araripe. Em 2016, foram 105 assassinatos nos dez municípios da região.

alt

Paulo Câmara, Geraldo Júlio e Tadeu Alencar negam superfaturamento da Arena de PE

alt

altO Supremo Tribunal Federal abriu inquérito para investigar o superfaturamento e irregularidades na construção da Arena de Pernambuco.

Rádio Jornal / Foto: Reprodução 

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, o prefeito do Recife, Geraldo Julio, e o deputado federal Tadeu Alencar, responderam, por meio de nota, sobre a denúncia publicada pela revista IstoÉ, nesta terça-feira (22). Os três faziam parte do Comitê Gestor de Parcerias Público-Privadas do Estado de Pernambuco (CGPE).

Já a defesa do senador Fernando Bezerra Coelho disse deconhecer possível despacho do procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, que, segundo a revista Istoé, pede para o Supremo Tribunal Federal (STF) concentrar em um único inquérito investigações contra FBC, o governador Paulo Câmara, o prefeito do Recife, Geraldo Julio, e o deputado federal Tadeu Alencar, todos do PSB, por uma possível participação no superfaturamento das obras de construção da Arena de Pernambuco.

O inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF), de acordo com a revista, investiga a suspeita de superfaturamento e irregularidades na construção da Arena de Pernambuco, obra feita pela empreiteira Odebrecht. O senador Fernando Bezerra Coelho também é investigado. Todos os políticos citados são do PSB.

O despacho que autoriza o inquérito é sigiloso e foi autorizado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, no último dia 3.

O fato tem relação com a Operação Fairplay, deflagrada pela Polícia Federal de Pernambuco em 2015, mas está sendo tratado no Supremo como um desdobramento da Operação lava Jato. Ao longo do inquérito, os investigadores constataram indícios de envolvimento político com as irregularidades.

Confira nota na íntegra:

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, o prefeito do Recife, Geraldo Julio, e o deputado federal Tadeu Alencar, como ex-integrantes do Comitê Gestor de Parcerias Público-Privadas do Estado de Pernambuco (CGPE), vêm a público prestar os esclarecimentos abaixo, diante da reportagem publicada na edição online da revista Istoé:

1 – A licitação para a construção da Arena, ocorrida em 2009, observou todos os requisitos, prazos e exigências da Lei de Concessões e da Lei das Parcerias Público-Privadas, que preveem a possibilidade de o autor do projeto participar da licitação, não decorrendo desse fato qualquer irregularidade, fraude ou frustração do caráter competitivo da disputa;

2- A Arena Pernambuco foi entregue em junho de 2013 e custou R$ 479.000.000,00 (base maio de 2009), tendo apenas 75% da sua construção sido financiada pelo BNDES e sendo a mais barata entre as arenas construídas no Brasil, levando em conta a capacidade instalada. O restante do valor do contrato deveria ser pago durante a exploração do Estádio (contraprestação para a operação da Arena);

3 – Não houve superfaturamento. O percentual do terreno da Cidade da Copa foi validado pela Fundação Getúlio Vargas, não tendo sido questionado pelo Tribunal de Contas da União e do Estado. O terreno não foi entregue à Concessionária, continuando no patrimônio do Estado de Pernambuco;

4 – Considerando que as receitas estimadas não se confirmaram, o contrato de concessão foi rescindido, tendo os parâmetros utilizados na rescisão sido aprovados pelo Tribunal de Contas do Estado, por meio de formalização de Termo de Ajuste de Gestão (TAG);

5 – Importante destacar que o contrato de concessão foi aprovado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE), na decisão de número 0101011/2011, tendo sido igualmente analisado, sem objeções, pelo Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual e BNDES;

6 – A análise encomendada pelo Governo do Estado de Pernambuco à Fundação Getúlio Vargas está disponível no Portal da Transparência no www.transparencia.pe.gov.br .

Como têm feito todas as vezes que é provocado, o Governo do Estado de Pernambuco e os ex-integrantes do CGPE, enquanto ocupantes de funções públicas, estarão à disposição para prestar todas as informações necessárias sobre a construção da Arena Pernambuco.

Confira também a nota completa do senador Fernando Bezerra Coelho

A defesa do senador Fernando Bezerra Coelho, representada pelo FBC Arena Pernambuco Arena de pernambuco paulo câmara Geraldo Júlio A defesa do senador Fernando Bezerra Coelho, representada pelo advogado André Callegari, afirma que não teve conhecimento do referido despacho do procurador-geral da República – tampouco do Inquérito 4292, que, inclusive, tramita em sigilo – não tendo, portanto, subsídios para se pronunciar, neste momento. A defesa de Fernando Bezerra observa que não recebeu qualquer tipo de convocação ou intimação. E lembra que, conforme, atestam os tribunais de Contas da União e do Estado, todas as operações referentes à licitação da Arena Pernambuco foram julgadas regulares pelos referidos tribunais.

alt

Governadores e Temer fecham acordo para repasse de multas da repatriação

alt

altPara ter direito aos R$ 5,2 bilhões das multas da repatriação, governadores se comprometeram a apoiar, entre outros temas, a reforma da previdência

Agência Brasil / Foto: Valter Campanato

Ao deixar a reunião do presidente Michel Temer com chefes dos Executivos estaduais, o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, disse que a equipe econômica do governo aceitou repassar parte do dinheiro arrecadado com as multas da chamada repatriação. Os recursos, obtidos com a regularização de ativos mantidos por brasileiros no exterior, eram objeto de disputa no Supremo Tribunal Federal (STF). A União já tinha repassado a estados e municípios o dinheiro recolhido com o Imposto de Renda, mas os governadores defendiam também o direito à divisão dos recusos arrecadados com as multas.

Governadores e representantes de 24 estados, mais o Distrito Federal, estão reunidos há quatro horas com Temer no Palácio do Planalto para discutir o acordo e demais propostas para solucionar a crise financeira das unidades da federação.

O montante, segundo os governadores, é de cerca de R$ 5,2 bilhões, dos R$ 46,8 bilhões obtidos com a repatriação. De acordo com Colombo, o acordo fechado prevê que os estados retirem as ações reivindicando o repasse que tramitam no STF.

“Os recursos das multas serão partilhados com estados e municípios, assim como foi feito com o imposto. Há um compromisso nosso, como contrapartida, de que a gente continue lutando com o ajuste fiscal, para equilíbrio das contas públicas, e apoiando fortemente o governo federal na reforma da Previdência”, afirmou Raimundo Colombo, ao deixar a reunião.

Reforma da previdência dos estados

Sobre a possibilidade de os governadores trabalharem para reformar a previdência dos estados, com as mesmas regras da reforma que será proposta pelo governo federal, Colombo disse não haver um “compromisso”, e sim uma “intenção” de trabalho em conjunto. Mais cedo, o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, havia dito que uma das pautas conjuntas é a alteração das regras para aposentadoria com os “mesmos termos” para todos os estados.

alt

Ele sabia, sim. Ex-diretor da Petrobras relatou que Lula sabia do petrolão, diz Delcídio

alt

altDelcídio relatou a juiz da Lava Jato ter ouvido de ex-diretor de Serviços da Petrobrás, que seria indicado pelo PT, ligação de ex-presidente com esquema de desvios na estatal.

Estadão Conteúdo/ Foto: reprodução

O ex-presidente Lula sabia do esquema de arrecadação de propinas na estatal, por partidos da base aliada do governo, de acordo com o delator Delcídio Amaral (ex-PT-MS).

O ex-líder do governo Dilma foi a primeira testemunha de acusação contra o petista, em ação penal do caso do tríplex do Guarujá (SP) – pago pela OAS. Ao ser questionado por um advogado de defesa se Delcídio pode dar o nome de uma pessoa que disse: “olha o presidente sabe de tudo, porque eu presenciei”, o delator respondeu: “Renato Duque”.

A defesa de Lula tentou tumultuar essa parte do depoimento. “Não… Renato Duque…isso, isso, é outro colaborador…”, disse o advogado, antes de ser corrigido. “Não, não é delator”. “Ele respondeu o que o doutor perguntou”, sentenciou o juiz Sérgio Moro.

O representante da defesa tentou argumentar que Delcídio estava formando juízo próprio ao afirmar que Lula tinha conhecimento e participação no esquema de corrupção na Petrobras. Mas o ex-senador retrucou: “Era absolutamente sabido. Vários partidos procuravam o presidente Lula quando seus protegidos não correspondiam àquilo que foi combinado”, afirmou Delcídio.

Segundo ele, após o mensalão, as diretorias foram usadas para garantir a governabilidade e a base do governo Lula. “O presidente Lula no mensalão, era a tese do não sabia, ele só escapou por causa de um acordo político que votou o relatório da CPI do Mensalão”. Delcídio disse acreditar que na Lava Jato “vai ser muito difícil a desculpa do ‘não sei’, que ela prevaleça”.

O ex-líder do PT no Senado confirmou ainda que existia uma “estrutura montada” no governo Lula para “bancar as estruturas partidárias (PT, PMDB e PP)” e que o ex-presidente “tinha um conhecimento absoluto de todos os interesses que rodeavam a gestão da Petrobrás”.

As acusações contra Lula são relativas ao recebimento de vantagens ilícitas da empreiteira OAS por meio de um triplex no Guarujá, no litoral de São Paulo, e ao armazenamento de bens do acervo presidencial, mantidos pela Granero de 2011 a 2016.

O petista é acusado corrupção passiva e lavagem de dinheiro no esquema de cartel e propinas na Petrobrás. A denúncia do Ministério Público Federal sustenta que ele recebeu R$ 3,7 milhões em benefício próprio – de um valor de R$ 87 milhões de corrupção – da empreiteira OAS, entre 2006 e 2012.

Renato Duque está preso desde abril de 2015 em Curitiba, acusado de ser o principal indicado do PT no esquema de arrecadação de propinas na Petrobrás. Ele tenta pela terceira vez um acordo de colaboração premiada com procuradores da força-tarefa da Lava Jato, mas ainda sem sucesso.

alt

Vereadores de Araripina vão à Brasília em busca de recursos para o Hospital Santa Maria e tratores para os agricultores

alt

altJoão Dias (PSB), João Erlan (PDT) e a diretora do Hospital Santa Maria, Irmã Fátima, visitaram vários deputados, entre eles Gonzaga Patriota.

Por Roberto Gonçalves / Foto: divulgação

O vereador reeleito João Dias (PSB) juntamente com o vereador eleito João Erlan (PDT) e a diretora do Hospital e Maternidade Santa Maria, Irmã Fátima, estiveram nesta quinta-feira (22), em Brasilia DF, visitando os gabinetes dos deputados que foram bem votados em Araripina nas eleições de 2014.

Segundo o vereador João Dias (PSB),  o objetivo da viagem a Capital Federal é conseguir recursos para o Hospital Filantrópico da maior cidade do Araripe. O vereador também informou que irá mais uma vez solicitar ao deputado federal Gonzaga Patriota, uma emenda destinando verbas para adquirir alguns tratores para os agricultores do município.

No finalzinho de 2015, Gonzaga Patriota entregou três tratores às associações dos distritos de Dormentes, Sertão do São Francisco, totalizando mais de R$ 300 mil em emenda. Na época em entrevista a Rádio Arari FM, Patriota informou que em 2016 entregaria cinco tratores em Araripina, inclusive um para o distrito de Gergelim.

alt

Desenhista natural de Araripina realiza trabalhos para editora dos EUA e Canadá

alt

altO professor e desenhista, Toni Neri, vem se destacando no campo artístico do desenho com excelentes trabalhos realizados para outros países.

Por Sebastião Dias / Foto: reprodução

O professor e desenhista natural da cidade de Araripina, Toni Neri, vem se destacando no campo artístico do desenho com excelentes trabalhos realizados para outros países.

Toni desenha desde criança, mas decidiu mesmo que queria ser desenhista de história em quadrinhos aos 14 anos, quando teve contato com os Comics (Quadrinhos de super heróis americanos). O sonho de se tornar artista e desenhar Superman, Batman, X-Man, crescia a medida que seu desenho evoluía.

Assim como todo artista, as dificuldades surgiram. “É difícil viver de arte no Brasil, e eu tive que arrumar um emprego e fazer faculdade a noite, então o tempo ficou escasso”.

altO artista passou 10 anos afastado dos desenhos, fazendo apenas rascunhos nas horas vagas. Nesse período que ficou longe do desenho, estudou e se tornou professor. Hoje Toni Neri é professor de Inglês e Espanhol. “Acho que aproveitei bem esse tempo longe do desenho para adquirir formação, fiz duas graduações, um curso técnico, três especializações e um mestrado nesse período. Hoje eu não vivo da arte, a arte é um complemento.” Afirmou o desenhista.

O sucesso nas artes começou quando Toni postou seus desenhos na rede social americana Reddit. Contratado por americanos e canadenses, começou a fazer alguns trabalhos para editoras independentes. Hoje formou uma equipe denominada Redeemer Studio, composta por ele e mais dois desenhistas de Ipubi (Orlando Maro e Paulo Ricardo), que já desenvolveu diversos trabalhos para os EUA, Canadá e França.

“Os desenhistas do nosso grupo são muito talentosos e os editores tem gostado bastante. Isso é muito bom porque estamos abrindo portas para outros artistas da região entrarem no mercado.”

O trabalho é minucioso e demorado, o artista leva em média um dia inteiro para desenhar uma página, e as histórias vão de 04 até 25 páginas. Os trabalhos muitas vezes tem prazos apertados para serem entregues e os pagamentos são em dólar. Mas como toda arte, para se ganhar dinheiro tem que se construir um nome e uma carreira.

“Desenhar não é um trabalho, é um Hobby pago. Assim como na música, só se ganha muito dinheiro quem é famoso. Então antes de ganharmos dinheiro temos que adquirir experiência e construir um nome lá fora.”

alt

Presidente da Apami em Petrolina, diz que dívida do Governo de PE com a entidade é de R$ 1,7 milhão

alt

altSegundo Dr.Augusto Coelho, esse dinheiro ajudaria, e muito, a entidade a manter os serviços para pacientes que não podem pagar pelo tratamento oncológico.

Por Carlos Britto / Foto: reprodução

Após a divulgação acerca da interrupção das obras do Hospital Dom Tomás e da suspensão de novos atendimentos no Centro de Oncologia (Ceonco) Dr.Muccini, devido a dificuldades nas finanças da Associação Petrolinense de Amparo à Maternidade e à Infância (Apami), o presidente da entidade, Augusto de Souza Coelho, fez questão deixar ‘o preto no branco’.

Segundo Dr.Augusto, como é mais conhecido em Petrolina, existe uma dívida pendente do Governo de Pernambuco no valor de R$ 1,7 milhão com a Apami, pelos serviços prestados. Isso já ajudaria, e muito, a entidade a manter seu belo serviço em prol dos pacientes que não podem pagar pelo tratamento oncológico.

alt

FACISA organiza em Araripina, Ciclo de Palestras Jurídicas com grandes palestrantes do Direito

alt

altO Ciclo começa nesta terça-feira (22), com a palestra de José Anastácio Guimarães Figueiredo Correia que é Juiz substituto do TJPE.

Vera Cruz Comunicação – Jorge Possetti / Foto: divulgação

A Faculdade de Ciências Humanas e Sociais de Araripina – FACISA, vai realizar o Ciclo de Palestras Jurídicas com renomados palestrantes e temáticas atuais para os universitários do curso de Direito. Serão cinco palestras que renderão aos alunos certificado de 15h/aula.

O Ciclo começa no dia 22/11 com a palestra de José Anastácio Guimarães Figueiredo Correia que é Juiz substituto do TJPE e vai abordar o tema “Bem de família sob a ótica da jurisprudência do STJ”. Uma semana após, dia 29/11, a Delegada de Polícia Civil de Araripina – PE, Drª Katyanna de Alencar Muniz Leite abordará a temática dos “Aspectos jurídicos e práticos do inquérito policial”.

Ainda em novembro, no dia 30, o promotor de justiça Dr Manoel Dias da Purificação Neto falará sobre a “Delação Premiada”. Em dezembro, Dr Jander Pinheiro Jucá, Juiz substituto da 1ª Vara da Comarca de Araripina – PE apresenta duas palestras: dia 1º falará sobre “Aspectos práticos da dosimetria da pena” e no dia 06, abordará sobre “Procedimento comum no código de processo civil”.

Para Morgana de Moura Costa Silva, diretora da FACISA, o Ciclo de Palestras Jurídicas encerrará o ano letivo com chave de ouro, pois serão grandes palestras ministradas por autoridades nos assuntos propostos. “A FACISA novamente oportuniza para seus alunos um excelente momento de aprendizado e atualização. Os temas são bem interessantes e os palestrantes possuem grande conhecimento que será transmitido aos participantes”, destaca.

Para se inscrever no Ciclo de Palestras Jurídicas, os interessados devem comparecer a Direção da FACISA e pagar a taxa de R$ 10 + 2kg de alimento não perecíveis que serão doados pelo projeto FACISA Solidária. 

alt

Lava Jato: Palocci sinaliza que vai propor acordo de delação

alt

altPreso há 68 dias, ex-ministro mostrou interesse em virar delator.

Diário do Poder / Foto: reprodução

O ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci, que está preso há 68 dias sob a acusação de administrar dinheiro roubado do governo por meio de contratos com a Odebrecht, sinalizou à força-tarefa da Operação Lava Jato a intenção de negociar um acordo de delação premiada. Para surpresa de Palocci, que também foi ministro da Casa Civil de Dilma, os investigadores não demonstraram grande interesse nisso. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

“Quem desdenha, quer comprar”: a delação de Palocci será aceita se ele contar como operava e quem se locupletava do dinheiro roubado.

Palocci, o “Italiano” da lista da Odebrecht, pode ser condenado até a 12 anos (corrupção passiva) e 10 anos (lavagem de dinheiro) de prisão.

A situação de Palocci pode piorar, com a delação premiada de Marcelo Odebrecht, herdeiro da construtora, e de dezenas de executivos.

Palocci fez fortuna nos governos do PT. Tanto assim que ao ser preso tinha mais de R$ 61,7 milhões em contas correntes e aplicações.

alt

Estado paga primeira parcela do 13º salário dia 30 de novembro

alt

altGratificação será paga em duas etapas uma no dia 30 deste mês e outra no dia 20 de dezembro

JC Online: Foto: reprodução

O governador Paulo Câmara (PSB) anunciou na tarde desta segunda-feira (21) que o Estado pagará a primeira parcela do 13º salário dos servidores estaduais no próximo dia 30 e que a segunda ficará para o dia 20 de dezembro, no limite estipulado pela legislação para quitação da gratificação.

Serão R$ 416 milhões em cada uma das parcelas do 13º. Paulo Câmara também confirmou que os salários do mês de novembro serão quitados no dia 5 de dezembro e que os salários de dezembro serão pagos no início de janeiro.

A folha salarial do Estado custa R$ 832 milhões por mês. Os recursos que chegaram aos cofres estaduais fruto do projeto de repatriação aprovado no Congresso, em torno de R$ 230 milhões, viabilizaram o pagamento do 13º, afirmou o governador, que tratou do tema durante um evento no Palácio do Campo das Princesas em homenagem ao Dia da Consciência Negra.

As informações passadas por Paulo Câmara devem por fim à expectativa dos servidores depois que o secretário Milton Coelho (Administração) veio a público, por duas vezes nos últimos 30 dias, declarar que o Estado não tinha arrecadado recursos suficientes para honrar o 13º dos servidores.

alt

Escola Técnica Estadual Pedro Muniz Falcão – ETE, abre inscrições em Araripina

alt

altEstão sendo disponibilizandas na ETE de Araripina, 180 vagas para alunos exclusivamente do 1º ano.

Por Roberto Gonçalves / Foto: reprodução

A Secretaria de Educação de Pernambuco abriu inscrições, até o dia 30 de novembro, para as Escolas Técnicas do Estado de ensino integrado para o ano letivo de 2017. Em Araripina, a Escola Técnica Estadual Pedro Muniz Falcão – ETE, está disponibilizando 180 vagas, segundo informou na rádio Arari FM nesta segunda-feira (21), a gestora da Escola, Francisca Ato Rodrigues. As inscrições são feitas exclusivamente através do site matrícula 2017.

Além de Araripina, a maior parte das vagas é destinada para as cidades Arcoverde, Bezerros, Bonito, Belo Jardim, Buíque, Carnaíba, Carpina, Escada, Goiana, Gravatá, Lajedo, Limoeiro, Palmares, Paudalho, São Bento do Una, Santa Cruz do Capibaribe, São José do Belmonte, São José do Egito, Serra Talhada, Sertânia, Surubim e Timbaúba. Notal são cerca de 6 mil vagas em todo o estado.

O processo seletivo será feito através da realização de provas objetivas em uma única etapa. Os exames serão aplicados nos dias 05 e 06 de dezembro. Quem não tem acesso à internet pode se inscrever nas próprias escolas, no horário das 10h às 12h. Os resultados serão divulgados no dia 23 de dezembro.

alt

No Banner to display

Após vários meses, volta a chover no Sertão do Araripe

alt

altChoveu do domingo para segunda-feira (21) em Araripina e várias cidades do sertão araripeano, como Ouricuri e Trindade.

Por Roberto Gonçalves / Foto: reprodução

Choveu de forma moderada do Sertão do Araripe nesta segunda-feira (21), a região foi banhada com precipitações na maioria dos municípios mesmo em pequenas quantidades, a máxima atingiu 26 mm.

Algumas nuvens se formaram no interior de Pernambuco e provocaram chuva desde o final da tarde desse domingo (20) em Ouricuri, Trindade, Santa Cruz, Bodocó e Exu.

Mesmo com baixo volume, a chuva serviu para modificar a rotina dos Araripinenses, e foi preciso redobrar a atenção no trânsito. Há oito meses não chovia na município.

Na agricultura a chuva veio para dar esperança aos agricultores. E algumas localidades da região, já foi possível ver alguns sertanejos plantando feijão e milho nesta segunda-feira (21).

 

alt

No Banner to display

Reestruturação: Banco do Brasil vai fechar 15% de suas agências no país

alt

altMedida prevê aposentadorias e será anunciada nesta segunda.

Diário do Poder / Foto: reprodução

O Banco do Brasil (BB) vai anunciar, em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (21), um plano de reestruturação da instituição que reduzirá o número de agências e oferecerá um plano de aposentadoria incentivada para até 18 mil funcionários.

A estimativa é de que seja alcançada uma economia total de, aproximadamente, R$ 2,7 bilhões em 2017, somando a redução da estrutura física, corporativa e de pessoal, caso pelo menos 10 mil funcionários aceitem a proposta de incentivo para aposentadoria.

O BB vai assumir a reestruturação e até anunciá-la, até por ser um banco público, mas é mundial a tendência de reduzir a estrutura física. No Brasil, discretamete, os bancos privados já promovem essa mudança.

A decisão dos bancos brasileiros foi acelerada após uma sequência de greves radicais e polongadas, por meio de investimentos maciços em tecnologia, de modo a que o correntista necessita cada vez menos de um bancário para realizar mais de 90% de suas transações financeiras. Por essa razão, a cada ano que passa os greves são cada vez menos percebidas.

alt

No Banner to display

Polêmico, Guilherme Uchoa caminha para 12 anos na presidência da Alepe

alt

altSem medo de comprar brigas, Guilherme Uchoa deve conquistar sexto mandato seguido no comando da Alepe

JC Online / Foto: reprodução

Aos 69 anos, Guilherme Uchoa (PDT) caminha a passos largos para conquistar o sexto mandato seguido na presidência da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Os 12 anos à frente de um dos Poderes do Estado são um feito inédito desde que a República foi proclamada em 1889. Ao contrário do ano passado, quando enfrentou uma inédita resistência para continuar no cargo, o pedetista tem reunido, sem esforço, apoios que vão do Palácio do Campo das Princesas à oposição.

Dentre os muitos trunfos que explicam a longevidade do poder de Uchoa, dois se destacam: a falta de receio em comprar brigas para defender os demais deputados e o bom trânsito com o Judiciário. Juiz de Direito aposentado, o pedetista é visto como uma ponte entre a gestão Paulo Câmara (PSB) e a Justiça Estadual. Poucos meses após ser empossado, o governador bateu de frente com o Tribunal de Justiça (TJPE) por causa do duodécimo.

Uchoa pode ter dificuldade em sinalizar para fora da Casa, mas é quase uma unanimidade entre os deputados. Não raro, quando um parlamentar menos articulado tem dificuldade em falar com algum secretário, o presidente faz valer o seu prestígio para abrir os caminhos. Se é bem quisto pelo governo, Uchoa também inspira apoio na oposição, para quem é melhor tê-lo na presidência do que um socialista muito alinhado ao Palácio.

POLÊMICO

Sem medo da opinião pública, Uchoa assumiu o desgaste de várias polêmicas das quais fugiram os demais colegas. Recém-chegado à presidência em 2007, o pedetista mandou retirar das galerias da Alepe manifestantes contrários ao nepotismo durante uma sessão que debatia o projeto. Ele próprio chegou a lotar um filho no gabinete e criticou a OAB por condenar a prática.

alt

No Banner to display