Início Notícias Na direção oposta a Lula, Bolsonaro defende imprensa livre

Na direção oposta a Lula, Bolsonaro defende imprensa livre

126
Foto: reprodução

Há algumas semanas, o ex-presidente e ex-presidiário Lula voltou a defender a “regulamentação da mídia” no Brasil: “Tem setores da imprensa que não querem que eu seja candidato. Porque se eu voltar, vou regular os meios de comunicação deste país”. Os termos “regulamentação” e “democratização” da mídia nada mais são do que a censura e o controle dos meios de comunicação.

Em outro evento, o petista deixou claro que seu projeto de censura nada mais é do que uma tentativa de se blindar politicamente: “Ou a gente faz isso ou vai continuar sendo vítima da espoliação de meia dúzia de famílias que manda na comunicação. É preciso haver uma regulamentação”.

Não se contentando em controlar a mídia, Lula também usou a Venezuela como exemplo político e afirmou que também pretende controlar a internet: “Eu vi como a imprensa destruía o Chávez [ex-presidente da Venezuela]. Aqui, eu vi o que foi feito comigo. Nós vamos ter um compromisso público de que vamos fazer um novo marco regulatório dos meios de comunicação e espero que os senadores e os deputados entendam que isso é necessário para a democracia. Inclusive, vamos discutir com a sociedade uma regulação da internet”.

Ao contrário de Lula, o presidente Jair Bolsonaro defendeu que a liberdade de imprensa tem que ser mantida, mesmo que a mídia tenha defeitos: “A nossa liberdade de imprensa, com todos os seus defeitos, tem que persistir. Com todos os seus defeitos, é melhor ela falando do que calada”.

Além de ser contra o controle da mídia, Bolsonaro também se colocou contra a censura na internet: “Se for levar em conta o que se fala do presidente nas mídias sociais, eu duvido quem apanha mais do que eu, mas em nenhum momento eu recorri ao Judiciário para tentar reparar isso”, disse o presidente. “Não precisamos de regular isso aí. Deixemos o povo à vontade. Obviamente, quando se vai para pedofilia e outras coisas mais, aí não tem cabimento. Isso não é fake news, isso é crime”, completou.

Fica evidente que Bolsonaro defende a liberdade de imprensa e de expressão no Brasil, enquanto Lula pretende censurar o povo brasileiro e a mídia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here