Início Notícias Ministério da Saúde reduz intervalo da dose de reforço da vacina contra...

Ministério da Saúde reduz intervalo da dose de reforço da vacina contra a Covid-19 para 4 meses

224
Foto: reprodução

De acordo com Marcelo Queiroga, o objetivo da medida é ampliar a proteção da população contra a variante Ômicron, que já foi identificada em diversos Estados nos últimos dias

Por Jovem Pan

Marcelo Queiroga, responsável pelo Ministério da Saúde, anunciou, na tarde deste sábado, 18, que o intervalo para aplicação da dose adicional da vacina contra a Covid-19 foi reduzido de cinco para quatro meses em todo o Brasil. De acordo com o ministro, o objetivo da medida é ampliar a proteção da população contra a variante Ômicron, que já foi identificada em diversos Estados nos últimos dias. “Para ampliar a proteção contra a variante Ômicron vamos reduzir o intervalo de aplicação da 3ª dose de cinco para quatro meses. A dose de reforço é fundamental para frear o avanço de novas variantes e reduzir hospitalizações e óbitos, em especial em grupos de risco. A portaria com a modificação será publicada na segunda-feira. Informem-se sobre o calendário vacinal de seu município e veja se já chegou a sua vez”, escreveu Queiroga, em sua rede social.

Mais cedo, o ministro da Saúde havia comunicado, em entrevista coletiva, que a decisão sobre o início da vacinação de crianças de 5 a 11 anos só será tomada em 2022, a partir do dia 5 de janeiro. O posicionamento de Queiroga acontece dois dias após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizar a aplicação da vacina da Pfizer contra a Covid-19 para esta faixa etária. O ministro, entretanto, afirmou que o procedimento será adotado porque “a introdução desse produto no âmbito de uma política pública requer uma análise mais aprofundada.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here