Início Notícias Lava Jato mira desvios na Saúde e prende secretário de Transportes de...

Lava Jato mira desvios na Saúde e prende secretário de Transportes de SP

164
Foto: reprodução

Rádio Jovem Pan

A força-tarefa da Lava Jato deflagrou, nesta quinta-feira (6), a Operação Dardanários, que mira desvios na Saúde do Rio de Janeiro e em São Paulo que envolvem órgãos federais. As primeiras informações dão conta de que a Polícia Federal identificou um conluio entre empresários e agentes públicos que tinham por finalidade contratações que eram dirigidas. O juiz federal Marcelo Bretas expediu 6 mandados de prisão e 11 de busca e apreensão em Petrópolis (RJ), São Paulo, São José do Rio Preto (SP), Goiânia e Brasília. Até o momento, três pessoas foram presas; entre elas, Guilherme Franco Cruz, pesquisador do Fiocruz, e o secretário de Transportes de São Paulo, Alexandre Baldy. Embora a assessoria de Baldy não confirme a prisão, fontes ligadas a Jovem Pan reforçaram, no começo desta manhã, que a PF foi até a residência de Baldy, na região da Haddock Lobo.

Segundo informações da repórter Beatriz Manfredini, o secretário deverá ser encaminhado para a sede da polícia federal em São Paulo. Vale destacar que buscas foram realizadas também no gabinete de Baldy e em um apartamento em seu nome de Brasília. A operação apura supostas ações cometidas antes de seu mandato na gestão João Doria. Ele foi deputado federal e ministro das Cidades no governo Temer. O Palácio dos Bandeirantes ainda não se pronunciou sobre o assunto. Durante as buscas nos endereços de Baldy, a PF apreendeu R$ 90 mil em um cofre em Brasília.

Em nota, a Secretaria dos Transportes Metropolitanos confirmou que a Polícia Federal esteve na sede , em São Paulo, cumprindo mandado de busca e apreensão da Operação Dardanários, que foi expedido pela 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro. “Importante ressaltar que tal operação não tem relação com a atual gestão do Governo de São Paulo. A STM colaborou junto à PF enquanto estiveram no prédio. Após as buscas, nenhum documento ou equipamento foi levado pela Polícia Federal”, diz o texto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here