Início Notícias Lava Jato: em delação, Odebrecht revela estratégia para manter Lula influente

Lava Jato: em delação, Odebrecht revela estratégia para manter Lula influente

750
alt

altAbriu ‘conta’ para financiar a ‘relevância’ do ex-presidente.

Diário do Poder / Foto: reprodução

O ex-presidente e herdeiro do grupo Odebrecht, Marcelo Odebrecht, relatou a procuradores da Lava Jato que uma espécie de conta que a empresa mantinha em nome de Luiz Inácio Lula da Silva tinha o objetivo de manter o petista influente depois que saísse da Presidência da República.

Após a saída do Planalto, com alta aprovação popular, a expectativa era que ele continuasse a ter relevância no cenário político, o que de fato ocorreu. Segundo Odebrecht, foi criada uma ‘conta’ financiada pelo departamento de propinas, gerenciada pelo ex-ministro Antônio Palocci, preso em setembro.

Segundo a delação, divulgada pela Folha de S. Paulo, Branislav Kontic, ex-assessor de Palocci, é apontado como um dos encaregados de transportar o dinheiro em espécie que abastecia a ‘conta’.

Batizada de ‘amigo’ em referência a Lula, a ‘conta’ foi usada para financiar projetos como a compra de um terreno em São Paulo que deveria abrirar a sede do Instituto Lula.

O Intituto afirmou, em nota à reportagem, que não comenta “especulações sobre supostas delações”.

alt

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here