Início Notícias Gestão PSB: Justiça condena ex-funcionários da Prefeitura do Recife por compras da...

Gestão PSB: Justiça condena ex-funcionários da Prefeitura do Recife por compras da pandemia

200
Foto: reprodução

A juíza da 36ª Vara da Justiça Federal em Pernambuco, Carolina Souza Malta, condenou o ex-diretor de Finanças da Secretaria de Saúde do Recife durante a gestão do ex-prefeito Geraldo Julio (PSB), Felipe Soares Bittencourt, e a ex-gerente de Conservação da Pasta, Mariah Simões, por peculato e falsidade ideológica, fixando pena de três anos e dois meses de reclusão, por crimes cometidos em dispensa de licitação para aquisição de camas hospitalares durante a pandemia. O ex-secretário de Saúde do Recife Jailson de Barros Correia foi absolvido.

De acordo com a decisão judicial, os réus poderão apelar em liberdade. Além das penas de reclusão, eles serão obrigados a reparar aos cofres públicos R$ 268,9 mil, com atualização monetária.

Os empresários responsáveis pela empresa que forneceu irregularmente as camas, a Deltamed, Jones Marco de Arruda Moura e Renata Deud Salomão, foram condenados a quatro e três anos de reclusão, respectivamente.

Felipe Bittencourt chegou a ser afastado da função de Diretor de Finanças da Saúde na gestão Geraldo Júlio por decisão cautelar da Justiça no decorrer da Operação Bal Masqué. Felipe era braço direito do ex-prefeito desde a Secretária de Desenvolvimento Econômico do ex-governador Eduardo Campos.

Felipe Soares Bittencourt, Mariah Simões e Jailson Barros Correia ainda são réus em mais dois outros processos que correm na Justiça Federal, um deles envolvendo novamente a empresa Deltamed. De acordo com denúncia do Ministério Público Federal, essa outra dispensa de licitação teria causado um prejuízo de R$ 13,2 milhões por irregularidades em compras como aventais, toucas e máscaras descartáveis. A Justiça recebeu a denúncia e iniciou a ação penal no início deste ano.

De acordo com a juíza Carolina Malta, as camas adquiridas estavam com valor acima do negociado do mercado e parte dos colchões sequer foram entregues. (Blog do Jamildo)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here