Início Notícias Crise: Casa de Apoio da Prefeitura de Parnamirim no Recife tem ordem...

Crise: Casa de Apoio da Prefeitura de Parnamirim no Recife tem ordem de despejo por falta de pagamento

193
Foto: Divulgação

Desde 2017 na gestão Tácio Pontes, e agora com Nininho Carvalho, a prefeitura sertaneja não honra com o pagamento da mensalidade do imóvel

Por Juliana Albuquerque / Blog do Magno

Pacientes que integram o programa de Tratamento Fora do Domicílio (TFD) de Parnamirim e usam a Casa de Apoio da Prefeitura, localizada em Santo Amaro, no Recife, correm o risco de perder esse suporte por conta de ação de despejo movida pela proprietária do espaço, por falta de pagamento.

Desde dezembro de 2017, o então prefeito de Parnamirim na época, Tácio Pontes, que consta como fiador do contrato, não honra com o pagamento da mensalidade do imóvel, que serve como Casa de Apoio da Prefeitura de Parnamirim no Recife. A prática se estende à atual gestão do prefeito Nininho Carvalho, o que gerou um processo judicial por parte da proprietária de ordem de despejo, para que possa reaver a posse do seu único bem imóvel.

“Em várias oportunidades nos autos deste processo, informamos que não houve pagamentos desde 12/2017, por isso, foi requerido também de forma extrajudicial, a entrega do Imóvel, já que, além de não ter havido a renovação contratual, a autora encontra-se à 64 (sessenta e quatro) meses sem receber os aluguéis de seu único bem imóvel”, relata trecho da ação de despejo movida pela proprietária do imóvel.

No total, de acordo com a ação, que além do ex-prefeito Tácio Pontes tem como réu o município de Parnamirim, a autora também informa que além dos aluguéis atrasados, há também inadimplência junto à Compesa. No total, entre aluguel e Compesa, os débitos ultrapassam o valor de R$ 500 mil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here