Início Notícias Se Marina substituir Campos, PSB quer quadro do partido para vice

Se Marina substituir Campos, PSB quer quadro do partido para vice

802
alt

alt

Preocupação é não se transformar em ‘barriga de aluguel’. Ex-senadora faz parte da Rede e tem divergências com socialistas

BRASÍLIA — Em meio ao luto, o PSB e partidos que integram a coligação presidencial precisam reunir esforços para se reposicionar na disputa eleitoral. O primeiro passo, segundo dirigentes do PSB, será conversar com Marina Silva para ver se ela está de fato disposta a assumir a candidatura. Se isso ocorrer, o próximo passo passará a ser a definição de um novo candidato a vice-presidente. E enquanto a cabeça da chapa tem um nome natural — a própria Marina —, o mesmo não acontece com a vice.

Como Marina é neófita no PSB — ela só se filiou ao partido no limite do prazo legal para poder concorrer, quando a criação da Rede naufragou — há o temor entre socialistas de que o partido seja usado apenas como uma “barriga de aluguel” para sua candidatura. Em conversas reservadas, integrantes do partido avaliam que o ideal, então, é indicar um nome de raiz do PSB para compor a chapa, como uma forma de manter o controle e garantir que os acordos eleitorais feitos por Eduardo Campos e pelo partido sejam preservados. O vice seria, então, uma espécie de mediador de ânimos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here