Início Notícias Atuando em Araripina, ONG tenta contribuir para uma sociedade melhor entre os...

Atuando em Araripina, ONG tenta contribuir para uma sociedade melhor entre os jovens

98

Uma equipe da ONG Politiquê formada por Camila Alencar, Virgínia Rocha e Wesley Siqueira, esteve na Arari FM nesta quarta (19) falando sobre o assunto

Por Roberto Gonçalves / Foto: Blog do Roberto

Politiquê? é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, nascida em 2013 em Recife, Pernambuco, e constituída formalmente em dezembro de 2018. Segundo seus integrates, a ONG nasceu com o sonho de resgatar o sentimento de comunidade e desejo de contribuir para uma sociedade melhor entre os jovens.

Desde 2013, com o trabalho de centenas de voluntários e ampla rede de apoiadores, já desenvolvemos o nosso trabalho junto a mais de 3.000 alunos de ensino médio de escolas da rede pública estadual de Pernambuco.

Na manhã dessa quarta-feira (19), uma equipe da ONG Politiquê formada por Camila Alencar, Virgínia Rocha e Wesley Siqueira, esteve na Arari FM falando sobre o assunto com o comunicador Roberto Gonçalves.

“Nosso propósito é engajar os jovens para viverem a escola como exemplo de comunidade transformadora. Buscamos que os jovens se sintam parte relevante da comunidade escolar, alavancando seus resultados de desempenho escolar, fortalecendo a sua identidade como indivíduos e também impactando a comunidade ao seu redor como cidadãos conscientes e engajados”, disse uma das fundadoras da ONG Camila Alencar.

Ouça a entrevista na íntegra:

O objetivo do Programa é oferecer educação cívica para jovens em Araripina, promovendo experiências democráticas dentro das instituições educacionais da cidade.

“Buscamos colocar o aluno como protagonista, investindo no seu crescimento pessoal e no desenvolvimento de habilidades fundamentais, tanto relacionadas à prática cidadã quanto às práticas acadêmicas e profissionais, como o pensamento crítico e científico, a empatia, o respeito à divergência de opiniões e o empoderamento enquanto agente de transformação de sua comunidade e realidade social”, explicou a jovem Virgínia Rocha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.