Início Notícias Araripina teve dois animais sacrificados este ano devido a anemia infecciosa equina.

Araripina teve dois animais sacrificados este ano devido a anemia infecciosa equina.

830
alt

alt

Breno Ramos disse que no Município de Araripina o controle da doênça é rigoroso

Este ano, na cidade de Araripina, dois animais tiveram que ser sacrificados, um no mês de fevereiro e outro em junho, em propriedades diferentes. A preocupação é para que a doença não se espalhe com o trânsito de animais para eventos como as vaquejadas que acontecem durante todo o ano na região.

De acordo com o Secretário de Agricultura de Araripina e criador de Equinos Breno Ramos,’ no Município são feitos exames periódicos para evitar tanto a anemia infecciosa como o mormo’ que é  uma doençainfecto-contagiosa causada por uma bactéria, que acomete principalmente os eqüídeos , podendo também acometer o homem.

Ainda segundo Breno Ramos,  em Araripina é feito um controle rigoroso contando com a participação da ADAGRO, cobrando os resultados dos testes dos equídeos que são cavalos, burros e jumentos”, conta.

Araripina e outras cidades  do Sertão têm vaquejadas e eventos que recebem muitos animais. É preciso que seja feito um controle rigoroso, cobrando os resultados dos testes dos eqüinos.

A anemia infecciosa tem como principal transmissor a ‘mutuca’, um inseto sugador, além de outros meios como esporas e agulhas contaminadas com sangue de animais infectados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here