Início Notícias Após visita de Dilma, Transposição sofre novo atraso

Após visita de Dilma, Transposição sofre novo atraso

688
alt

alt

Dilma visitou obras um dia antes de o atraso ser publicado. Foto: BlogImagem

Longe do guia eleitoral, técnicos do governo federal reconheceram um novo grande atraso na transposição do Rio São Francisco. Os primeiros 16 quilômetros da obra originalmente testariam o transporte da água do Velho Chico para o Sertão até setembro de 2011, prazo que havia sido adiado para este ano, até o mês que vem. Semana passada, contudo, um dia após a presidente Dilma Rousseff (PT), em plena campanha, visitar a obra em Pernambuco e gravar imagens para o guia, o Ministério da Integração Nacional conseguiu o que havia pedido: o funcionamento da primeira etapa da obra foi adiado em dois anos, para até setembro de 2016.

A autorização foi da Agência Nacional de Águas (ANA). Não é o prazo do fim da obra, mas para ver a água correr só no primeiro trecho da transposição, o que o governo esperava primeiro em 2011 e depois este ano.

A obra, orçada em R$ 8,2 bilhões, tem dois longos canais. O Eixo Leste beneficiará Pernambuco e Paraíba e o Norte levará água para esses Estados, o Ceará e Rio Grande do Norte. O governo espera beneficiar 12 milhões de pessoas. A obra começou em 2007, na gestão Luiz Inácio Lula da Silva, orçada em R$ 4,5 bilhões. O Eixo Leste deveria sair em 2010 e o Norte, em 2012.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here