Início Notícias Comerciante é preso em Marcolândia acusado de pedofilia

Comerciante é preso em Marcolândia acusado de pedofilia

743
alt

alt

O acusado utilizava um aparelho de  DVD, colocando filmes pornográficos, onde as menores eram obrigadas a fazer tudo o que estava no filme

A polícia militar de Marcolândia, comandada pelo Tenente de Assis prendeu na tarde dessa segunda-feira(13/10/14) o comerciante Orlando João da Silva, 50 anos, acusado de pedofilia.

Segundo informações do tenente de Assis, o comerciante foi preso em sua própria residência após a polícia receber uma ligação anônima de vizinhos do acusado, de que o mesmo teria corrido atrás da menor A.P.P.S, de apenas 11 anos de idade, na tentativa de estuprá-la.

Diante do material encontrado a polícia de Marcolândia, comandada pelo tenente de Assis deu voz de prisão ao mesmo. Em depoimento a polícia, vizinhos do acusado informaram os nomes da crianças e adolescentes que frequentaram o seu comércio. Relataram ainda que achavam estranho que sempre quando as menores adentravam no comércio o mesmo fechava os portões.

As 7 menores que foram vítimas do comerciante, confessaram que a tempo vinham sendo assediada e estuprada e muitas vezes ameaçada de morte, se alguma dessas contasse para os seus familiares. Onde as menores também confessaram , que antes de praticar o ato libidinoso, o acusado utilizava um aparelho de  DVD, colocando filmes pornográficos, onde as menores eram obrigadas a fazer tudo o que estava no filme e que o acusado sempre mantinha relação com mais de uma menor ao mesmo tempo.

Ainda segundo as vítimas, elas recebiam por cada programa de 5 a 30 Reais e muitas das vezes dava bala e chiclete. Duas das menores relataram o envolvimento de uma outra pessoa, que levava as duas até a casa do acusado. E que esse gerenciador identificado apenas por Nenem, era quem levava as pornografias para o acusado. Este elemento estar foragido e será representado pela sua prisão preventiva.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here