Início Notícias Usina nuclear em Itacuruba é “fake”

Usina nuclear em Itacuruba é “fake”

59

Uma falsa notícia de que o município sertanejo de Itacuruba está na iminência de sediar uma usina nuclear do Ministério de Minas e Energia assustou deputados de vários partidos, políticos do Sertão de Itaparica e até o arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, que chamou à Cúria Metropolitana o bispo de Floresta e outros religiosos da região para registrar o protesto dos católicos contra o empreendimento. Trata-se de uma legítima “fake news”, porque não tem amparo na realidade.

De fato, cogitou-se há cerca de uma década a construção de uma usina nuclear no sertão pernambucano para reforçar nossa matriz energética quando ainda não tínhamos parques eólicos espalhados por todo o Estado.

E Itaparica foi indicada como município ideal por causa da qualidade do seu solo e de sua proximidade com o rio São Francisco. Hoje, porém, acreditar que essa usina vá sair do papel equivale a acreditar também em saci pererê.

Ora, se temos no Rio de Janeiro uma usina nuclear (Angra Três) parada há vários anos por falta de recursos, que já levou à prisão o almirante que a presidia (Othon Pinheiro da Silva) e o ex-presidente Michel Temer, que já consumiu R$ 8 bilhões dos 20 bi em que está orçada, e que se encontra com apenas 61% de suas obras concluídas, como levar a sério essa notícia de Itaparica?

Se for por causa dela, tanto o arcebispo como o bispo de Floresta, Dom Gabriel Marchesi, podem dormir tranquilos porque essa usina jamais virá para Pernambuco.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.