Início Notícias Taxa de trabalhadores desocupados cai 1,5% em Pernambuco

Taxa de trabalhadores desocupados cai 1,5% em Pernambuco

97
Foto: divulgação

Secretário de Trabalho, Emprego e Qualificação do estado aponta que houve a atração de R$ 115 bilhões em investimentos, um dos motivos que possibilitou a queda

Foto: reprodução

Pernambuco ficou entre os sete estados do país que tiveram queda no número de trabalhadores desocupados, ocupando a quarta posição do ranking da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). Os dados mostram que as taxas do estado caíram de 15,5 pontos percentuais (p.p) para 14.

O secretário de Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco, Alberes Lopes, atribuiu essa queda às várias frente de trabalho desenvolvidas pelo governador Paulo Câmara, que buscou apresentar o estado às empresas que fornecem matéria prima para a Fiat, além de atrair investimentos.

“Nós conseguimos atrair mais de 115 bilhões de reais em investimentos, 115 empresas estão vindo para Pernambuco. Tivemos também a implantação do crédito popular, que ajudou muito os micro e pequenos empreendedores do nosso estado”, afirma o secretário.

No entanto, apesar da diminuição do número de trabalhadores desocupados, dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontam que a taxa de informalidade no mercado de trabalho brasileiro atingiu 41,1%, seu maior nível desde 2016, e bateu recorde em 20 unidades federativas do país. Com 48,8% da população ocupada na informalidade, Pernambuco está entre os estados recordistas.

Alberes pontuou que o ideal seria que os trabalhadores tivessem a carteira assinada, mas o mais importante é que as famílias estejam gerando renda. “O crédito popular foi uma forma que Pernambuco encontrou, serviu como um instrumento para ajudar esses pequenos empresários a ampliar ou montar seus negócios”, aponta Lopes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.