Home Notícias Pelo segundo ano consecutivo cai o número de homicídios no Sertão do...

Pelo segundo ano consecutivo cai o número de homicídios no Sertão do Araripe

0
Compartilhar

Em 2018 foram  67 homicídios,  2017  116, enquanto que em 2016 foram 121

Por Roberto Gonçalves / Foto: reprodução

O ano de 2018 foi o menos violento dos últimos tempos no Sertão araripeano. O número de Crimes Violentos Letais Intencionais – CVLI’s  (homicídios) na região que é composta por dez municípios, diminuiu quase pela metade, comparando 2018 os dois anos anteriores. No ano passado foram 67,  em 2017 foram 116 homicídios registrados, enquanto que em 2016, o número chegou a 121. O balanço foi feito pelo Blog do Roberto Gonçalves de Araripina.

Como em outras regiões do estado, a maioria dos crimes é motivada pelo tráfico de drogas. Segundo a delegada Katiana Muniz da Polícia Civil, a diminuição na quantidade de homicídios no ano de 2018,  se deve à questão da intensificação ao combate ao tráfico de drogas, tentando desaparelhar grupos organizados que atuam nas principais cidades da região (Araripina, Ouricuri e Trindade).

Cerca de 70% das vítimas são pessoas que têm vínculo com o tráfico de drogas, entre  traficantes e usuários. Enquanto que os outros 30% são de crimes vinculados ao consumo de álcool. Discussões de vizinho, brigas de casal e mortes causadas por ciúmes e motivos banais.

A Secretaria de Defesa Social (SDS-PE), estipulou uma meta de 72 homicídios para a região, mas apesar do trabalho incansável das Polícias Militar e Civil,  desde 2013 essa meta não era alcançada no Sertão do Araripe.

Em 2017, as cidades mais violentas foram: Araripina 25, Ouricuri 17, Trindade com 09 homicídios, Ipubi 05,  Moreilândia 03 e Bodocó 02. O município de Santa Cruz foi o mais tranqüilo da região, não registrando homicídios no período.

No Banner to display

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2 × 4 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.