Início Notícias Paulo Câmara comanda abertura do Curso de Formação para mais de 500...

Paulo Câmara comanda abertura do Curso de Formação para mais de 500 novos praças da PMPE

50

Alunos terão seis meses de aulas teóricas e práticas e vão reforçar o policiamento no Estado já a partir do próximo ano

Fotos: Hélia Scheppa/SEI

Servir à corporação e ao povo de Pernambuco. Essa é a primeira lição para os 523 novos praças que iniciaram, nesta quinta-feira (04/07), o Curso de Formação e Habilitação de Praças (CFHP) da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE). O governador Paulo Câmara esteve presente à solenidade, no Centro de Convenções, em Olinda, e ressaltou que esse espírito de renovação fortalece ainda mais a exitosa política de prevenção e repressão implementada pelo Pacto Pela Vida.

“O planejamento está focado em continuar a diminuir os números de homicídios, roubos e furtos e, com a chegada desses novos alunos, que vão iniciar um treinamento específico com formação adequada para que já em janeiro de 2020 possam estar nas ruas, nós temos a confiança de que o planejamento vai continuar. Investimentos vão continuar a ser feitos. Já são mais de 5 mil alunos que ingressaram na Polícia Militar desde 2015. Eles estão com muita dedicação e vontade de servir ao Estado e ao Pacto Pela Vida, e de salvar vidas. Estão ingressando numa instituição respeitada e vão honrar as tradições da Polícia e ajudar Pernambuco a diminuir a violência”, assegurou o governador.

Foto: Hélia Scheppa/SEI

O secretário estadual de Defesa Social, Antônio de Pádua, parabenizou os novos alunos pela escolha em servir à população nesta função tão honrosa, e também afirmou que o reforço será determinante para continuar a reduzir os índices de criminalidade em Pernambuco. “Os indicadores criminais já demonstram queda significativa, a exemplo dos homicídios, que tiveram uma diminuição de 23% nos primeiros 5 meses de 2019, em comparação a 2018, e de 16% nos roubos em comparação aos 5 primeiros meses do ano passado. Temos certeza que existe muito o que se fazer, não descansaremos enquanto não reduzirmos os indicadores ainda mais”, ressaltou Pádua.

O secretário reafirmou o compromisso do governo, de salvar vidas, e disse que os desafios estão sendo vencidos e os resultados vão aparecendo. “É justamente esse aumento de efetivo que tem contribuído para essa redução da violência no Estado. É um projeto estratégico”, acrescentou. Esta é a fase final do processo de seleção, e os aprovados reforçarão a segurança pública do Estado, intensificando o policiamento ostensivo e especializado na Região Metropolitana do Recife (RMR) e no Interior de Pernambuco.

É justamente do Sertão pernambucano que vêm duas das 98 recrutas mulheres participantes do curso. Formadas como técnicas em Enfermagem, Camila Nascimento e Josilene Pereira estão empolgadas em mudar de carreira e iniciar essa nova jornada, que representa um sonho realizado. 

Camila exaltou a participação feminina na construção da sociedade. “O serviço militar em si é muito importante para a população e as mulheres contribuem bastante. Antigamente, se acreditava que só os homens podiam participar. Agora, a gente vê que o papel da mulher na sociedade tem sido muito relevante. Espero contribuir com a segurança pública de forma positiva”, disse a aluna, que veio da cidade de Arcoverde.

Natural de Salgueiro, Josilene também é formada em Letras e tem outro curso técnico, o de Edificações. A policial em formação destacou a representação das diversas regiões do Estado neste novo grupo. “Acreditamos no nosso Estado, Pernambuco. Sempre quis fazer parte do sentimento de esperança desse Estado na defesa da sociedade. É muito importante o Sertão estar representado aqui neste curso, porque podemos agregar cultura, valores e, assim, ter um crescimento pessoal, profissional e ter uma postura melhor diante da sociedade, contribuindo também para o crescimento da corporação, do Estado e do Brasil”, afirmou.

Com duração de seis meses, o CFHP acontece no Centro de Ensino Metropolitano I (CEMET I), localizado no bairro do Curado I, em Jaboatão dos Guararapes. Com um total de 1.074 horas-aula, o curso é distribuído em 46 disciplinas, entre elas: criminologia aplicada à segurança pública; legislação básica da PMPE; direitos humanos; prevenção, mediação e resolução de conflitos; armamento, munições e tiro de defesa; abordagem; resolução de problemas e tomadas de decisão; e técnica de policiamento ostensivo.

Durante o semestre, os alunos do CFHP receberão bolsa-auxílio de R$ 1,1 mil por mês, como alunos do CEMET I. Os aprovados para atuar no policiamento passam a receber, após a nomeação, remuneração inicial de R$ 2.819,88, de acordo com a Lei Complementar nº 351, de 16 de Fevereiro de 2017, mais as vantagens previstas na legislação em vigor.

Também participaram da solenidade o Coronel Vanildo Maranhão (Comandante Geral PM), Coronel Carlos José (chefe da Casa Militar), Coronel André Cavalcanti (Subcomandante Geral da PM), Coronel Arlis Gadelha Xavier (Chefe do Estado-Maior da PM), Flávio Duncan (Secretário Executivo de Gestão Integrada da SDS), delegado Cláudio Borba (Gerente Geral de Articulação Comunitária Institucional), Coronel Marcelo Sougey (Diretor de Ensino, Instrução e Pesquisa da PM) e o Tenente Coronel Walter Guimarães (Comandante do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças – CFAP).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.