Início Notícias Na Alepe, deputados rejeitam debate sobre assistência farmacêutica

Na Alepe, deputados rejeitam debate sobre assistência farmacêutica

74

Na pauta de votações da Reunião Plenária dessa quarta, foi rejeitado, por maioria, o requerimento de Priscila Krause, do Democratas, para que a Assembleia realizasse uma audiência pública sobre a assistência farmacêutica em Pernambuco. A deputada lamentou que o assunto não possa ser discutido na Alepe. “Se não tiver espaço para discutir no lugar de direito, na casa do povo pernambucano, que é a Assembleia Legislativa, a gente vai discutir em praça pública, porque as pessoas estão morrendo por falta de medicamento, por falta de assistência, pelo subfinanciamento do SUS. Porque os governos que aí se colocam não demonstram capacidade de resolver esse problema, e porque aqueles que estão no momento fazem isso: se negam a discutir.

O líder da Oposição, deputado Marco Aurélio Meu Amigo, do PRTB, criticou a decisão da bancada do Governo de se posicionar contra o debate. “É, de fato, um absurdo, o posicionamento do líder do Governo em não querer que aconteça essa audiência pública. É, no mínimo, ratificar tudo aquilo que nós vemos na questão da falta de medicamento. Então não é para se discutir saúde, é para deixar do jeito que está, o povo sofrendo, à míngua, a cada dia.”

Foram 12 votos a favor da audiência pública e 24 contrários à realização do debate.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.