Início Notícias MEC desbloqueia orçamento da UFPE e UFRPE

MEC desbloqueia orçamento da UFPE e UFRPE

30

Universidade teve recurso desbloqueado na última terça-feira / Foto: Ascom / UFPE

Universidade teve recurso desbloqueado na última terça-feira. Medida vai assegurar funcionamento da universidade até o fim do ano
JC  – Foto: Ascom / UFPE
Os orçamentos de manutenção das Universidades Federal (UFPE) e Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) foram desbloqueados na última terça-feira (11) pelo Ministério da Educação, o que garante o funcionamento das instituições até o final do ano. Estava ameaçado por causa do contingenciamento de 30% das verbas, realizado pelo MEC em todas as universidades federais brasileiras.

Na UFPE, o repasse foi de R$ 12,8 milhões, o que significam 8% do orçamento. O dinheiro é usado para pagamentos de serviços como limpeza, conta de água, fornecimento de energia e segurança, por exemplo. O valor corresponde ao mês de junho.

“O desbloqueio permite a UFPE seguir com seu planejamento orçamentário, garantindo o pleno funcionamento da instituição até o fim deste ano”, explica o pró-reitor de Planejamento, Orçamento e Finanças (Proplan), Thiago Galvão.

De um total de R$ 162 milhões previstos na Lei Orçamentária Anual (LOA), a UFPE já havia recebido R$ 64,8 milhões, cerca de 40%, até março.

Com recursos bloqueados, a universidade estava impedida, diz Thiago, de fazer contratos para a realização de serviços como limpeza e segurança, já que não havia previsão para recebimento de verbas federais.

Para a Rural, o MEC liberou na terça-feira R$ 7 milhões do orçamento de manutenção (representa 7,96% do total previsto). Somando esse valor ao que já foi repassado até agora, em 2019, dá R$ 39,9 milhões (45,36% do orçamento).

Conforme a universidade, também foi desbloqueado o restante de recursos que haviam sido contingenciados em maio, R$ 27,9 milhões.

JUSTIÇA

Na semana passada, a Justiça Federal da Bahia havia determinado que o Ministério da Educação (MEC) suspendesse os cortes em universidades federais. Todas as instituições tiveram 30% do orçamento bloqueados entre o final de abril e início de maio.

A medida motivou diversas manifestações Brasil afora, além de uma força-tarefa entre reitores e parlamentares, em Brasília, para tentar reverter a situação.   (com informações da Ascom da UFPE e da UFRPE)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.