Início Notícias Lei Maria da Penha celebra 13 anos de luta pelas mulheres

Lei Maria da Penha celebra 13 anos de luta pelas mulheres

46

Casos de mortes por violência doméstica crescem 17% em 5 anos

Foto: reprodução

De acordo com os dados do Atlas da Violência 2019, produzido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o número de mortes de mulheres em ambiente doméstico cresceu 17% nos últimos cinco anos. A lei Maria da Penha celebra 13 anos de implantação, com a finalidade de prevenir e coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher em conformidade com a Constituição Federal.

A professora da UNINASSAU Petrolina e advogada, Ariana Andrade, destaca que a realidade na região ainda é marcada pelo machismo e a ideia patriarcal. “A região do Vale do São Francisco é marcada pela cultura machista e temos, hoje, muitos casos de violência física e psicológica. Há muitos casos de feminicídio, mesmo que reduzido, se comparado a outras realidades do país”, destacou.

Em Pernambuco, dados da Secretaria de Defesa Social (SDS-PE) registraram 7 mil mulheres atendidas com medidas protetivas no ano de 2018. No país, segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), foram expedidas, nos últimos 13 anos, mais de um milhão de medidas do mesmo tipo. O Ministério da Saúde destaca que 77% das mortes violentas de mulheres envolveram agressão física. Atualmente, o Brasil ocupa o quinto lugar no ranking mundial de violência contra a mulher.

“A Lei Maria da Penha é um grande avanço social, sendo um instrumento que consegue criminalizar e punir os agressores. Porém, o Estado ainda precisa alcançar muitos locais em que a lei não é efetivada”, acrescentou a professora Ariana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.