Início Notícias Bolsonaro faz aceno a caminhoneiros e promete correção do IR em 2022

Bolsonaro faz aceno a caminhoneiros e promete correção do IR em 2022

70
Foto: reprodução

O presidente prometeu zerar a tarifa de importação de pneus para a categoria, que ameaça nova greve no país

O presidente Jair Bolsonaro prometeu nesta quinta-feira, 14, que em 2022 a tabela do Imposto de Renda será corrigida. Ele explicou que a ideia, inicialmente, era fazer a mudança ainda neste ano. No entanto, pela pandemia da Covid-19, o mandatário disse ter sido necessário adiar os planos. Atualmente, salários de até R$ 2.000 são isentos da cobrança e a proposta do presidente é que o limite seja R$ 5.000, mas ele não esconde as dificuldades. “Não seria de uma vez toda, mas daria até o final do nosso mandato fazer isso aí. Não conseguimos pela pandemia. Nós nos endividamos em mais R$ 700 bilhões, não deu para atender. Vamos ver se no ano que vem, pelo menos, passe de dois para três mil”, disse.

Bolsonaro admitiu problemas pelo aumento de gás de cozinha no país e fez uma sinalização importante para os caminhoneiros, que volta a ameaçar o governo com uma nova greve da categoria. “A tarifa de importação de pneus, que interessa aos caminhoneiros, está em torno de 16%. Conversei com o Paulo Guedes, vamos zerar. Na semana que vem deve estar zerada a tarifa de importação de pneus para caminhoneiros, que passam dificuldades, que tem problemas com fretes, que tem problemas de contratos antigos de concessões de rodovias que o pedágio está lá em cima.” O presidente rever os preços dos pedágios, isso como forma de reduzir os valores de fretes no país. Segundo Bolsonaro, durante o período de isolamento social no ano passado foram tomadas decisões equivocadas que acabaram repercutindo no preço dos alimentos. Ele avalia, no entanto, que o aumento da inflação não é tão grave quanto seria o desabastecimento. (Jovem Pan)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here