Início Notícias Assessor de Pimentel diz que ex-prefeito deixou mais uma ‘herança maldita’ para...

Assessor de Pimentel diz que ex-prefeito deixou mais uma ‘herança maldita’ para o povo de Araripina

584

Segundo Paulo  Elias, o repasse do FPM realizado neste dia 10, teve o seu valor descontado em mais de 2/3 devido a débitos automáticos autorizados pelo gestor anterior.

Por Roberto Gonçalves / Foto: reprodução

O blogueiro e assessor do prefeito de Araripina Paulo Elias, divulgou uma matéria em seu site nesta terça – feira (10), criticando o ex-prefeito Alexandre Arraes (PSB), por ter deixado mais uma ‘herança maldita’ para o seu patrão Raimundo Pimentel. Segundo Elias, o repasse do FPM realizado neste dia 10, teve o seu valor descontado em mais de 2/3 (dois terços) em razão de débitos automáticos autorizados pelo gestor anterior.

Leia a matéria na íntegra:

Primeira parcela do repasse do FPM de Araripina tem seu valor descontado em mais de 2/3 (dois terços) em razão de débitos automáticos autorizados pelo gestor anterior.

Como se não bastasse os Restos a Pagar e outros débitos não processados deixados pela gestão passada, a primeira cota do FPM do Município de Araripina creditada no dia 10/01/2017, no valor bruto  de  R$ 1.250.125,20  sofreu  desconto  autorizado  pelo ex-prefeito de Araripina no valor de R$ 879.017,48 sendo a maior parte no valor de R$ 391.468,69 decorrente dos pagamentos de parcelamentos ao RFB/INSS.

Cujo termo de parcelamento teria sido feito pelo ex-prefeito ao apagar das luzes do seu mandato, causando dessa forma enormes dificuldades para a atual gestão do prefeito Raimundo Pimentel, que tem no Fundo de Participação (FPM) a principal fonte de recursos para pagamento dos salários dos servidores lotados na Sede Administrativa do Município (Prefeitura) e demais secretarias não gestoras, bem assim a manutenção dos serviços essenciais a serem prestados a população.

Abaixo mostramos o extrato bancário relativo a primeira cota do FPM de Araripina com os valores retidos referente: contribuições para o PASEP,FUNDEB,SAÚDE (descontos esses de natureza constitucional) e RFB/INSS (esses últimos, referente aos termos de parcelamentos firmados pelo ex-prefeito com autorização de débito automático nos repasses do FPM).

É dessa forma que o ex-prefeito deixou “redonda” as contas?

Redonda só se for de dividas para o novo gestor pagar!

É muita cara de pau desse cidadão dar declarações enganosas para a população que conheceu tão bem a sua péssima administração.

Blog Araripina Fatos em Fotos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here